Connect with us

Hi, what are you looking for?

Arte & Cultura

Pink Floyd e a primeira apresentação icônica na Itália

pink floyd italia
Pink Floyd e a primeira apresentação icônica na Itália

A primeira apresentação esquecida do Pink Floyd em Roma, em abril de 1968

O Pink Floyd é uma das maiores bandas de rock que já pisou na Itália. A lendária banda inglesa mudou completamente o mundo da música.

Chegar ao topo do mundo em plena efervescência dos anos dourados do Rock, para aí ficar. 

Até o momento, o Pink Floyd representa um ícone cultural com um impacto muito profundo e um símbolo indiscutível da cultura moderna. 

O grupo escreveu algumas das páginas mais prestigiadas da história da música moderna, através de uma mistura visionária de alguns dos sons mais procurados da cena musical em que estiveram imersos.

Com essas premissas extraordinárias e uma discografia incrível, seria de se esperar que, desde os primeiros anos, o Pink Floyd fosse recebido de forma extraordinária e até reverente

Na verdade, são poucos os testemunhos do grupo ao vivo durante seus primeiros anos. A documentação pobre sobre os primeiros passos do Pink Floyd contribui para alimentar o charme e o mistério que cerca a banda. 

A primeira apresentação esquecida do Pink Floyd na Itália

O Piper Club foi um ponto focal para a juventude romana na segunda metade da década de 1960. 

O lugar havia se estabelecido como um ícone cultural após o boom econômico que varreu o país, levando as grandes bandas de além dos Alpes a se apresentarem dentro de suas paredes. 

Ninguém, entretanto, pareceu se lembrar por muito tempo das quatro apresentações formidáveis ​​que sancionaram a estreia tricolor do Pink Floyd ao vivo. 

Na verdade, entre 18 e 19 de abril de 1968, a história da música contemporânea foi escrita pela enésima vez no Piper Club, em Roma. O Pink Floyd entrou no clube para quatro shows, dois por dia, um à tarde e outro à noite.

Os testemunhos da presença da banda no clube hoje são poucos. No entanto, o Pink Floyd, na época, já tinha um álbum em seu currículo, o marco do movimento psicodélico de 1967, The Piper At The Gates Of Dawn, e deu as boas-vindas a David Gilmour (em 1968), que logo se tornaria um pilar do som do grupo.

Há alguns anos, o grupo relembrou aquele momento por meio de um post no Facebook, que dizia: “Neste dia, em 1968, o Pink Floyd tocou no Piper Club em Roma, Itália. Uma localização incomum situada numa adega, ao qual se acede por uma longa escadaria”

Sobre a aparição do Pink Floyd na Itália, poucos são os testemunhos em vídeo, que retratam a banda.

Vídeo da primeira apresentação do Pink Floyd na Itália

Deixa o seu comentário:

Leia também:

Negócios

Mini carro elétrico pode ser dirigido a partir dos 14 anos de idade e usa energia solar Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Rede de supermercados Lidl lançou sua linha de calçados e quebrou a internet Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Quais as tendências dos nomes italianos mais populares em 2021?  Deixa o seu comentário:

Negócios

Lego do Coliseu será o maior conjunto já feito pela empresa    Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Itália gasta cerca de R$ 934 milhões por ano para manter canis públicos Deixa o seu comentário:

Arte & Cultura

Uma viagem de norte a sul para descobrir os cinco patrimônios naturais da Unesco Deixa o seu comentário:

Arte & Cultura

O bonsai mais antigo do mundo não está no Japão, mas sim na Itália Deixa o seu comentário:

Cotidiano

“Devemos recomeçar a viver, há outros assuntos que perdemos além do Covid-19” Deixa o seu comentário:

Copyright © 2020 Italianismo – Permitida a reprodução desde que citado o Italianismo.