Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cidadania Italiana

Atraso na cidadania para trentinos é culpa da Covid-19, diz governo italiano

A culpa do atraso, segundo a nota enviada pelo ministério, seria a epidemia de Covid 19.

cidadania para trentinos
Atraso na cidadania para trentinos é culpa da Covid, diz governo italiano | Ilustração: Depositphotos

A pandemia da Covid-19 é a responsável pelos atrasos nos processos de reconhecimento da cidadania italiana para os descendentes de trentinos, pelo menos para a Subsecretária do Ministério do Interior da Itália, Wanda Ferro.

Em resposta ao deputado Fabio Porta, ela argumentou que “a tramitação dos processos, devido à epidemia de Covid-19, registrou um retardamento” entre 2020 e 2021.

Os requerentes aguardam a finalização dos processos há quase 20 anos.

“Nossa preocupação com a demora na finalização dos pedidos de reconhecimento da cidadania italiana, apresentados pelos descendentes de trentinos com base na lei nº 379 de 14 de dezembro de 2000, são confirmados pela resposta da Subsecretária do Ministério do Interior”, disse Porta em nota enviada ao Italianismo.

Segundo o governo italiano, 40.137 processos de reconhecimento da cidadania italiana apresentados pelos descendentes de trentinos foram finalizados.

Outras 400 práticas estão sendo analisadas e cerca de 1.800 ainda aguardam na fila. Mas o número é bem maior.

Nas contas do Ministério não constam os pedidos solicitados pelos consulados e que ainda não foram registrados no sistema. A representante do governo italiano não informou o número exato, no entanto, assegurou que os prazos para averiguação dos requerimentos estão sendo “melhorados” constantemente.

“Não podemos fazer nada além de esperar, vinte anos após a entrada em vigor de uma lei do Estado, que as melhorias anunciadas pelo governo se traduzam em fatos concretos, respondendo às justas expectativas dos cidadãos”, finalizou Porta.

Atualmente, descendentes de imigrantes trentinos não têm direito à cidadania italiana

A Lei nº 379/2000, de 14 de dezembro de 2000, regulamentada em novembro de 2002, dava o direito à cidadania italiana aos descendentes de trentinos, do então Grande Império Austro-Húngaro, que dominou parte do norte da Itália. A lei vigorou até 19 de dezembro de 2005 e foi prorrogada até 19 de dezembro de 2010.

Desde então, os descendentes de imigrantes trentinos não têm mais direito ao reconhecimento da cidadania italiana.

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Destaque do Editor

O ranking mostra o posicionamento, o número de famílias e o número de municípios em que os sobrenomes italianos estão espalhados.

Destaque do Editor

A transmissão da cidadania italiana jure sanguinis pode ser comprovada por qualquer meio, diz a Corte de Cassação da Itália

Cotidiano

Prefeito perde batalha contra ítalo-brasileiros: A lei falou mais alto. Parece que o jogo virou, não é mesmo, senhor prefeito?

Cidadania Italiana

Ao contratar um advogado para processo de cidadania italiana, opte por um que mantenha representante no Brasil.

Cidadania Italiana

Cidadania italiana irregular: 92 cidades da província de Nápoles entram em investigação.

Cidadania Italiana

Silmara Fabotti, líder de esquema de cidadania italiana falsa, planejava fugir da Itália, relata juiz.

Cidadania Italiana

Descaso com o Codice Fiscale: Conselheiro do CGIE denuncia "Gaming the System" nos consulados.

Cidadania Italiana

Passaporte em todo lugar: A partir de julho, correios italianos facilitam renovação e emissão

Cidadania Italiana

A crescente diáspora italiana: Migração em massa em busca de melhores oportunidades e realização pessoal.

Itália no Brasil

Um voo histórico de solidariedade: A ajuda humanitária da Itália ao Rio Grande do Sul.

Itália no Brasil

Aviso por correio convoca os eleitores para participarem das eleições do Parlamento Europeu de 2024.

Cidadania Italiana

Investigação revela esquema de corrupção envolvendo falsos certificados de residência em troca de dinheiro e favores sexuais.