Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Comer e beber

A história por trás da fonte italiana que jorra vinho de qualidade e de graça

A fonte flui vinho Montepulciano d'Abruzzo; Vêm gente de todo lugar pra beber. Foto: thefoodmakers

Fontana di Vino, no Abruzzo, funciona todos os dias para todos que passam por lá

Já dizia a bíblia que o vinho foi criado para a alegria dos homens. E na Itália, isto é levado muito a sério. Em uma pequena cidade do centro da Itália existe uma fonte de vinho – um puro Montepulciano d’Abruzzo – que funciona todos os dias, o tempo todo, para qualquer pessoa. E o melhor: é totalmente gratuita.

A fonte de vinho foi construída em 2016 na adega Dora Sarchese, na cidade Caldari di Ortona, no Abruzzo, para saciar a sede dos fiéis que completam a peregrinação religiosa do Caminho de São Tomé.

O trajeto é muito conhecido por italianos e turistas. Milhares de cristãos partem de Roma até Caldari di Ortono, todos os anos, para visitar a catedral onde estariam os restos mortais do discípulo Tomás.

A ideia de criar uma fonte “eterna” de vinho para aqueles que passam pela cidade partiu da associação Cammino di San Tommaso, das fundadoras Dina Cespa e Luigi Nascisi, inspiradas por uma fonte de vinho no Caminho de Santiago, em Navarra, na Espanha. “Alguns amigos me enviaram uma foto da fonte de vinho como uma provocação. Mas assim que eu vi eu pensei: eu vou fazer isso também”, relembra Nicola D’Auria, proprietário da vinícola Dora Sarchese.

Fonte jorra um puro Montepulciano d’Abruzzo. Foto: thefoodmakers

O projeto foi pensado para promover turismo para a região e atrair mais turistas e peregrinos. Segundo a associação, a fonte é uma ótima forma de dar boas vindas aos turistas. “A intenção é promover o nosso território, o Abruzzo, que, do ponto de vista do turismo não é tão desenvolvido. Os turistas passam por nós para ir para a Puglia, mas não param. Eles não conhecem a beleza que a região oferece”, lamenta D’Auria.

Nicola D’Auria, da Dora Sarchese: fonte jorra vinho Montepulciano d’Abruzzo. Foto: thefoodmakers

Hoje, ele recebe curiosos de todas as partes do mundo. “Outro dia vieram uns finlandeses que estavam indo para a Sicília. Veio também uma televisão francesa fazer uma reportagem e me disseram que estamos em uma revista chamada Forbes. Desculpe a ignorância, mas você a conhece?”, diz o proprietário.

Reservatório que abastece a fonte. Foto: thefoodmakers

A fonte está sempre aberta, mas com um controle mais rígido na parte da noite. “Chegou um senhor com a sua esposa e estava procurando a fonte. Em determinado ponto ele confessou que tinha seis garrafões no carro. Você percebe? Eu disse a ele que se ele queria tomar um ou dois copo estava bem, mas encher os garrafões era proibido”.

Com informações de Luiza Belloni/HuffPost Brasil e Carlotta Balena/The Food Makers

 

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Cotidiano

Calascio é uma das 20 cidades em toda a Itália que devem receber, cada, € 20 milhões (R$ 100 milhões) do governo em Roma

Economia

Exportações agroalimentares italianas alcançam 50 bilhões de euros em 2021

Comer e beber

A garrafa de vinho mais preciosa do mundo foi feita na Itália: é um Amarone della Valpolicella, enfeitado com diamantes e rubis

Comer e beber

Apesar da queda de produção de 9% (44,5 milhões de hectolitros), a Itália continua como maior produtora mundial do setor

Comer e beber

O novo Guia Bibenda 2022 elegeu os dez melhores vinhos da Itália: aqui estão as excelências

Cotidiano

Robô submarino tira fotos do navio e da carga de ânforas que datam do século II a.C.

Comer e beber

Descubra como uma taça de vinho pode trazer uma boa dose de saúde e bem-estar para o seu dia a dia.

Comer e beber

Beber um bom vinho durante as refeições ou no fim do dia é o capricho de muita gente, sem contar as pessoas que acham...

Comer e beber

O New York Times selecionou os melhores vinhos baratos do mundo abaixo de 20 euros: na lista estão cinco rótulos italianos

Itália no Brasil

O Brasil importou da Itália em 2020 cerca de US$ 231 milhões em vinhos, massas e outros produtos do Made in Italy. Um aumento...

Cotidiano

O padre Pietro Cesena que viralizou na véspera de Natal sugerindo beber muito muito está internado com covid. Deixa o seu comentário:

Comer e beber

Durante missa de Natal, padre na Itália, recomendou beber muito vinho porque, segundo ele “os sóbrios não vão para o céu”. Deixa o seu...