Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Economia

Itália cria projeto para proteger empresas com mais de 50 anos

 A medida foi criada em meio à crise na tradicional marca de chocolates Pernigotti. Foto: Divulgação

Fundo para proteger ‘marcas históricas’ recebe aporte inicial de 100 milhões de euros

O Conselho dos Ministros da Itália aprovou um decreto que institui um fundo de pelo menos 100 milhões de euros para proteger “marcas históricas” do país.

A medida faz parte do chamado “Decreto Crescimento”, pacote de ações para reativar a economia italiana, e foi chancelada pelo governo na semana passada. Por se tratar de um decreto-lei, a iniciativa tem entrada em vigor imediata como medida provisória, e o Parlamento terá de votá-la em um prazo de 60 dias.

A partir de agora, o Gabinete Italiano de Patentes, ligado ao Ministério do Desenvolvimento Econômico, terá um registro especial para marcas históricas, ou seja, aquelas com mais de 50 anos de existência.

A inscrição nesse registro se dará a pedido do proprietário da empresa ou por iniciativa do próprio governo, caso a companhia demonstre a intenção de fechar sua fábrica. A medida foi criada em meio à crise na tradicional marca de chocolates Pernigotti, fundada em 1868 e cuja fábrica de Novi Ligure, no Piemonte, corre o risco de fechar as portas.

O decreto obriga as “marcas históricas” a comunicarem ao governo um eventual encerramento das atividades. Dessa forma, o Ministério do Desenvolvimento Econômico tentará buscar um comprador ou identificar alternativas para garantir os empregos e o uso da marca.

Quem desrespeitar essa norma estará sujeito a multas de até 3% do faturamento. O governo também será responsável pela gestão do fundo criado para tutelar essas empresas, que terá capital inicial de 100 milhões de euros.

Made in Italy

O “Decreto Crescimento” também estabelece a criação de um selo “made in Italy” voltado especificamente para produtos italianos vendidos no exterior.

O objetivo é combater itens de outros países que tentam emular uma falsa ligação com a Itália. O selo será opcional e a pagamento.

Por Agência Ansa 

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Estilo de vida

Por que não adotar o sobrenome do seu marido na Itália: Entenda os motivos.

Cotidiano

Pontremoli lança programa “Residentes do Futuro” para estimular novos moradores.

Cidadania Italiana

Congresso terá presença de figuras relevantes do judiciário italiano, do Ministério do Interior e da Procuradoria Geral do Estado

Comer e beber

Verdade ou mito: Os italianos realmente comem pasta todos os dias?

Cidadania Italiana

Da Itália à Espanha: A jornada de Riccardo Consoli em busca de um futuro mais acolhedor.

Cidadania Italiana

Os brasileiros estão entre as dez nacionalidades que mais obtiveram uma cidadania da União Europeia em 2022.

Turismo

Iniciativa conta com 28 municípios divididos em 10 regiões

Cidadania Italiana

Brasil destaca-se como o 4º país com mais cidadãos adquirindo nacionalidade italiana.

Cidadania Italiana

O ius soli é um problema falso, não é necessário: os números desconstroem a narrativa da esquerda, segundo jornalista.

Arte & Cultura

Russell Crowe se apresentará no anfiteatro de Pompeia.

Cinema italiano

Massimiliano Narciso trabalhou como designer de ‘War is Over’ no curta-metragem de animação inspirado na música de John e Yoko.

Cotidiano

Enel mancha a reputação italiana no Brasil devido a constantes falhas no fornecimento de energia em São Paulo