Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Turismo

Turismo na Itália: 2 de junho é a possível data de reabertura

Ministro anunciou a próxima reabertura do país ao turismo.

turismo na italia
Turismo na Itália: 2 de junho é a possível data de reabertura

De olho na temporada de verão, o Ministro do Turismo, Massimo Garavaglia disse que o turismo na Itália finalmente pode reabrir em 2 de junho. 

O dia 2 de junho é o nosso feriado nacional e pode ser a data certa”, anunciou Garavaglia. Uma data simbólica, portanto, com um significado muito importante para a economia de todo o país. 

Segundo ele, é hora de olhar para o futuro e começar a fazer planos para o verão, com vistas à tão esperada reabertura do país. 

“Você não pode planejar mais tarde. Existem empresas que podem abrir durante a noite e outras não, como grandes hotéis. Você precisa monitorar os dados e, com base nesses dados, abrir o mais rápido possível. Precisamos planejar para sermos rápidos, senão os outros nos ultrapassarão”, explicou Garavaglia, em entrevista ao programa Omnibus, no canal La7, nesta quinta-feira (8).

Massimo Garavaglia, Ministro do Turismo, em entrevista ao canal La7

Obviamente, é preciso cautela: “O tema é: programação e monitoramento. Damos protocolos e datas sérias”. 

Mas para reativar o turismo na Itália será preciso continuar adotando medidas de segurança adequadas para evitar o aumento das infecções. 

A Itália registrou nesta quinta-feira (8) mais 17.221 casos e 487 mortes na pandemia de Covid-19, elevando os totais de contágios e óbitos para 3.717.602 e 112.861, respectivamente.   

Dentre as estratégias possíveis, com vistas à reabertura do turismo, destaca-se a introdução do passaporte de saúde.

A União Europeia já deu luz verde à implantação do Passe Verde, que permitirá viajar facilmente para o Exterior: “Não é discriminatório e já existe na Sardenha. É um modelo que está ganhando terreno”, explicou Garavaglia. 

O passaporte é fundamental para acelerar a reabertura, obviamente aliado a uma campanha massiva de vacinação. Algo que a Itália não está sendo capaz de fazer.

Até agora, o país registrou a marca de 12 milhões de doses aplicadas de vacinas contra o novo coronavírus Sars-Cov-2.  

No ritmo atual, levaria 10 meses e 18 dias para cobrir 70% da população. Meta seria atingida em 2 de fevereiro de 2022, contra previsão do governo em agosto de 2021.

Devem ser administradas 84.342.495 doses para vacinar 70% da população italiana (2 doses por pessoa vacinada). A última média móvel de 7 dias de doses administradas por dia na Itália é de 224.664.

E aí, gostou do artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais e traga seus amigos, colegas e seguidores para a discussão. Em caso de dúvidas a respeito do assunto, não hesite em deixar seu comentário.

Deixa o seu comentário:

Mais de Italianismo

Destinos

Objetivo é tornar o turismo mais sustentável. Cidade recebe cerca de 25 milhões de turistas por ano

Turismo

Itália bateu recorde de turismo interno no verão europeu

Destinos

Oscar do Ciclismo de 2021: aqui está o pódio escolhido pelo júri da nova edição do prêmio

Cotidiano

Itália terá trem luxuoso para explorar as regiões mais conhecidas e os destinos menos frequentados do país

Turismo

O prêmio concedido à Itália foi recebido pelo embaixador italiano na Espanha.

Cotidiano

Serão liberados viajantes da UE, do Reino Unido e de Israel

Cotidiano

Pesquisa revela que grupos mafiosos tiveram faturamento de mais de 2,2 bilhões de euros em 2020.

Destinos

60 mil bilhetes gratuitos disponíveis a partir de outubro, para viajar a partir de março de 2022.

Turismo

Após o anúncio da reabertura, há um boom de reservas para o verão na Itália: "33% em poucos dias".

Cotidiano

O Green Pass será lançado na Europa a partir de 1º de junho, antes da data programada.

Destinos

A Itália é o país preferido na Europa para quem deseja levar animais de estimação durante as férias. Deixa o seu comentário:

Turismo

Mais da metade dos italianos está planejando suas férias de verão. Aqui estão as tendências deste ano