Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Turismo

Turismo na Itália: 2 de junho é a possível data de reabertura

Ministro anunciou a próxima reabertura do país ao turismo.

turismo na italia
Turismo na Itália: 2 de junho é a possível data de reabertura

De olho na temporada de verão, o Ministro do Turismo, Massimo Garavaglia disse que o turismo na Itália finalmente pode reabrir em 2 de junho. 

O dia 2 de junho é o nosso feriado nacional e pode ser a data certa”, anunciou Garavaglia. Uma data simbólica, portanto, com um significado muito importante para a economia de todo o país. 

Segundo ele, é hora de olhar para o futuro e começar a fazer planos para o verão, com vistas à tão esperada reabertura do país. 

“Você não pode planejar mais tarde. Existem empresas que podem abrir durante a noite e outras não, como grandes hotéis. Você precisa monitorar os dados e, com base nesses dados, abrir o mais rápido possível. Precisamos planejar para sermos rápidos, senão os outros nos ultrapassarão”, explicou Garavaglia, em entrevista ao programa Omnibus, no canal La7, nesta quinta-feira (8).

Massimo Garavaglia, Ministro do Turismo, em entrevista ao canal La7

Obviamente, é preciso cautela: “O tema é: programação e monitoramento. Damos protocolos e datas sérias”. 

Mas para reativar o turismo na Itália será preciso continuar adotando medidas de segurança adequadas para evitar o aumento das infecções. 

A Itália registrou nesta quinta-feira (8) mais 17.221 casos e 487 mortes na pandemia de Covid-19, elevando os totais de contágios e óbitos para 3.717.602 e 112.861, respectivamente.   

Dentre as estratégias possíveis, com vistas à reabertura do turismo, destaca-se a introdução do passaporte de saúde.

A União Europeia já deu luz verde à implantação do Passe Verde, que permitirá viajar facilmente para o Exterior: “Não é discriminatório e já existe na Sardenha. É um modelo que está ganhando terreno”, explicou Garavaglia. 

O passaporte é fundamental para acelerar a reabertura, obviamente aliado a uma campanha massiva de vacinação. Algo que a Itália não está sendo capaz de fazer.

Até agora, o país registrou a marca de 12 milhões de doses aplicadas de vacinas contra o novo coronavírus Sars-Cov-2.  

No ritmo atual, levaria 10 meses e 18 dias para cobrir 70% da população. Meta seria atingida em 2 de fevereiro de 2022, contra previsão do governo em agosto de 2021.

Devem ser administradas 84.342.495 doses para vacinar 70% da população italiana (2 doses por pessoa vacinada). A última média móvel de 7 dias de doses administradas por dia na Itália é de 224.664.

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Destaque do Editor

O ranking mostra o posicionamento, o número de famílias e o número de municípios em que os sobrenomes italianos estão espalhados.

Destaque do Editor

A transmissão da cidadania italiana jure sanguinis pode ser comprovada por qualquer meio, diz a Corte de Cassação da Itália

Cotidiano

Prefeito perde batalha contra ítalo-brasileiros: A lei falou mais alto. Parece que o jogo virou, não é mesmo, senhor prefeito?

Cidadania Italiana

Ao contratar um advogado para processo de cidadania italiana, opte por um que mantenha representante no Brasil.

Cidadania Italiana

Cidadania italiana irregular: 92 cidades da província de Nápoles entram em investigação.

Cidadania Italiana

Silmara Fabotti, líder de esquema de cidadania italiana falsa, planejava fugir da Itália, relata juiz.

Cidadania Italiana

Descaso com o Codice Fiscale: Conselheiro do CGIE denuncia "Gaming the System" nos consulados.

Cidadania Italiana

A crescente diáspora italiana: Migração em massa em busca de melhores oportunidades e realização pessoal.

Cidadania Italiana

Passaporte em todo lugar: A partir de julho, correios italianos facilitam renovação e emissão

Itália no Brasil

Um voo histórico de solidariedade: A ajuda humanitária da Itália ao Rio Grande do Sul.

Itália no Brasil

Aviso por correio convoca os eleitores para participarem das eleições do Parlamento Europeu de 2024.

Cidadania Italiana

Investigação revela esquema de corrupção envolvendo falsos certificados de residência em troca de dinheiro e favores sexuais.