Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Cidade italiana faz tributo aos médicos e enfermeiras da FEB

Homenagem aos profissionais de saúde que ajudaram os feridos de guerra em 1944.

tributo feb pistoia
Cidade italiana faz tributo aos médicos e enfermeiras da FEB

Um monumento dedicado à memória das enfermeiras e da equipe médica da Força Expedicionária Brasileira (FEB), regimento enviado pelo país para lutar pela libertação da Itália na Segunda Guerra Mundial, foi inaugurado nesta sexta-feira (23) na Piazza della Resistenza, em Pistoia, na Toscana.   

Ação Contra as filasAção Contra as filas

A iniciativa foi organizada pela associação Linea Gotica Pistoiese Onlus e pelo Exército Brasileiro em homenagem aos profissionais de saúde que ajudaram os feridos de guerra no primeiro hospital de campanha criado na cidade italiana, em 1944.   

A cerimônia contou apenas com as autoridades institucionais, devido à pandemia do novo coronavírus. Estiveram presentes o prefeito de Pistoia, Alessandro Tomasi, o adido do Exército junto à Embaixada do Brasil na Itália, o coronel André Luiz dos Santos Franco, alguns representantes da sede diplomática brasileira em Roma e religiosos.   

tributo feb
Tributo aos médicos e enfermeiras da FEB. Corpo Militar Expedicionário brasileiro na Segunda Guerra Mundial

Durante o evento, a medalha “Tributo alla FEB” também foi afixada na faixa municipal de Pistoia, onde está o Monumento Votivo Militar, construído no local que abrigava o antigo cemitério de pracinhas.   

A inauguração foi possível após uma série de estudos para elaborar e colocar em prática a ideia e graças também à contribuição fundamental da Fundação Cassa di Risparmio di Pistoia e Pescia, que apoiam as iniciativas locais.   

O monumento é feito de mármore bruto com uma base de pedra. O canteiro de flores foi realizado com terra brasileira, enquanto que as placas comemorativas foram feitas de metal com acabamento acetinado.   

“A amizade entre o Brasil e a cidade de Pistoia se renova mais uma vez graças à afixação de uma placa comemorativa na área dedicada à memória do jardim na Piazza della Resistenza, em um canteiro posicionado em frente à entrada da Fortaleza, lembrando a Força Expedicionária Brasileira (FEB), que nos anos da Segunda Guerra Mundial fazia parte do 5º Exército”, diz um comunicado oficial da prefeitura.   

A FEB chegou à Itália em setembro de 1944, em um dos momentos mais críticos da guerra. As primeiras lutas evidenciaram a equipe médica brasileira, que contou com 73 voluntários. (ANSA)

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Una buona notizia!

Annunziata Murgia é a pessoa mais velha a frequentar aulas em sua classe noturna depois que a Segunda Guerra Mundial arruinou seus estudos

Comer e beber

Além de armas, Itália enviou milhares de pacotes ultracompactos para apoiar os combatentes contra a Rússia

Cotidiano

Diferente do que acontece no Brasil, na Itália o serviço militar não é obrigatório

Cotidiano

“A todos vocês, a minha continência. Ontem, hoje e sempre, Brasil e Itália sempre juntos”, disse Bolsonaro   

História

Capital do Piemonte sofreu o pior bombardeio durante toda a Segunda Guerra Mundial

Itália no Brasil

Santa Teresa, na região serrana do Espírito Santo, terá programação de inverno em homenagem à Itália. Deixa o seu comentário:

Vida & Estilo

Tenente Cordeiro pertencia ao Primeiro Grupo de Aviação de Caça Deixa o seu comentário:

História

Em Nápoles, veículos e motocicletas dos anos 1940 são abandonados em galeria subterrânea Deixa o seu comentário:

Vida & Estilo

Apoio inclui disponibilização de pessoal militar, ajuda na criação de hospitais de campo e transporte de suprimentos

Vida & Estilo

Sobrevivente do covid-19, idoso morreu ao lado de esposa e filhos

Vida & Estilo

Militares expressaram vontade de produzir a cloroquina

Itália no Brasil

Antonio Anastasia propôs a sessão especial, que teve apoio de outros senadores Deixa o seu comentário: