Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Economia

Itália cria projeto para proteger empresas com mais de 50 anos

 A medida foi criada em meio à crise na tradicional marca de chocolates Pernigotti. Foto: Divulgação

Fundo para proteger ‘marcas históricas’ recebe aporte inicial de 100 milhões de euros

O Conselho dos Ministros da Itália aprovou um decreto que institui um fundo de pelo menos 100 milhões de euros para proteger “marcas históricas” do país.

A medida faz parte do chamado “Decreto Crescimento”, pacote de ações para reativar a economia italiana, e foi chancelada pelo governo na semana passada. Por se tratar de um decreto-lei, a iniciativa tem entrada em vigor imediata como medida provisória, e o Parlamento terá de votá-la em um prazo de 60 dias.

A partir de agora, o Gabinete Italiano de Patentes, ligado ao Ministério do Desenvolvimento Econômico, terá um registro especial para marcas históricas, ou seja, aquelas com mais de 50 anos de existência.

A inscrição nesse registro se dará a pedido do proprietário da empresa ou por iniciativa do próprio governo, caso a companhia demonstre a intenção de fechar sua fábrica. A medida foi criada em meio à crise na tradicional marca de chocolates Pernigotti, fundada em 1868 e cuja fábrica de Novi Ligure, no Piemonte, corre o risco de fechar as portas.

O decreto obriga as “marcas históricas” a comunicarem ao governo um eventual encerramento das atividades. Dessa forma, o Ministério do Desenvolvimento Econômico tentará buscar um comprador ou identificar alternativas para garantir os empregos e o uso da marca.

Quem desrespeitar essa norma estará sujeito a multas de até 3% do faturamento. O governo também será responsável pela gestão do fundo criado para tutelar essas empresas, que terá capital inicial de 100 milhões de euros.

Made in Italy

O “Decreto Crescimento” também estabelece a criação de um selo “made in Italy” voltado especificamente para produtos italianos vendidos no exterior.

O objetivo é combater itens de outros países que tentam emular uma falsa ligação com a Itália. O selo será opcional e a pagamento.

Por Agência Ansa 

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Destinos

Restrição vai durar pelo menos até o dia 15 de março para viagens turísticas; há casos em que a entrada será liberada

Cotidiano

Primeiro avião com a nova pintura azul levará o nome do ex-jogador italiano Paolo Rossi

Cotidiano

Nas últimas 24 horas, a Itália registrou mais 20.677 casos de covid-19 e outras 120 mortes, o maior número desde maio

Cotidiano

Relatório Anual sobre os Italianos no Exterior foi divulgado nesta terça-feira

Herança italiana

Lupo: a família trentina que escolheu o Brasil para viver e fazer crescer seus sonhos de empreendedorismo.

Cotidiano

Oficial: primeiro supercarro totalmente elétrico da Ferrari vai chegar em 2025

Destinos

Sem turismo, as aldeias da Itália também estão em risco. E, junto com eles, também os produtos típicos desses lugares.

Economia

Um século de história do motociclismo, com a capacidade de olhar para a frente e inovar, mantendo-se fiel aos seus valores.

Itália no Brasil

O Brasil importou da Itália em 2020 cerca de US$ 231 milhões em vinhos, massas e outros produtos do Made in Italy. Um aumento...

Cotidiano

Quais são as comidas preferidas pelos italianos? Antes de tudo é preciso dizer que a comida para nós é um assunto sério. Deixa o...

Economia

Um tecido que protege contra a transmissão do Coronavírus através de superfícies: é ideia de uma empresa italiana

Economia

Nascido em família modesta, antes de desenhar roupas Giorgio Armani se matriculou na Faculdade de Medicina e trabalhou como vitrinista