Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Economia

Uber na Itália: por que o aplicativo é tão impopular?

Embora o aplicativo esteja presente no país desde 2013, parece que ninguém nunca ouviu falar dele

uber na italia
A Uber está presente na Itália desde 2013, mas sofre resistência da associação de táxis | Foto: TekCrispy

Sim, tem Uber na Itália. Mas por que a multinacional americana, prestadora de serviços eletrônicos na área do transporte privado urbano, não é popular?

Ação Contra as filasAção Contra as filas

Ositalianos são obcecados por aplicativos. Seja para entrar na fila dos correios, para localizar as fontes clássicas de Roma quando alguém está morrendo de sede, ou para a entrega de alimentos.

Glovo,To Good To Go, Moovit, JustEat, Trenit, Deliveroo e tantos outros aplicativos estão em quase todos os smartphones, menos a Uber.

A verdade é que os italianos não são resistentes a tecnologias inovadoras. Os pedidos de compra pela Internet e comida para viagem aumentaram drasticamente durante a pandemia e mudaram os hábitos de todos para sempre em muitas regiões. 

A Uber está presente na Itália desde 2013, mas em 2017 a associação de táxis processou a gigante do Vale do Silício. 

Em abril daquele ano, um tribunal italiano bloqueou a operação da empresa no país

A razão? “O serviço constituiu concorrência desleal”. A Uber também foi proibida de promover e fazer publicidade dos seus serviços na Itália. 

A empresa tem um histórico de reação negativa de taxistas locais, por exemplo.

Após o julgamento, o advogado da Uber na Itália comentou: “Vamos recorrer desta decisão que se baseia em uma lei de 25 anos. Agora o governo não pode perder mais tempo e precisa decidir se deseja permanecer ancorado no passado, protegendo lucros privilegiados, ou se deseja permitir que os italianos se beneficiem de novas tecnologias”. 

Quando a Uber percebeu que encontraria muita resistência da associação de táxis, decidiu mudar de marcha. Tiraram do mercado o conceito Uber Pop, onde motoristas particulares podiam ingressar na empresa sem carteira de clientes, como em outros países. 

Esse era o ponto-chave que enfurecia os taxistas, já que o custo para tirar a própria carteira é alto na Itália. 

A jornada para se tornar um motorista de táxi no país é repleta de desafios, onde os números são limitados por cidade e novas licenças não são criadas. Com razão, os taxistas lutaram para manter um mercado que já estava desaparecendo. 

Então, a Uber reelaborou uma estratégia para se concentrar na Uber Eats – o serviço de entrega de comida que rapidamente se tornou muito popularna Itália. 

E quanto às viagens regulares de carro? Bem, a Uber Taxi permite que os passageiros reservem um táxi no aplicativo, mas não um motorista particular. A empresa ouviu as reclamações e se adaptou. No momento, apenas algumas cidades o têm: Turim, Bolonha, Nápoles, Milão e Roma. O número de motoristas também é muito baixo: cerca de 1.000 em todo o país.

Espera-se que a Uber continue crescendo, mas uma campanha de marketing fracassada e um início interrompido podem ser a razão pela qual as pessoas demoram a incluí-la em suas vidas.

Em Roma, a maioria das pessoas já tem seu próprio carro, por isso também é muito fácil conseguir uma carona de um amigo ou parente para o aeroporto; e em cidades como Turim ou Milão o transporte público é bem desenvolvido. 

De acordo com as estatísticas de 2019, 72% da população italiana nunca reservou um carro através de aplicativo. 

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Cotidiano

Leonardo testa drone que transporta mercadorias de até 25kg.

Turismo

Itália negocia com países da UE para ação conjunta que permita voos de verão "sem quarentenas recíprocas"

Economia

Paralisações ocorrerão entre quarta e sexta-feira Deixa o seu comentário:

Itália no Brasil

Secretário Nacional de Transportes Terrestres e estatal italiana discutem como viabilizar investimentos no transporte terrestre do Brasil. Deixa o seu comentário:

Economia

Em decisão, juiz afirma que empresa pratica competição desleal Deixa o seu comentário:

Arte & Cultura

A lista é motivada principalmente pelo lado viajante do autor.