Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Destinos

Mais de 5 mil tesouros das aldeias da Itália estão em risco

Sem turismo, as aldeias da Itália também estão em risco. E, junto com eles, também os produtos típicos desses lugares.

aldeias da Itália
Mais de 5 mil tesouros das aldeias da Itália estão em risco. Na foto, Atrani, na província de Salerno

As restrições de viagens impostas pela emergência de Covid-19 deixaram milhares de aldeias da Itália em risco.

Com o consequente forte impacto negativo no turismo, 5.266 tesouros alimentares tradicional de pequenos e tradicionais vilarejos estão em risco, segundo a Coldiretti, a associação italiana dos agricultores.

Por que os tesouros das aldeias da Itália estão em risco

Segundo o alarme dado pela Coldiretti, a ausência de turistas, tanto italianos como estrangeiros, tem um forte impacto na sobrevivência dos tesouros agroalimentares da Itália. 

A associação aponta que o colapso do turismo na Itália levou a uma lacuna de cerca de 27 bilhões de euros (cerca de 189 bilhões de reais) que seriam deixados pelos estrangeiros – menos 61% em 2020 em relação a 2019.

A falta de veranistas está tendo um efeito bola de neve na economia como um todo, devido à queda nos gastos com alimentação, hospedagem e transporte, lazer, compras e lembranças.

“Por trás de cada produto há uma história, uma cultura e uma tradição que se manteve viva no tempo e que melhor expressa a realidade de cada território”, diz Ettore Prandini, presidente da Coldiretti.

Segundo ele, há “a necessidade de valorizar esse patrimônio também para aumentar o impulso propulsor do Made in Italy no mercado externo”.

Burgo de Calcata, na região do Lazio

Quais são os tesouros das aldeias italianas em risco

Especificamente, a análise da Coldiretti enfatiza alguns “tesouros” particulares de comida e vinho em risco:

  • 1.578 tipos diferentes de pães, massas e biscoitos;
  • 1.498 vegetais frescos e processados;
  • 809 tipos de salames, presuntos, carnes e linguiças de vários tipos;
  • 503 queijos;
  • 291 produtos gastronômicos 
  • 170 produtos de origem animal, incluindo mel e laticínios;
  • 166 preparações à base de peixes e moluscos;
  • 164  entre cervejasrefrigerantesdestilados e licores;
  • 49 tipos diferentes de manteiga e azeites.

O ranking das regiões da Itália com as especialidades mais típicas

Os “tesouros” descritos pela Coldiretti são mantidos em 5.498 aldeias espalhadas por toda a Itália. A mesma Coldiretti fornece também os dados relativos às regiões com especialidades mais típicas, que é liderada pela Campânia com 552 “tesouros”. 

Abaixo, aqui está a classificação completa:

  1. Campania (552)
  2. Toscana (461)
  3. Lazio (436)
  4. Emilia-Romagna (398)
  5. Veneto (380)
  6. Piemonte (342)
  7. Ligúria (300)
  8. Puglia (299)
  9. Calábria (269)
  10. Lombardia (262)
  11. Sicília (264)
  12. Sardenha (214)
  13. Trentino Alto Adige (195)
  14. Friuli-Venezia Giulia (178)
  15. Molise (159)
  16. Marche (154)
  17. Abruzzo (149)
  18. Basilicata (149)
  19. Umbria (69)
  20. Val d’Aosta (36)

E aí, gostou do artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais e traga seus amigos, colegas e seguidores para a discussão. Em caso de dúvidas a respeito do assunto, não hesite em deixar seu comentário.

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Mais de Italianismo

Comer e beber

O ranking dos 100 melhores chefs do mundo conta com 11 italianos presentes no ranking. Em 2019 eram 9

Comer e beber

Pandemia colocou em risco excelentes alimentos italianos. Associações e produtores correm para salvá-los

Cotidiano

Município da Itália está recrutando descendentes de italianos. Cidade tem pouco mais de 4 mil habitantes

Cotidiano

Enquanto o Sul da Itália sofre com grandes incêndios e temperaturas africanas, a região Norte está sendo castigada por fortes temporais. Deixa o seu...

Cotidiano

Projeto de lei é apresentado depois cidades italianas lançarem iniciativas para vender casas por 1 euro

Comer e beber

A data homenageia uma das invenções culinárias mais apreciadas por todo o mundo, em especial pelos brasileiros

Cotidiano

A consultoria Mercer traçou o ranking das cidades mais caras para se viver: nenhuma italiana entre as 10 primeiras, duas entre as 50 primeiras

Comer e beber

O estudo foi realizado em maio de 2021 em uma amostra nacional de 1.000 italianos, entre 18 e 74 anos.

Negócios

O setor produtivo corre o risco de ficar sem latas: o aumento dos preços das matérias-primas repercute nos custos.

Herança italiana

Lupo: a família trentina que escolheu o Brasil para viver e fazer crescer seus sonhos de empreendedorismo.

Cotidiano

Oficial: primeiro supercarro totalmente elétrico da Ferrari vai chegar em 2025

Destinos

Conhecida como "a Pérola do Tirreno", a esplêndida Tropea foi eleita a "Borgo dei Borghi 2021".