Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cultura

Roma comemora 150 anos do Impressionismo com exposição

Degas, Manet, Renoir e De Nittis são destaques

Degas, Manet, Renoir e De Nittis são destaques
Visitante olhando a famosa obra-prima de Renoir | Foto: Depositphotos

Entre 30 de março e 28 de julho, Roma abriga a exposição “Impressionistas – A Alba da Modernidade”, uma mostra antológica que celebra o movimento artístico criado há 150 anos.

Foram reunidas no Museu Histórico da Infantaria mais de 160 obras de 66 artistas, com destaque para Degas, Manet, Renoir e De Nittis.

“É uma exposição com um cunho especial, inédito, realizada especialmente para este local”, explicou Vincenzo Sanfo, membro do comitê científico que realiza a mostra.

Dividida em três seções, ela abraça um arco temporal desde o início do século 19, com obras de Ingres, Corot, Delcroix e Doré, todas provenientes de coleções particulares italianas e francesas; passando pelos herdeiros Toulouse-Lautrec, Permeke, Derain, Dufy e Vlamininck; e concluindo-se em 1968 com uma gravura de Pablo Picasso, homenageando Degas e Desboutin.

Ao lado de obras de grandes protagonistas como Pissarro, Degas, Cézanne, Sisley, Monet, Morisot e Renoir destacam-se também telas de artistas menos conhecidos, como Bracquemond, Forain, Lepic, Millet e Firmin-Girad.

Entre os principais focos estão o desenho, as incisões e as técnicas de impressão, influenciadas pelo advento da fotografia.

“Os impressionistas abandonam a pintura acadêmica dos grandes quadros históricos e começam a retratar uns aos outros ou a imortalizar momentos da vida cotidiana. Têm uma visão da pintura muito menos formal”, disse Gilles Chazal, do mesmo comitê organizador.

A mesma ótica aparece na coleção de livros, cartas e objetos pessoais em exposição, como uma chaleira de Monet.

“O impressionismo não é um movimento, mas uma condição humana, que nasce quando a pintura da realidade é derrotada pela invenção da fotografia.

É a vida, a possibilidade de representar estados de ânimo. É feita para nos dizer o que a realidade nos provoca lá dentro. Por isso não acabará nunca”, avalia o crítico de arte Vittorio Sgarbi, que lidera a mostra. (ANSA)

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Variedades

Iniciativa quer combater despovoamento de áreas montanhosas.

Cotidiano

Influenciadora teve imagem arranhada por prática desleal

Variedades

Cidade foi devastada pela erupção do Vesúvio, assim como Pompeia.

Arte & Cultura

Lançado no fim de outubro e exibido em preto e branco, foi o filme que mais faturou com bilheteria na Itália em 2023

Notícias

Marca terceirizava produção com empresas chinesas irregulares.

Economia

Evento contou com apoio do Consulado-Geral da Itália em SP.

Notícias

Grupo de 8 companhias participa de feira de fundição em SP.

Notícias

Cúpula acontecerá entre 13 e 15 de junho na região da Puglia.

Cotidiano

Imperia ocupa 1ª posição de ranking elaborado pelo iLMeteo.it

Arte & Cultura

Exposição 'Life as a Scientist' será aberta no dia 21 de junho.

Turismo

Alta temporada no país vai de junho a setembro.

Cultura

Mostra 'Oltreoceano' ocorre no Salão Negro do Congresso Nacional.