Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Itália no Brasil

Itália prolonga suspensão de voos vindos do Brasil

Itália voos Brasil
Itália prolonga suspensão de voos vindos do Brasil | Aeroflap

O ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza, anunciou neste sábado (30) que suspenderá por mais 15 dias os voos vindos do Brasil.

A medida é para evitar a entrada da nova cepa que surgiu no norte do país.

O ministro italiano da Saúde, Roberto Speranza, anunciou neste sábado (30) que suspenderá por mais 15 dias os voos vindos do Brasil, para evitar a chegada da nova cepa que surgiu no norte do país.

A suspensão poderá ser renovada, disse um porta-voz do ministro. Segundo Speranza, o decreto também proíbe a entrada na Itália de todas as pessoas que estiveram no Brasil nos últimos dias 14 dias.

O ministro anunciou a decisão no Facebook e acrescentou que a Itália “continuará a acompanhar a situação com prudência“.

Flexibilização de medidas  

A Itália decidiu nesta sexta-feira (29) diminuir as restrições contra o coronavírus em algumas regiões, apesar dos alertas de especialistas em saúde pública.

Apúlia, Sardenha, Sicília, Umbria e a província autônoma de Bolzano passarão a partir de domingo (31) ao nível de alerta “laranja” (risco médio), enquanto o resto do país passará para o nível “amarelo”, segundo o Ministério da Saúde.

O nível amarelo permite a abertura de bares, cafés e restaurantes durante o dia e flexibiliza circulação entre as regiões.

Além disso, os museus podem reabrir, mas apenas durante a semana.

A flexibilização contraria a tendência geral dos demais países europeus de implementar medidas mais severas.

A Organização Mundial de Saúde alertou na quinta-feira que é “muito cedo” para suspender algumas medidas, devido à presença “ainda muito elevada” do vírus. “Sim, a Itália vai contra a tendência geral”, reconheceu Walter Ricciardi, especialista em saúde pública e assessor do Ministério da Saúde sobre a pandemia.

Alta taxa de incidência

Segundo o especialista, as medidas restritivas adotadas na itália durante o Natal e o Ano Novo ajudaram a estabilizar os números do vírus, sem reduzi-los.

A Itália é um dos países mais afetados pelo coronavírus, com mais de 87.858 mortes e uma recessão recorde.

De acordo com o GIMBE, um grupo de especialistas independentes, a Itália registrou 799 casos de vírus por 100.000 habitantes entre 20 e 26 de janeiro – uma taxa de incidência que indica descontrole sobre a epidemia. (Com informações da AFP

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Cotidiano

Primeiro voo entre São Paulo e Roma vai decolar no dia 2 de junho

Comer e beber

Há séculos que o manjericão é conhecido e utilizado por diversas culturas. Saiba para que serve e propriedades

Destinos

Todos os voos da Ita serão feitos na rota Roma-Guarulhos com início em 1 de junho de 2022

Destinos

A empresa aérea italiana ainda não divulgou uma data para começo dos voos regulares ao Brasil

Cotidiano

Europeus que quiserem vistar o país devem apresentar comprovante de vacinação, teste negativo, ou atestado de infecção prévia por Covid-19

Cotidiano

A Itália registrou mais 153 mortes e 30.798 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas

Cotidiano

Itália atingiu nesta sexta-feira o pico da quarta onda, com 20.497 novos casos de Covid

Cotidiano

Comissão Europeia vai avançar com nova recomendação sobre viagens entre os Estados-membros

Cotidiano

Organização afirmou que alta nos casos gera 'preocupações'

Cotidiano

Poderão entrar no país europeu os turistas que receberam os imunizantes da Janssen, AstraZeneca, Moderna e Pfizer.

Cotidiano

98,8% das mortes desde fevereiro não haviam concluído o ciclo de vacinação

Cotidiano

Itália tem menor número de mortes por Covid em quase 11 meses