Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Herança italiana

Mario Pozzani: italiano fundou transportadora internacional

O italiano Mário Pozzani veio de Verona ainda criança e mais tarde iniciou uma das maiores empresas de transporte rodoviário do país

O italiano Mario Pozzani chegou ao Brasil no final do século 19, com três anos de idade. Aos cinquenta, com a ajuda dos filhos, ele fundou a transportadora Irmãos Pozzani.

Ação Contra as filasAção Contra as filas

Essa história de mais um imigrante italiano que construiu sua vida profissional e deixou sua marca na trajetória do empresariado nacional começa com a chegada de Mario Pozzani – sobrenome foi registrado no Brasil como Possani.

Nascido em 9 de setembro de 1894, ele desembarcou no país em 1896, com apenas dois anos de idade, ao lado de seus pais, vindos da cidade de Verona, na região do Vêneto, na Itália. Mais tarde, foi morar em Jundiaí, no interior de São Paulo, onde viveu parte de sua vida com sua esposa Bertina Hoff, com quem teve oito filhos.

O italiano Mário Pozzani chegou ao Brasil em 1894 | Fotos: Reprodução / Site da empresa

Dificuldades

Como todo imigrante italiano, ele teve uma vida dura nos anos seguintes, de muito trabalho, para poder se estabelecer em sua nova terra. Durante o período do presidente Getúlio Vargas, que coincidiu com a 2ª Guerra Mundial, perdeu tudo que havia conquistado até então.

O rompimento das relações comerciais do Brasil com os países do eixo desencadeou uma série de medidas rigorosas de disciplina e segurança nacional nas comunidades de imigrantes e descendentes de alemães, italianos e japoneses.

Em resumo, a política externa de Vargas era identificada com o fascismo, pois naquela época ele queria “abrasileirar” as colônias de imigrantes, com a desculpa de criar uma identidade cultural e uma “nacionalidade uniforme” no país.

A empresa foi fundada com o apoio dos filhos

Mario Possani e os filhos

Mesmo assim, muitos imigrantes italianos não desistiram de trabalhar e prosperar no Brasil. Esse era o caso de Mario Possani, que contou com a ajuda de seus oito filhos, todos caminhoneiros, para fundar, em 1937, a transportadora Irmãos Pozzani, na região de Ribeirão Preto, interior do estado de São Paulo.

Alguns anos depois, a família e a empresa se mudaram para a cidade de São Paulo, onde Mario Possani dirigiu a transportadora até sua morte. O modelo de empresa familiar proposto pelo imigrante italiano e seus filhos foi responsável pela união e integração de sua família, todos gravitando em torno do negócio.

Apesar das dificuldades, Mário Pozzani segiu trabalhando para prosperar com sua empresa

O amor por Praia Grande

Na década de 1950, Mario Possani comprou uma casa no Balneário Flórida, município da Praia Grande, na antiga Rua 16. No início, a ideia era utilizar o local para descanso e lazer de toda sua família. No entanto, logo o imigrante italiano passou a desenvolver relações políticas e projetos sociais na região.

Ele começou a trabalhar como Administrador Regional do Balneário Flórida, buscando soluções para os problemas regionais. A casa de lazer tornou-se, então, um ponto de referência para a comunidade local e ponto de encontro de políticos, autoridades, empresários e moradores, para tratar de questões como tratamento de água, iluminação, coleta de lixo e a limpeza da caixa d’água que abastecia a região.

Mario Possani também participou da fundação do Rotary Clube de Praia Grande, tornando-se um dos diretores e membro assíduo. Ele colaborou ainda com a manutenção da Cidade da Criança, realizando doações e ajudando no transporte de doações feitas por outros colaboradores.

A Praia Grande era uma das paixóes do imigrante italiano

A associação Cidade da Criança foi fundada no final da década de 1940, com o objetivo de abrigar e prover educação a menores carentes, proporcionando cultura, lazer e esportes aos jovens assistidos pelo projeto.

Parcerias

Vale lembrar que, no início da transportadora, a empresa contou com a ajuda de clientes fiéis, com destaque para a Companhia de Cigarros Castelão, que futuramente seria absorvida pela Souza Cruz S/A.

Com 84 anos de história, a transportadora Irmãos Pozzani conta hoje com uma frota própria de caminhões e tecnologia de ponta em seus veículos, como sistema de rastreamento via satélite e baús de alta cubagem (105 m3), além de manutenção interna da frota.

Caminhóes estacionados na primeira sede da empresa

A empresa está instalada em uma garagem própria localizada em São Paulo, no Parque Novo Mundo, próximo à Via Dutra, Airton Senna e Marginal do Rio Tietê. Nessa sede, ficam os escritórios, oficinas, dependências para motoristas e área de abastecimento.

No ano de 1996, a empresa iniciou no segmento de transporte rodoviário internacional via Mercosul, e abriu uma filial em Buenos Aires, na Argentina, dirigida pelo atual presidente da empresa, Ademir Pozzani. A empresa também tem filiais em Campestre-MG e no município de Ilhota-SC.

O transporte internacional de cargas iniciou em 1996

Legado de Mario Possani

Em homenagem ao empresário ítalo-brasileiro, que dedicou parte de sua vida para solucionar problemas e patrocinar projetos educacionais no município, hoje a cidade de Praia Grande possui a Escola Municipal Mario Possani, como forma de eternizar o nome de seu patrono.

Mario Possani morreu em 5 de maio de 1969, aos 75 anos, em sua casa no Balneário Flórida, em Praia Grande, cidade que escolheu para morar e onde deixou para sempre sua marca. Para o Brasil, esse imigrante italiano deixou uma das maiores empresas de transporte rodoviário de cargas, que fundou e fez crescer, apesar de todas as dificuldades do caminho.

Por Roberto Schiavon / Italianismo

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Herança italiana

Expoente da Arte Modernista nasceu em uma colônia de Brodowski, no interior de São Paulo

Herança italiana

Vicente Feola, primeiro técnico campeão mundial era filho de imigrantes italianos

Herança italiana

Jornalista abre a série “Herança Italiana – Personalidades”, que traz perfil de notáveis imigrantes da Itália

Herança italiana

Série de postagens contará história de descendentes de italianos que se destacaram em várias áreas no Brasil

Herança italiana

O imigrante italiano Zeffiro Orsi transformou um pequeno pastifício em uma das marcas mais conhecidas do Brasil

Herança italiana

O imigrante italiano Giovanni Galzerano fundou em 1960 uma das principais marcas de carrinhos para bebês do país

Herança italiana

O casal Domenico e Giuseppina veio da Itália e se estabeleceu em Belo Horizonte para fundar uma indústria milionária de massas

Herança italiana

Família Nigro veio da Itália para o interior de São Paulo e revolucionou a fabricação de utensílios de cozinha no país

Herança italiana

O italiano Luigino Burigotto fundou no Brasil uma fábrica de carrinhos para bebês que se tornou referência no mercado nacional

Herança italiana

Massimo Leonardo Define chegou jovem ao Brasil e marcou época como grande esportista e revolucionário na indústria agropecuária

Herança italiana

Filho de italianos, João Carlos Di Genio fundou o Colégio Objetivo e a Unip e se tornou um dos maiores empresários brasileiros

Herança italiana

Pietro Morganti veio da Itália no século 19 e estabeleceu no Brasil a Usina Tamoio, a maior indústria sucroalcooleira da América do Sul