Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Arte & Cultura

Pink Floyd e a primeira apresentação icônica na Itália

pink floyd italia
Pink Floyd e a primeira apresentação icônica na Itália

A primeira apresentação esquecida do Pink Floyd em Roma, em abril de 1968

O Pink Floyd é uma das maiores bandas de rock que já pisou na Itália. A lendária banda inglesa mudou completamente o mundo da música.

Ação Contra as filasAção Contra as filas

Chegar ao topo do mundo em plena efervescência dos anos dourados do Rock, para aí ficar. 

Até o momento, o Pink Floyd representa um ícone cultural com um impacto muito profundo e um símbolo indiscutível da cultura moderna. 

O grupo escreveu algumas das páginas mais prestigiadas da história da música moderna, através de uma mistura visionária de alguns dos sons mais procurados da cena musical em que estiveram imersos.

Com essas premissas extraordinárias e uma discografia incrível, seria de se esperar que, desde os primeiros anos, o Pink Floyd fosse recebido de forma extraordinária e até reverente

Na verdade, são poucos os testemunhos do grupo ao vivo durante seus primeiros anos. A documentação pobre sobre os primeiros passos do Pink Floyd contribui para alimentar o charme e o mistério que cerca a banda. 

A primeira apresentação esquecida do Pink Floyd na Itália

O Piper Club foi um ponto focal para a juventude romana na segunda metade da década de 1960. 

O lugar havia se estabelecido como um ícone cultural após o boom econômico que varreu o país, levando as grandes bandas de além dos Alpes a se apresentarem dentro de suas paredes. 

Ninguém, entretanto, pareceu se lembrar por muito tempo das quatro apresentações formidáveis ​​que sancionaram a estreia tricolor do Pink Floyd ao vivo. 

Na verdade, entre 18 e 19 de abril de 1968, a história da música contemporânea foi escrita pela enésima vez no Piper Club, em Roma. O Pink Floyd entrou no clube para quatro shows, dois por dia, um à tarde e outro à noite.

Os testemunhos da presença da banda no clube hoje são poucos. No entanto, o Pink Floyd, na época, já tinha um álbum em seu currículo, o marco do movimento psicodélico de 1967, The Piper At The Gates Of Dawn, e deu as boas-vindas a David Gilmour (em 1968), que logo se tornaria um pilar do som do grupo.

Há alguns anos, o grupo relembrou aquele momento por meio de um post no Facebook, que dizia: “Neste dia, em 1968, o Pink Floyd tocou no Piper Club em Roma, Itália. Uma localização incomum situada numa adega, ao qual se acede por uma longa escadaria”

Sobre a aparição do Pink Floyd na Itália, poucos são os testemunhos em vídeo, que retratam a banda.

Vídeo da primeira apresentação do Pink Floyd na Itália
200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Destinos

Episódio ocorreu em meio a onda de calor na Itália, neste domingo. Turista é da Espanha

Turismo

Relatório da WTTC revela ainda que o setor de viagens e turismo crescerá a uma taxa média anual de 2,5% nos próximos 10 anos

Destinos

Patrícia Poeta abre álbum de fotos de viagem à Itália: "Não é linda?"

Cotidiano

Primeiro voo entre São Paulo e Roma vai decolar no dia 2 de junho

Arte & Cultura

Eurovision começa com a promessa de levar à Itália um grande espetáculo musical

Vida & Estilo

Seminário Teológico Italiano Chinês (ICTS) foi inaugurado em abril, em Roma, ao lado do Vaticano

Celebridades

Kobe Bryant passou sete anos na Itália, onde iniciou sua trajetória como astro do basquetebol

Arte & Cultura

"Um reconhecimento pela excelência que tornou nossa cultura e nossa língua conhecidas em todo o mundo"

Destinos

Serão três voos semanais com aeronaves Boeing 777. Passagens começarão a ser vendidas nos próximos dias

História

Linda, inteligente, elegante, ela cuidou tão bem da sua imagem que se tornou uma influencer para as mulheres de seu tempo

Cotidiano

Vários monumentos italianos passaram a noite desta quinta-feira (10) às escuras em forma de protesto contra o aumento do preço da energia. Deixa o...

Arte & Cultura

Mary Rodrigues toca no Vaticano como convidada da Orquestra da Diocese de Roma