Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Estilo de vida

Latinos estão atrasados no amor, diz especialista italiano

Latinos estão atrasados no amor, diz especialista italiano
Latinos são muito “apegados” no que se relaciona a término.

 Os latino-americanos podem ser modernos em muitas coisas, mas estão “atrasados” quando se trata de amor, o que os prejudica na hora de lidar com o término de um relacionamento, o que não acontece em outras partes do mundo, em sociedades “pós-modernas”, onde os sentimentos são assumidos de uma maneira muito mais liberal.

Essa é a opinião do psicólogo italiano Walter Riso, estudioso sobre o tema do amor, com 30 anos de experiência e cerca de 25 livros publicados sobre o assunto, que explicou sua teoria à agência ANSA.

“Os latino-americanos são mais emocionais, passionais, consumem novelas, têm ideias de amor muito mais idealizadas. Na América Latina, em relação ao amor, ainda estamos na modernidade, não estamos na pós-modernidade, o que significa um amor mais livre, mais recíproco, mais autônomo, com menos apego e mais independente”, afirmou Riso.

O especialista, que mora em Barcelona, na Espanha, e conhece a fundo a América Latina, acaba de lançar um novo livro com o amor e o desapego como o centro da discussão.    “Ya te Dije Adiós, Ahora Cómo te Olvido” (“Já te Disse Adeus, Agora Como eu te Esqueço”) é o título da mais recente obra do psicólogo napolitano que, em seu editorial, descreve como “um ‘vade-mécum’ para superar o fim do amor e das perdas afetivas”.

Baseado em sua vasta experiência, Riso conclui em seu livro que o rompimento em uma relação amorosa não obriga a se esquecer do outro, mas sim relembrá-lo com afeto, mas “sem ter o sentimento associado”.

“É preciso separar o combate físico do psicológico ou emocional.

No primeiro há várias etapas, mas o básico e a diferença mais clara [entre os dois] é que no combate físico não se tem a esperança de voltar com pessoa. Já no afetivo, a pessoa ainda ‘está viva’ e aparece uma variável: a esperança, que nem sempre é boa”, explicou o acadêmico.

Riso também afirmou que existem ao menos sete etapas entre o momento do fim de um relacionamento ou de uma separação sentimental e a superação do combate. “Encontramos sete etapas: atordoamento e negação, anseio e esperança, perguntas sem resposta, ira e indignação, culpa, desesperança e depressão e recuperação e aceitação”, descreveu o especialista italiano, que lembrou que os problemas surgem quando alguém fica preso em um desses momentos e que a ajuda profissional é necessária.

O autor também disse que os esteriótipos que ainda são cultivados na América Latina sobre os homens e as mulheres em um nível sentimental são elementos que geram tensão e contribuem para a manutenção de anacronismos.

“Aqui, se uma mulher que não se casa [até] os 28 anos é considerada solteirona, enquanto em outros lugares do mundo, estar solteira não se associa com a ideia de ter má sorte, mas sim com uma opção. E um homem solteiro da América Latina aos 40 anos é considerado [algo] estranho”, disse Riso.

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques do editor

Destaque do Editor

O ranking mostra o posicionamento, o número de famílias e o número de municípios em que os sobrenomes italianos estão espalhados.

Cotidiano

Prefeito perde batalha contra ítalo-brasileiros: A lei falou mais alto. Parece que o jogo virou, não é mesmo, senhor prefeito?

Destaque do Editor

A transmissão da cidadania italiana jure sanguinis pode ser comprovada por qualquer meio, diz a Corte de Cassação da Itália

Cidadania Italiana

Ao contratar um advogado para processo de cidadania italiana, opte por um que mantenha representante no Brasil.

Cidadania Italiana

Cidadania italiana irregular: 92 cidades da província de Nápoles entram em investigação.

Cidadania Italiana

Silmara Fabotti, líder de esquema de cidadania italiana falsa, planejava fugir da Itália, relata juiz.

Cidadania Italiana

Descaso com o Codice Fiscale: Conselheiro do CGIE denuncia "Gaming the System" nos consulados.

Cidadania Italiana

A crescente diáspora italiana: Migração em massa em busca de melhores oportunidades e realização pessoal.

Cidadania Italiana

Passaporte em todo lugar: A partir de julho, correios italianos facilitam renovação e emissão

Itália no Brasil

Um voo histórico de solidariedade: A ajuda humanitária da Itália ao Rio Grande do Sul.

Itália no Brasil

Aviso por correio convoca os eleitores para participarem das eleições do Parlamento Europeu de 2024.

Cidadania Italiana

Investigação revela esquema de corrupção envolvendo falsos certificados de residência em troca de dinheiro e favores sexuais.