Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Orbis, o “Google Maps” dedicado às ruas do Império Romano

Orbis é uma plataforma projetada pela Universidade de Stanford que calcula os tempos e custos de viagem na época do Império Romano

orbis imperio romano
Orbis, o "Google Maps" dedicado às ruas do Império Romano

Uma equipe da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, criou o Orbis, uma plataforma que permite calcular tempos e custos de viagens durante o Império Romano.

Como funciona o Orbis

Orbis, termo que em latim significa “mundo”, é uma espécie de Google Maps criado na época dos antigos romanos. 

A plataforma permite simular os deslocamentos ao longo das vias de comunicação que estiveram presentes por volta de 200 d.C., um dos períodos de máximo esplendor do Império Romano.

Em gráficos e operação, o Orbis se parece com o Google Maps. Ao abrir a plataforma, você pode ver à esquerda da tela uma caixa para inserir a cidade de partida, o destino e o veículo, enquanto à direita está o mapa dos territórios.

Depois de inserir a localização de partida e aquela para a qual deseja ir, a rota será exibida no mapa. Todos os detalhes, porém, são encontrados da mesma forma que seriam na época romana, desde os nomes das cidades aos meios de transporte, do custo da viagem às estradas existentes. 

O mapa mostra não apenas as estradas viáveis, mas também os rios navegáveis ​​e as rotas marítimas. A plataforma sugere a rota mais curta, rápida e barata.

Para um cálculo mais preciso, também é possível inserir o mês da saída para entender com precisão, com base no período, quanto tempo realmente demoraria para viajar entre os locais inseridos.

Tela do Orbis, o “Google Maps” dedicado às ruas do Império Romano

De Roma a Milão com Orbis

Atualmente a viagem entre Milão e Roma pode durar uma hora se você for de avião, três horas e meia de trem e cerca de seis horas de carro. 

Usando a plataforma Orbis para simular uma viagem de Roma a Milão, podemos descobrir o tempo e os custos exigidos há 1800 anos.

De acordo com a Orbis, a maneira mais rápida de fazer isso é usando um revezamento de cavalos. 

Os cavalos, percorrendo um percurso de 623 km, podiam percorrer cerca de 250 km por dia e permitiam que chegassem a Milão, ou Mediolanum como se chamava na época, em apenas três dias.

A forma mais barata de fazer essa viagem foi com o burro, que demorou cerca de 12 dias para percorrer os 737 km da capital até Milão. Uma carroça puxada por bois, por outro lado, podia levar até cinquenta dias para chegar da capital à cidade lombarda.

Ficou curioso? Então faça a sua rota: orbis.stanford.edu

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Itália no Brasil

Programa percorre cidades brasileiras para mostrar a influência e o legado do povo italiano no país.

Cidadania Italiana

Projeto de Lei no Senado Italiano gera debate sobre possíveis mudanças na cidadania italiana.

Cidadania Italiana

Val di Zoldo: Desafios administrativos, protestos e o embate com a cidadania ítalo-brasileira.

Cotidiano

Facilite sua vida na Itália em 2024 com esses 16 aplicativos essenciais.

Cotidiano

Itália desafia limites: Quer a construção da ponte suspensa mais longa do mundo.

Cidadania Italiana

Subsecretário italiano afirma que a Lei 91 de 92, que rege a cidadania no país, está adequada e não deve ser alterada.

Destinos

Preparando o terreno: estratégias inteligentes para economizar nas reservas de voos para a Itália.

Arte & Cultura

Russell Crowe revela orgulho por suas raízes italianas durante o Festival de Sanremo.

Cidadania Italiana

A italianidade que corre nas veias: por que limitar o direito à cidadania?

Estilo de vida

Descubra as razões por trás da diferença entre o Dia dos Namorados no Brasil e na Itália.

Cotidiano

Deputado Fabio Porta insta governo italiano a agir com urgência no acordo de conversão de CNH com o Brasil.

Itália no Brasil

Estação 'Nova Vicenza', símbolo intocado da imigração italiana, ganha destaque nas páginas do Il Giornale di Vicenza