Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Cidade italiana faz tributo aos médicos e enfermeiras da FEB

Homenagem aos profissionais de saúde que ajudaram os feridos de guerra em 1944.

tributo feb pistoia
Cidade italiana faz tributo aos médicos e enfermeiras da FEB

Um monumento dedicado à memória das enfermeiras e da equipe médica da Força Expedicionária Brasileira (FEB), regimento enviado pelo país para lutar pela libertação da Itália na Segunda Guerra Mundial, foi inaugurado nesta sexta-feira (23) na Piazza della Resistenza, em Pistoia, na Toscana.   

A iniciativa foi organizada pela associação Linea Gotica Pistoiese Onlus e pelo Exército Brasileiro em homenagem aos profissionais de saúde que ajudaram os feridos de guerra no primeiro hospital de campanha criado na cidade italiana, em 1944.   

A cerimônia contou apenas com as autoridades institucionais, devido à pandemia do novo coronavírus. Estiveram presentes o prefeito de Pistoia, Alessandro Tomasi, o adido do Exército junto à Embaixada do Brasil na Itália, o coronel André Luiz dos Santos Franco, alguns representantes da sede diplomática brasileira em Roma e religiosos.   

tributo feb
Tributo aos médicos e enfermeiras da FEB. Corpo Militar Expedicionário brasileiro na Segunda Guerra Mundial

Durante o evento, a medalha “Tributo alla FEB” também foi afixada na faixa municipal de Pistoia, onde está o Monumento Votivo Militar, construído no local que abrigava o antigo cemitério de pracinhas.   

A inauguração foi possível após uma série de estudos para elaborar e colocar em prática a ideia e graças também à contribuição fundamental da Fundação Cassa di Risparmio di Pistoia e Pescia, que apoiam as iniciativas locais.   

O monumento é feito de mármore bruto com uma base de pedra. O canteiro de flores foi realizado com terra brasileira, enquanto que as placas comemorativas foram feitas de metal com acabamento acetinado.   

“A amizade entre o Brasil e a cidade de Pistoia se renova mais uma vez graças à afixação de uma placa comemorativa na área dedicada à memória do jardim na Piazza della Resistenza, em um canteiro posicionado em frente à entrada da Fortaleza, lembrando a Força Expedicionária Brasileira (FEB), que nos anos da Segunda Guerra Mundial fazia parte do 5º Exército”, diz um comunicado oficial da prefeitura.   

A FEB chegou à Itália em setembro de 1944, em um dos momentos mais críticos da guerra. As primeiras lutas evidenciaram a equipe médica brasileira, que contou com 73 voluntários. (ANSA)

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Cotidiano

Pontremoli lança programa “Residentes do Futuro” para estimular novos moradores.

Cidadania Italiana

Congresso terá presença de figuras relevantes do judiciário italiano, do Ministério do Interior e da Procuradoria Geral do Estado

Cidadania Italiana

Especialistas se reúnem em Padova para discutir os desafios e implicações da cidadania italiana para descendentes.

Cidadania Italiana

Da Itália à Espanha: A jornada de Riccardo Consoli em busca de um futuro mais acolhedor.

Cidadania Italiana

Brasil destaca-se como o 4º país com mais cidadãos adquirindo nacionalidade italiana.

Cidadania Italiana

O ius soli é um problema falso, não é necessário: os números desconstroem a narrativa da esquerda, segundo jornalista.

Cotidiano

Enel mancha a reputação italiana no Brasil devido a constantes falhas no fornecimento de energia em São Paulo

Cotidiano

Porta critica atuação governamental na demora e ineficácia das negociações do Acordo de Conversão de CNH entre o Brasil e a Itália

Variedades

A idade média em que os italianos se tornam pais tem aumentado ao longo dos anos.

Economia

Tesla explora potencial da fabricação de veículos elétricos na Itália: Caminhões e vans na pauta, dizem jornais

Cidadania Italiana

Quase 214.000 pessoas tornaram-se cidadãos italianos em 2022, tornando a Itália o país da UE com o maior número de pedidos de cidadania concedidos.

Cotidiano

A União Europeia flexibilizará regras em torno do 'permissão única' para trabalhadores não pertencentes à UE