Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

História

25 de abril: Itália celebra Dia da Libertação do nazi-fascismo

25 de abril é também conhecido como o aniversário da Resistência.

25 de abril
25 de abril – Itália celebra Dia da Libertação do nazi-fascismo

Em 1954, a Itália foi libertada da ditadura fascista e da ocupação nazista. Entre os protagonistas daquela época estava Sandro Petrini, que mais tarde se tornou presidente da Itália.

Já se passaram 76 anos. Em 1945 a Itália se libertou da ditadura fascista e da ocupação nazista e por isso o Dia da Libertação é comemorado em 25 de abril

É um aniversário injustamente interpretado por alguns como uma festa da esquerda. Na verdade, foi todo o povo italiano que foi libertado. 

25 de abril é também conhecido como o aniversário da Resistência, festa também dedicada ao valor dos Partisans (partigiani) de todas as frentes que, a partir de 1943, contribuíram para a libertação da Itália.

A recorrência

25 de abril de 1945 é o dia em que o Comitê da Alta Itália de Libertação Nacional (CLNAI) proclamou uma insurreição geral em todos os territórios ainda ocupados pelos nazi-fascistas, indicando a todas as forças partidárias ativas no norte da Itália como parte do Corpo de Voluntários da Liberdade para atacar as guarnições fascistas e alemãs impondo a rendição, dias antes da chegada das tropas aliadas.

Ao mesmo tempo, a CLNAI emitiu pessoalmente decretos legislativos, assumindo o poder “em nome do povo italiano e como delegado do Governo italiano”, estabelecendo entre outras coisas a pena de morte para todos os hierarcas fascistas, incluindo Benito Mussolini, que foi capturado e fuzilado três dias depois. 

Renda-se ou morra!” foi a palavra de ordem dos partigiani naquele dia e nos imediatamente seguintes.

O protagonista daqueles dias agitados foi Sandro Pertini, que mais tarde se tornou um dos mais queridos presidentes da República Italiana.

História

Em 1º de maio, todo o norte da Itália foi libertado: Bolonha (21 de abril), Gênova (23 de abril) e Veneza (28 de abril). 

A Libertação pôs assim fim a vinte anos de ditadura fascista e cinco anos de guerra.

A data de 25 de abril representa simbolicamente o fim da fase militar da Resistência e o início efetivo de uma fase de governo de seus representantes que levaria ao primeiro referendo – 2 de junho de 1946 – para a escolha entre monarquia e república, e depois ao nascimento da República Italiana, até a redação definitiva da Constituição. 

O fim efetivo da guerra em território italiano, com a rendição definitiva das forças nazi-fascistas, ocorreu somente no dia 3 de maio, conforme formalmente estabelecido pelos representantes das forças em campo durante a chamada rendição de Caserta assinou em 29 de abril de 1945: essas datas também marcam o fim do período fascista.

A memória

A festa de 25 de abril foi instituída em 1946. Foi o presidente do conselho Alcide De Gasperi quem propôs a iniciativa ao Rei Umberto II , que emitiu um decreto legislativo tenente que dizia: “Em comemoração à libertação total do território italiano, 25 de abril de 1946 é declarado feriado nacional”

O aniversário também foi celebrado nos anos seguintes, mas foi institucionalizado apenas em 27 de maio de 1949.

Desde então, celebrações e eventos foram organizados em muitas cidades italianas. 

Em Roma, o Presidente da República costuma colocar uma coroa de flores no memorial do Soldado Desconhecido no Altare della Patria, na Piazza Venezia. 

E aí, gostou do artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais e traga seus amigos, colegas e seguidores para a discussão. Em caso de dúvidas a respeito do assunto, não hesite em deixar seu comentário.

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Mais de Italianismo

Arte & Cultura

Vilarejo italiano submerso por uma represa é palco de série que será lançada mundialmente em 10 de junho Um vilarejo italiano submerso por uma...

Arte & Cultura

Iniciativa quer tornar Bella Ciao, símbolo de resistência, em cântico de caráter institucional

Vida & Estilo

Caio Mussolini está concorrendo a uma cadeira no Parlamento Europeu Deixa o seu comentário:

Itália no Brasil

Itália comemora festa da libertação do domínio nazifascista Deixa o seu comentário:

Arte & Cultura

Autor considera lembrança dos males do fascismo; outros criticam que se torna um líder “reabilitado” Deixa o seu comentário: