Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

Italianismo

Cotidiano

Brexit: 2 mil libras para quem deixar Reino Unido e voltar à Europa

Governo britânico está pronto para pagar 2 mil libras aos cidadãos da UE que queiram abandonar o país.

Brexit deixar Reino Unido
Um anúncio do governo na estação de South Kensington em Londres encorajando os cidadãos da UE a se inscreverem no programa "EU settlement scheme" | Foto: Adrian Dennis / AFP / Getty Images

Você é cidadão da União Europeia, mas residente no Reino Unido e, por acaso, depois do Brexit pensa em sair do país? O governo inglês está pronto para pagar a passagem aérea e te dar até 2 mil libras – cerca de R$ 14, 7 mil.

O programa tem como objetivo incentivar imigrantes europeus a deixarem voluntariamente o país, informou o Guardian, nesta terça-feira (26).


Bendita Cidadania


Bendita Cidadania

O “regime de regresso voluntário” já existia para migrantes de outras partes do mundo e foi estendido aos cidadãos europeus.

“Alguns cidadãos da UE podem não querer ficar no Reino Unido. É por isso que agora eles podem obter ajuda para um retorno voluntário ”, disse um porta-voz do governo ao jornal londrino.

Os que optarem por ficar têm atualmente até 30 de junho para se inscreverem no sistema de regularização de cidadãos do bloco europeu no Reino Unido, conhecido pela sigla EUSS (EU Settlement Scheme).

Caso contrário, eles serão considerados ilegais e potencialmente sujeitos a processo judicial se continuarem a viver ou trabalhar no país.

Embora o governo do Reino Unido afirme que tem feito tudo para garantir que as pessoas estejam cientes do que é exigido delas, um relatório concluiu que muitos europeus não sabiam ou não tinham certeza do que deveriam fazer para serem autorizados a ficar.

SIGA O ITALIANISMO


De acordo com o relatório – intitulado When the Clapping Stops: EU Care Workers After Brexit – milhares de trabalhadores-chave no Reino Unido correm o risco de perder seu direito ao trabalho, incluindo muitos trabalhadores do NHS, o Serviço Nacional de Saúde.

“Se mesmo uma pequena fração dos residentes estimados no EEE + (UE, EEE e Suíça) não puderem se inscrever a tempo, dezenas de milhares perderão seu status na calada da noite”, alerta o Conselho Conjunto para o Bem-Estar dos Imigrantes, do JWCI.

Como funciona o “EU Settlement Scheme”

Se você não é cidadão britânico e vive em solo britânico, deve regularizar a sua situação através do EUSS.

Isto se aplica para todos os cidadãos do Espaço Econômico Europeu, da União Europeia e da Suíça. Isso também se aplica a quem não é britânico, mas nasceu no Reino Unido, e mais:

  • Aos que têm uma autorização de residência por tempo indeterminado estão isentos do procedimento.
  • Aos que se mudaram para o Reino Unido antes de entrar na UE (portanto, antes de 1º de janeiro de 1973).
  • Aqueles que se mudaram para lá temporariamente – e sem residência – por motivos de trabalho (e pode apresentar a permissão do Frontier Worker ) e diplomatas.
Leia também

Deixa o seu comentário:

Mais de Italianismo

Cotidiano

Sobrenomes italianos estão presentes nos cargos públicos mais importantes do Brasil

Itália no Brasil

21 DE FEVEREIRO: DIA DE CELEBRAR A IMIGRAÇÃO ITALIANA NO BRASIL

Cotidiano

A Comissão Europeia anunciou nesta quarta-feira a compra de 150 milhões de novas doses da vacina da farmacêutica Moderna contra a covid-19 este ano....

Cotidiano

Presidente da Comissão Europeia acredita que experiência de Draghi é recurso extraordinário para toda a Europa

Cotidiano

Rejeição à vacina contra a Covid-19 chega a 25% nos EUA e 40% na França. Resistência é mais baixa na Itália (12%)

Cotidiano

A proposta da Comissão será agora avaliada pelo Conselho, que reúne governos dos 27 membros.

Cotidiano

Cinco estrangeiros explicam o que os levou a se mudar para a Itália.

Cidadania Italiana

Relatório mostra que Portugal é um dos lugares mais amigáveis ​​para imigrantes. A Itália é a 8ª.