Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Médicos cobram novo lockdown nacional na Itália

Itália
Médicos cobram novo lockdown nacional na Itália

UTIs do país arriscam entrar “em colapso” se a curva de contágios não diminuir

A Federação Nacional das Ordens dos Médicos da Itália (Fnomceo) pediu a instauração de um lockdown em todo o território do país.  

Desde a última sexta-feira (6), quatro das 20 regiões italianas são consideradas como “zonas vermelhas” na escala de risco do governo e convivem com regras semelhantes às da quarentena vigente entre março e maio, como proibição de sair de casa sem motivo justificado e fechamento de restaurantes e do comércio não essencial.   

A província autônoma de Bolzano, no extremo-norte do país, também foi transformada em “zona vermelha”, mas os médicos pedem que o lockdown seja estendido para todo o território nacional.   

“A Ordem dos Médicos pede lockdown total em todo o país”, diz uma mensagem postada pela federação em sua página no Facebook, proposta que foi reforçada pelo presidente da entidade, Filippo Anelli, à imprensa local.   

A Fnomceo vem pressionando por medidas mais rígidas desde meados de outubro, quando já alertava para o risco de saturação de UTIs por todo o país.   

Seguindo a mesma linha, o presidente da associação nacional de anestesistas de UTIs, Alessandro Vergallo, disse nesta segunda-feira (9) que o número de internações em terapias intensivas pode dobrar em uma semana se a tendência atual se mantiver.   

Atualmente, a Itália tem 2.749 pacientes da Covid-19 em UTIs, maior número desde 17 de abril (2.812). “Ainda estamos aguardando eventuais benefícios do último decreto, que podem aparecer apenas depois de 10 dias”, declarou Vergallo.   

“As UTIs já estão sob pressão. Considerando isso, a proposta de um lockdown nacional é racional”, acrescentou. O país vem registrando recordes seguidos de casos diários de Sars-CoV-2, e o número de mortes a cada 24 horas – 331 no último domingo (8) – voltou ao patamar do início de maio.   

Até o momento, a Itália soma mais de 935 mil contágios e cerca de 41,4 mil óbitos na pandemia.

Risco de colapso em UTIs

O ministro das Relações Exteriores da Itália, Luigi Di Maio, alertou nesta segunda-feira que as UTIs do país arriscam entrar “em colapso” se a curva de contágios na pandemia do Sars-CoV-2 mantiver a tendência de crescimento. 

Em mensagem no Facebook, o chanceler lembrou que o país tem hoje cerca de 560 mil casos ativos do novo coronavírus, número recorde desde o início da pandemia. Desse total, 2.749 pacientes estão em UTIs, maior número desde 17 de abril (2.812).   

“Devemos ficar atentos ao que está acontecendo em nossos hospitais. Repito isso há dias: se a curva de contágios não diminuir e o número de internações em terapias intensivas continuar aumentando, arrisca-se um colapso. E é isso o que dizem médicos e cientistas”, declarou Di Maio.

LEIA TAMBÉM

Por Ansa

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Itália no Brasil

Programa percorre cidades brasileiras para mostrar a influência e o legado do povo italiano no país.

Cidadania Italiana

Projeto de Lei no Senado Italiano gera debate sobre possíveis mudanças na cidadania italiana.

Cidadania Italiana

Val di Zoldo: Desafios administrativos, protestos e o embate com a cidadania ítalo-brasileira.

Cotidiano

Facilite sua vida na Itália em 2024 com esses 16 aplicativos essenciais.

Cotidiano

Itália desafia limites: Quer a construção da ponte suspensa mais longa do mundo.

Cidadania Italiana

Subsecretário italiano afirma que a Lei 91 de 92, que rege a cidadania no país, está adequada e não deve ser alterada.

Cidadania Italiana

As regras para obtenção de cidadania italiana por meio de ascendência vão mudar em 2024? O que dizem os profetas do medo?

Arte & Cultura

Russell Crowe revela orgulho por suas raízes italianas durante o Festival de Sanremo.

Destinos

Preparando o terreno: estratégias inteligentes para economizar nas reservas de voos para a Itália.

Cidadania Italiana

A italianidade que corre nas veias: por que limitar o direito à cidadania?

Estilo de vida

Descubra as razões por trás da diferença entre o Dia dos Namorados no Brasil e na Itália.

Cotidiano

Deputado Fabio Porta insta governo italiano a agir com urgência no acordo de conversão de CNH com o Brasil.