Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Médica italiana vacinada contra Covid há 6 dias testa positivo

“Tive resultado positivo para o Covid, mas tomaria a vacina novamente” disse a médica.

médica italiana vacinada
Médica italiana vacinada contra Covid há 6 dias testa positivo

Uma médica italiana, na Sicília, que foi vacinada contra o Covid-19 há seis dias, foi diagnosticada com a doença, informaram as autoridades sanitárias da Itália.

Antonella Franco, diretora do Departamento de Doenças Infecciosas do hospital Umberto I de Siracusa, está entre os primeiros a serem imunizados no país. A vacina utilizada é a desenvolvida pela farmacêutica Pfizer em parceria com o laboratório alemão BioNTech.

“Tive resultado positivo para o Covid, mas tomariaa vacina novamente e farei o recall que representa a única grande oportunidade que temos de vencer essa batalha” disse a médica em entrevista publicada no Corriere.

A médica foi hospitalizada neste sábado (2) e está sendo acompanhada, mas não apresenta sintomas.

A hipótese é de que a contaminação não esteja correlacionada com a eficácia da vacina, porque a suspeita é de que o vírus já estava incubado antes da imunização.

O presidente do Conselho Superior de Saúde da Itália, Franco Locatelli, explicou neste domingo (3) que a proteção imunológica contra a infecção pelo vírus “só está completa após a administração da segunda dose da vacina anti-Covid-19”.

“Em artigos científicos é claramente relatado que mesmo em estudos clínicos as pessoas foram infectadas após a primeira dose, precisamente porque a resposta imunológica ainda não é completamente protetora. E só se torna assim após a segunda dose. Esse é um dos motivos para não abandonarmos o comportamento responsável após a vacinação”, alertou.

Todos em observação

Nos últimos dias, Antonella havia ido, junto com um primeiro grupo de pessoas pertencentes à equipe de saúde de Siracusa, até Palermo para a administração das doses do imunizante.

A atenção agora está voltada para todos que entraram em contato com a médica, inclusive aquelas que estavam no mesmo ônibus durante a viagem e outras que ela conheceu durante os procedimentos de vacinação.

Até o momento, não foram registrados outros casos semelhantes entre os profissionais de saúde da região.

De acordo com a Agência Italiana de Medicamentos (Aifa), a eficácia da vacina atualmente administrada na Itália foi demonstrada uma semana após a segunda dose.

“Embora seja plausível que a vacinação proteja contra a infecção, os vacinados e as pessoas que estão em contato com eles devem continuar a adotar medidas de proteção anti-Covid-19”, finalizou. 

Com informações da Agência Ansa

E aí, gostou do artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais e traga seus amigos, colegas e seguidores para a discussão. Em caso de dúvidas a respeito do assunto, não hesite em deixar seu comentário.

Deixa o seu comentário:

Mais de Italianismo

Cotidiano

Poderão entrar no país europeu os turistas que receberam os imunizantes da Janssen, AstraZeneca, Moderna e Pfizer.

Cotidiano

Medida pode beneficiar milhares de cidadãos italianos residentes no Brasil, e que receberam a Coronavac

Destinos

Vocalista dos Rolling Stones comprou casa em Portopalo di Capo Passero, na província de Siracusa, na Sicília

Cotidiano

Autoridades buscam alternativas para estimular o público. Principalmente os Antivax

Cotidiano

Na sexta-feira, 15 cidades deverão estar em alerta vermelho (incluindo Roma, Florença e Palermo) devido ao calor

Cotidiano

Lazio ficou sem acesso ao portal de saúde e à rede de vacinação local; autoridades dizem que ataque pode atrasar imunização

Cotidiano

Robô submarino tira fotos do navio e da carga de ânforas que datam do século II a.C.

Cotidiano

Itália criou um "Passe verde" para locais fechados, que entra em vigor a partir de 6 de agosto

Cotidiano

98,8% das mortes desde fevereiro não haviam concluído o ciclo de vacinação

Cotidiano

Oliveira de Tanca Manna ficava no município de Cuglieri, que foi severamente atingido pelas chamas

Cotidiano

Matteo Salvini, tomou um imunizante contra a Covid-19 nesta sexta-feira (23), em Milão

Cotidiano

Os britânicos pretendem investir na Sicília: 900 casas em 30 cidades pitorescas da ilha