Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Comer e beber

A história por trás da fonte italiana que jorra vinho de qualidade e de graça

A fonte flui vinho Montepulciano d'Abruzzo; Vêm gente de todo lugar pra beber. Foto: thefoodmakers

Fontana di Vino, no Abruzzo, funciona todos os dias para todos que passam por lá

Já dizia a bíblia que o vinho foi criado para a alegria dos homens. E na Itália, isto é levado muito a sério. Em uma pequena cidade do centro da Itália existe uma fonte de vinho – um puro Montepulciano d’Abruzzo – que funciona todos os dias, o tempo todo, para qualquer pessoa. E o melhor: é totalmente gratuita.

A fonte de vinho foi construída em 2016 na adega Dora Sarchese, na cidade Caldari di Ortona, no Abruzzo, para saciar a sede dos fiéis que completam a peregrinação religiosa do Caminho de São Tomé.

O trajeto é muito conhecido por italianos e turistas. Milhares de cristãos partem de Roma até Caldari di Ortono, todos os anos, para visitar a catedral onde estariam os restos mortais do discípulo Tomás.

A ideia de criar uma fonte “eterna” de vinho para aqueles que passam pela cidade partiu da associação Cammino di San Tommaso, das fundadoras Dina Cespa e Luigi Nascisi, inspiradas por uma fonte de vinho no Caminho de Santiago, em Navarra, na Espanha. “Alguns amigos me enviaram uma foto da fonte de vinho como uma provocação. Mas assim que eu vi eu pensei: eu vou fazer isso também”, relembra Nicola D’Auria, proprietário da vinícola Dora Sarchese.

Fonte jorra um puro Montepulciano d’Abruzzo. Foto: thefoodmakers

O projeto foi pensado para promover turismo para a região e atrair mais turistas e peregrinos. Segundo a associação, a fonte é uma ótima forma de dar boas vindas aos turistas. “A intenção é promover o nosso território, o Abruzzo, que, do ponto de vista do turismo não é tão desenvolvido. Os turistas passam por nós para ir para a Puglia, mas não param. Eles não conhecem a beleza que a região oferece”, lamenta D’Auria.

Nicola D’Auria, da Dora Sarchese: fonte jorra vinho Montepulciano d’Abruzzo. Foto: thefoodmakers

Hoje, ele recebe curiosos de todas as partes do mundo. “Outro dia vieram uns finlandeses que estavam indo para a Sicília. Veio também uma televisão francesa fazer uma reportagem e me disseram que estamos em uma revista chamada Forbes. Desculpe a ignorância, mas você a conhece?”, diz o proprietário.

Reservatório que abastece a fonte. Foto: thefoodmakers

A fonte está sempre aberta, mas com um controle mais rígido na parte da noite. “Chegou um senhor com a sua esposa e estava procurando a fonte. Em determinado ponto ele confessou que tinha seis garrafões no carro. Você percebe? Eu disse a ele que se ele queria tomar um ou dois copo estava bem, mas encher os garrafões era proibido”.

Com informações de Luiza Belloni/HuffPost Brasil e Carlotta Balena/The Food Makers

 

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Estilo de vida

Por que não adotar o sobrenome do seu marido na Itália: Entenda os motivos.

Cotidiano

Pontremoli lança programa “Residentes do Futuro” para estimular novos moradores.

Cidadania Italiana

Congresso terá presença de figuras relevantes do judiciário italiano, do Ministério do Interior e da Procuradoria Geral do Estado

Comer e beber

Verdade ou mito: Os italianos realmente comem pasta todos os dias?

Cidadania Italiana

Da Itália à Espanha: A jornada de Riccardo Consoli em busca de um futuro mais acolhedor.

Cidadania Italiana

Os brasileiros estão entre as dez nacionalidades que mais obtiveram uma cidadania da União Europeia em 2022.

Cidadania Italiana

Brasil destaca-se como o 4º país com mais cidadãos adquirindo nacionalidade italiana.

Turismo

Iniciativa conta com 28 municípios divididos em 10 regiões

Cidadania Italiana

O ius soli é um problema falso, não é necessário: os números desconstroem a narrativa da esquerda, segundo jornalista.

Arte & Cultura

Russell Crowe se apresentará no anfiteatro de Pompeia.

Cotidiano

Enel mancha a reputação italiana no Brasil devido a constantes falhas no fornecimento de energia em São Paulo

Cotidiano

Porta critica atuação governamental na demora e ineficácia das negociações do Acordo de Conversão de CNH entre o Brasil e a Itália