Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

Italianismo

Comer e beber

Conheça 25 doces de Natal típicos da Itália

Doces italia Natal
A Itália tem uma variedade incrível de doces típicos de Natal, como o Struffoli

Conhecida por sua rica gastronomia, a Itália tem uma variedade incrível de doces típicos de Natal.

Zeppole, pandoro, pandolce, struffoli… Separamos 25 doces de Norte ao Sul da Itália. Mas a lista é bem maior.


Bendita Cidadania


Bendita Cidadania

Saborosas preparações caseiras, artesanais e industriais, que acompanham as festas de Natal com seus sabores, e dos quais na Itália há uma ampla gama em todas as regiões. 

Pan di Sapa

Image 1 of 25

A Pan di sapa é um dos doces mais tradicionais da Sardenha. Em Cagliari é produzido principalmente nas festas de "Tutti i morti", mas é preparado também para o Natal. Cada canto da Sardenha tem a sua maneira de preparar a Pan di sapa. Na Apúlia é conhecido como "vincotto".


PUBLICIDADE

22 doces de Natal típicos da Itália

Pandoro

O “Pandoro” é um bolo italiano, que é comido como sobremesa, especialmente depois do jantar de Natal. Vem de “Pan d’Oro”, ou pão de ouro. Pandoro já foi descrito no século XVIII. O bolo foi encontrado nos círculos superiores de Veneza. Um século depois, tornou-se a especialidade de Verona, onde a receita foi refinada. 

Tronchetto

No Piemonte, não pode faltar o “tronchetto di Natale”, doce nascido de uma antiga lenda, na qual a lenha de madeira deveria queimar lentamente na chaminé para trazer sorte. Os ingredientes são creme de castanhas e chocolate, unidos por ovo, manteiga, queijo mascarpone e chantily. 

Crescenzin

Crescenzin é uma variante do pão preto de Coimo, em Val Vighezzo. No passado era preparado apenas duas vezes por ano e normalmente no Natal como um presente trazido por Jesus. É feito com nozes, figos e passas.

Spongata

Na Emília-Romanha, o destaque é dado à “spongata”, torta natalina assada na manteiga, que prevê ainda mel, temperos, frutas secas, cristalizadas, ou cozidas na geleia.   

Canarico, cannariculi ou turdilli

Conhecido no Brasil por “canarico”, o cannariculi (ou cannaricoli), é um doce natalino típica da tradição culinária calabresa. Dependendo da região da Itália, eles também são chamados de turdilli. Os ingredientes principais são: farinha de trigo, vinho, óleo, canela e cravo em pó, fermento, açúcar e mel.

Pandolce

O pandolce genovês ou simplesmente pandolce é um produto típico, especialmente da Liguria. A tradição antiga diz que deve ser trazido à mesa pelo mais novo da casa, servido com um ramo de louro no meio, um símbolo de sorte e bem-estar.

Panpepato

Panpepato ou pampepato é um bolo redondo e doce típico da Província de Ferrara, Siena, Província de Terni, Sabina e Valle Latina. Panpepato é um tipo de panforte.

Panforte

Panforte é um típico doce de Natal italiano, que contém amêndoas, avelãs e frutas cristalizadas, além da cobertura polvilhada com açúcar de confeiteiro, cujas origens são muito antigas: os primeiros registros escritos datam do século XI. Naquela época chamava-se pane natalizio, pane aromatico ou pan pepatus.

Parrozzo

Parrozzo ou pan rozzo é um bolo tradicional da região de Abruzzo, na Itália. É tradicionalmente servido como uma sobremesa de Natal, mas também é apreciado durante todo o ano. Parrozzo é oficialmente designado como um produto alimentar tradicional de Abruzzo.

Micooula

Já no Vale d’Osta, o pão doce típico das festividades é a “micooula”, preparada com trigo e centeio, além de castanhas, figos secos e uva-passa.   

Caggiunitti

Caggiunitti são deliciosos doces fritos, semelhantes aos raviólis, tradicionalmente comidos na véspera de Natal, mas que na verdade acompanham todo o período de Natal. É típico do Abruzzo, e em seu recheio leva mel, castanhas, chocolate amargo, grão de bico, rum e canela.

Frustingo

Frustingo ou frostengo é um doce de Natal da região de Marche. e é feito com frutas secas e figos.

Pangiallo romano

pangiallo romano é uma sobremesa típica das festas de origem antiga, que remonta à Roma imperial. É comum ser preparado no dia do solstício de inverno como um bom presságio para o retorno de longos dias de sol, uma forma que lembra um pouco esta sobremesa. É comum na Umbria, na Toscana e em geral em todo o centro da Itália.

Subiachini

No início dos anos 1900, esses biscoitos começaram a ser feitos na aldeia de Subiaco, inicialmente reservada para uma classe média-alta, mas que, a partir do pós-guerra, se espalhou até entre os mais pobres. Os Subiachini são caracterizados por diferentes formas: pomba, losango, elípticos e recentemente também alongados e são feitos com ingredientes simples. 

Zeppole

A zeppola ou zeppoli no plural, bolo de São José, sfinge ou Bignè di S. Giuseppe, é um pastel de massa folha típico das regiões de Roma e Nápoles. Também servido na Sicília, o doce é um clássico da cozinha italiana.

Susamielli

Susamielli são biscoitos napolitanos típicos da época do Natal em Nápoles, mas que é encontrado em toda a Itália. Feito na forma de “S”, o doce é preparado com gergelim e mel e o nome deriva da união desses dois ingredientes. São também conhecidas pelo nome de sapienze porque no século XVII as Clarissas do Convento de Santa Maria della Sapienza especializavam-se na preparação destes doces. 

Mostaccioli

Mustacciuoli é uma massa tradicional de Nápoles, geralmente servida na época do Natal. O Mustaccioli assume a forma de um paralelogramo e consiste em um interior macio, temperado e em forma de bolo, coberto de chocolate

Struffoli

Struffoli são bolinhas de massa doce, fritas e depois mergulhadas no mel e decoradas com granulados coloridos e frutas cristalizadas. É tradição napolitana para o natal.

Roccocò

Roccocò é uma sobremesa típica napolitana. É feito com amêndoas, frutas cítricas e muitos temperos (pisto) que lhe conferem um sabor único. É um biscoito bastante duro, mas pode ser amaciado mergulhando-o em espumante ou limoncello.

Cicirata

A cicirata , ou cicirchiata, é uma sobremesa típica da Calábria e da Basilicata, preparada para as festas de Natal. É muito parecido com o struffoli.

Cartellate

O Cartellate é um típico doce de Natal da Puglia, feito de massa com farinha, azeite e vinho branco. Sua fitas recortadas, de massa muito fina, são fechadas em forma de rosas ou coroas que lembram, para o imaginário popular, a coroa de espinho de Jesus Cristo. Fritos, podem ser servidos com vincotto ou com mel derramado e, por fim, decorados com amêndoas açucaradas e frutos secos.

Pan di sapa

A Pan di sapa é um dos doces mais tradicionais da Sardenha. Em Cagliari é produzido principalmente nas festas de “Tutti i morti”, mas é preparado também para o Natal. Cada canto da Sardenha tem a sua maneira de preparar a Pan di sapa. Na Apúlia é conhecido como “vincotto”.

Buccellato

Buccellato ou cucciddatu é um doce tradicional da Sicília. É um doce com uma massa com crosta fina. É decorado de várias maneiras e recheado com figos secos, passas, amêndoa, casca de laranja e outros ingredientes, que variam conforme o local onde for preparado.

Feito no forno, o buccellato conserva-se durante muito tempo, estando presente nas mesas sicilianas durante todo o período natalício.

Torrone

O torrone é um doce italiano típico principalmente de Natal. Feito de clara de ovo, mel e açúcar, é recheado com amêndoas, nozes, amendoins ou avelãs torradas. Alguns são cobertos com chocolate.

Cubaita

A Cubaita, ou cubbaita, é uma receita que deriva do árabe “quibbiat” que significa “amêndoa”.

É um torrone feito de amêndoa, gergelim e mel. E é uma sobremesa popular em toda a Sicília, mesmo que preparem tipos diferentes. No entanto, os mais conhecidos são os preparados com gergelim e amêndoas picadas. Uma variante mais conhecida é a “giggiulena”, em que as amêndoas crocantes são cobertas com sementes de gergelim e mel. 

Deixa o seu comentário:

Mais de Italianismo

Cidadania Italiana

Como montar a árvore genealógica para cidadania italiana? Conheça serviços e novas tecnologias para realizar pesquisas genealógicas e encontrar dados sobre a história da...

Destinos

Uma viagem pelas obras-primas arquitetônicas mais fotografadas do mundo.

Cotidiano

Xuxa Meneghel mostra sua mansão no Rio e revela planos para morar na Toscana, na Itália.

Cotidiano

Casa da Moeda faz homenagem a profissionais de saúde em moeda especial de 2 euros

Cotidiano

Ministro da Saúde assinou ordem que proíbe voos do Brasil e entrada de quem tenha transitado pelo país nos últimos 14 dias.

Cidadania Italiana

A nova carta de identidade italiana não usará mais termos como “pai” ou “mãe”, mas sim o gênero neutro. Deixa o seu comentário:

Destinos

Empresa quer ocupar espaço deixado pela Air Italy, que faliu em 2020.

Cotidiano

Tudo o que você precisa saber, se pretende embarcar para a Itália: o guia completo