Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Turismo

Petição online pede retomada do turismo brasileiro na Itália

Petição foi lançada após o governo italiano determinar a prorrogação do veto da entrada de turistas brasileiros na Itália até 15 de março

Petição turismo brasileiro na Itália
Petição online pede retomada do turismo brasileiro na Itália

Uma petição online foi lançada para pedir a retomada do turismo brasileiro no território italiano, em meio ao avanço da campanha de vacinação anti-Covid e a melhora da situação epidemiológica.

Ação Contra as filasAção Contra as filas

A iniciativa foi criada pelo “Movimento #tornabrasile” e solicita uma “paridade e igualdade de regras ao Brasil em conformidade com o avanço da campanha de vacinação e índices de contágio de países em situação equivalente”.

O grupo tem como objetivo mobilizar profissionais de turismo, eventos e consultorias em uma manifestação pacífica e organizada, além de incentivar brasileiros que se sentem prejudicados com suas programações de viagens devido a não reabertura das fronteiras italianas para a população do Brasil.

“O documento que mantém o veto à entrada de turistas brasileiros na Itália até 15 de março coloca em evidência uma incongruência inaceitável aos olhos dos brasileiros, população que mantém fortes ligações culturais, comerciais e afetivas com a Itália”, diz o texto.

Os organizadores invocam “o apoio das instituições diplomáticas brasileiras na Itália e de todos os profissionais do setor, além do suporte de cidadãos ítalo-brasileiros para que, unindo esforços”, este cenário possa ser revertido.

A petição, que pode ser assinada na plataforma Change.org. foi lançada após o governo italiano determinar, no último dia 1º de fevereiro, a prorrogação do veto da entrada de turistas brasileiros na Itália para até o dia 15 de março, por conta da pandemia.

Com a medida, só podem entrar no país cidadãos em casos específicos, como trabalho, saúde, estudo, urgência comprovada ou retorno à residência. Também podem entrar pessoas que tenham uma relação afetiva comprovada e estável (mesmo que não morem juntos) com cidadãos italianos ou pessoas que morem legalmente na Itália e atletas, técnicos, juízes e comissários de competições esportivas em nível profissional.

Segundo a campanha, famílias estão separadas e inúmeros profissionais dedicados ao setor do turismo receptivo de brasileiros continuam impossibilitados de trabalhar. O texto reforça ainda que diversos operadores turísticos continuam “dedicando-se com afinco à divulgação da Itália como meta turística privilegiada na Europa”, apesar da prorrogação do fechamento das fronteiras italianas.

O grupo justifica que o Brasil registra o menor índice de rejeição à vacina contra Covid-19 na América Latina, segundo dados do Banco Mundial que compara 24 nações, mas ainda é classificado no “Elenco E”.

“Compreendemos a exigência de tutelar a saúde pública, mas não negamos a nossa perplexidade ao constatar que países com índices de imunização menores, se comparados aos brasileiros, estejam entre aqueles autorizados a entrar na Itália por motivos turísticos”, enfatiza o texto. (Ansa Brasil)

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Cotidiano

A emergência da seca é uma questão muito delicada neste período de altas temperaturas e chuvas escassas

Turismo

A Itália colocou fim às restrições de entrada de visitantes remanescentes da pandemia nesta quarta-feira (1º). Deixa o seu comentário:

Turismo

Relatório da WTTC revela ainda que o setor de viagens e turismo crescerá a uma taxa média anual de 2,5% nos próximos 10 anos

Cotidiano

Mario Draghi decidiu que o estado de emergência, cujo fim está marcado para 31 de março de 2022, não será prorrogado

Destinos

A regra vale para passageiros que tenham recebidos duas doses ou a dose de reforço

Itália no Brasil

A Embratur será parceira dos eventos relacionados à comemoração dos 145 anos da imigração italiana no Sul de Santa Catarina

Cotidiano

Europeus que quiserem vistar o país devem apresentar comprovante de vacinação, teste negativo, ou atestado de infecção prévia por Covid-19

Destinos

Nápoles para a CNN é a única cidade italiana "a não perder" em 2022

Turismo

Setor de turismo representa cerca de 13% do PIB da Itália

Destinos

Objetivo é tornar o turismo mais sustentável. Cidade recebe cerca de 25 milhões de turistas por ano

Turismo

Itália bateu recorde de turismo interno no verão europeu

Cotidiano

Atualmente, a Itália só permite a entrada de quem tem residência fixa em seu território