Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Economia

Cidade italiana coloca 500 casas abandonadas à venda por um euro cada

Cidade italiana coloca 500 casas abandonadas à venda por um euro cada

Compradores têm que renová-las dentro de três anos ou então devolvê-las

De acordo com um artigo do Mail Online, divulgado na terça-feira, até ao momento foram colocadas à venda 100 imóveis, é previsto que o mesmo aconteça com outros 400. O anúncio da venda por parte do governo local tem sido feita através de cartazes colocados nas portas das casas.

Ação Contra as filasAção Contra as filas

Qualquer um que compre uma casa precisa renová-la dentro de três anos ou perdem o depósito de 7 mil euros (cerca de R$ 32 mi). A avaliação das casas indica que, para restaurar cada metro quadrado, são necessários de 107 dólares (95 euros). Os custos administrativos ficam entre 3.573 e 5.760 euros.

Mussomeli fica numa colina, a duas horas a sudeste de Palermo, e tem cavernas bizantinas e um castelo medieval, bem como numerosas igrejas antigas.

Algumas das casas são muito pequenas mas outras compostas por vários quartos. Segundo o artigo, os imóveis oferecem igualmente vistas deslumbrantes para os campos italianos.

A cidade histórica, que tem inúmeras ruas em pedra, tem visto a sua população de 11 mil habitantes a diminuir ao longo dos anos. Esta mudança iniciou quando os italianos começaram a abandonar as áreas rurais, indo para as cidades.

Segundo o Mail Online, arquitetos e engenheiros locais estão à disposição para ajudar no trabalho, mas os compradores podem optar por obter ajuda externa, caso prefiram. Até serem vendidas, as casas permanecem fechadas.

Esta iniciativa não é a primeira do gênero. No ano passado, a cidade de Ollolai, que fica na região montanhosa de Barbagia, na ilha da Sardenha, também vendia 200 residências de pedra e abandonadas por um euro cada.

Sem emprego, a população da cidade caiu para a metade nas últimas três décadas, e os atuais 1.300 habitantes – a maioria casais sem filhos e de meia-idade – estão abandonando a região.

 

 

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Cotidiano

Senador da Liga faz campanha contra a imigração em Lampedusa, no sul da Itália

Cotidiano

Itália procura profissionais argentinos e oferece altos salários em euros

Cotidiano

Em 2021, foram 253,1 mil habitantes a menos no país

Cotidiano

Em Sambuca, na Sicília, é cada vez mais provável passear nas ruas estreitas e ouvir o sotaque norte-americano

Cotidiano

As propriedades ficam no sul da Itália e os novos donos precisarão restaurá-las

Comer e beber

Conheça receitas típicas de Páscoa na Itália, de norte a sul.

Una buona notizia!

Annunziata Murgia é a pessoa mais velha a frequentar aulas em sua classe noturna depois que a Segunda Guerra Mundial arruinou seus estudos

História

Jill Biden se tornou a primeira ítalo-americana no papel de primeira-dama dos EUA

Destinos

Lollove, no interior da região da Sardenha, é completamente desconectada do resto do mundo

Cotidiano

Pesquisa Codacons sobre o custo de vida nas principais cidades italianas: bens e serviços custam mais na capital lombarda

Cotidiano

O “aventureiro” escolhido pode levar companhia e não paga aluguel por um ano

Destinos

Centuripe, uma pequena cidade escondida nas colinas da Sicília, na Itália, oferece uma vista única dos ares. Deixa o seu comentário: