Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Economia

Uber na Itália: por que o aplicativo é tão impopular?

Embora o aplicativo esteja presente no país desde 2013, parece que ninguém nunca ouviu falar dele

uber na italia
A Uber está presente na Itália desde 2013, mas sofre resistência da associação de táxis | Foto: TekCrispy

Sim, tem Uber na Itália. Mas por que a multinacional americana, prestadora de serviços eletrônicos na área do transporte privado urbano, não é popular?

Ositalianos são obcecados por aplicativos. Seja para entrar na fila dos correios, para localizar as fontes clássicas de Roma quando alguém está morrendo de sede, ou para a entrega de alimentos.

Glovo,To Good To Go, Moovit, JustEat, Trenit, Deliveroo e tantos outros aplicativos estão em quase todos os smartphones, menos a Uber.

A verdade é que os italianos não são resistentes a tecnologias inovadoras. Os pedidos de compra pela Internet e comida para viagem aumentaram drasticamente durante a pandemia e mudaram os hábitos de todos para sempre em muitas regiões. 

A Uber está presente na Itália desde 2013, mas em 2017 a associação de táxis processou a gigante do Vale do Silício. 

Em abril daquele ano, um tribunal italiano bloqueou a operação da empresa no país

A razão? “O serviço constituiu concorrência desleal”. A Uber também foi proibida de promover e fazer publicidade dos seus serviços na Itália. 

A empresa tem um histórico de reação negativa de taxistas locais, por exemplo.

Após o julgamento, o advogado da Uber na Itália comentou: “Vamos recorrer desta decisão que se baseia em uma lei de 25 anos. Agora o governo não pode perder mais tempo e precisa decidir se deseja permanecer ancorado no passado, protegendo lucros privilegiados, ou se deseja permitir que os italianos se beneficiem de novas tecnologias”. 

Quando a Uber percebeu que encontraria muita resistência da associação de táxis, decidiu mudar de marcha. Tiraram do mercado o conceito Uber Pop, onde motoristas particulares podiam ingressar na empresa sem carteira de clientes, como em outros países. 

Esse era o ponto-chave que enfurecia os taxistas, já que o custo para tirar a própria carteira é alto na Itália. 

A jornada para se tornar um motorista de táxi no país é repleta de desafios, onde os números são limitados por cidade e novas licenças não são criadas. Com razão, os taxistas lutaram para manter um mercado que já estava desaparecendo. 

Então, a Uber reelaborou uma estratégia para se concentrar na Uber Eats – o serviço de entrega de comida que rapidamente se tornou muito popularna Itália. 

E quanto às viagens regulares de carro? Bem, a Uber Taxi permite que os passageiros reservem um táxi no aplicativo, mas não um motorista particular. A empresa ouviu as reclamações e se adaptou. No momento, apenas algumas cidades o têm: Turim, Bolonha, Nápoles, Milão e Roma. O número de motoristas também é muito baixo: cerca de 1.000 em todo o país.

Espera-se que a Uber continue crescendo, mas uma campanha de marketing fracassada e um início interrompido podem ser a razão pela qual as pessoas demoram a incluí-la em suas vidas.

Em Roma, a maioria das pessoas já tem seu próprio carro, por isso também é muito fácil conseguir uma carona de um amigo ou parente para o aeroporto; e em cidades como Turim ou Milão o transporte público é bem desenvolvido. 

De acordo com as estatísticas de 2019, 72% da população italiana nunca reservou um carro através de aplicativo. 

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Estilo de vida

Por que não adotar o sobrenome do seu marido na Itália: Entenda os motivos.

Cotidiano

Pontremoli lança programa “Residentes do Futuro” para estimular novos moradores.

Cidadania Italiana

Congresso terá presença de figuras relevantes do judiciário italiano, do Ministério do Interior e da Procuradoria Geral do Estado

Comer e beber

Verdade ou mito: Os italianos realmente comem pasta todos os dias?

Cidadania Italiana

Da Itália à Espanha: A jornada de Riccardo Consoli em busca de um futuro mais acolhedor.

Cidadania Italiana

Brasil destaca-se como o 4º país com mais cidadãos adquirindo nacionalidade italiana.

Turismo

Iniciativa conta com 28 municípios divididos em 10 regiões

Cidadania Italiana

O ius soli é um problema falso, não é necessário: os números desconstroem a narrativa da esquerda, segundo jornalista.

Cotidiano

Enel mancha a reputação italiana no Brasil devido a constantes falhas no fornecimento de energia em São Paulo

Cotidiano

Porta critica atuação governamental na demora e ineficácia das negociações do Acordo de Conversão de CNH entre o Brasil e a Itália

Variedades

A idade média em que os italianos se tornam pais tem aumentado ao longo dos anos.

Economia

Tesla explora potencial da fabricação de veículos elétricos na Itália: Caminhões e vans na pauta, dizem jornais