Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo
atletas olímpicos da Itália
12% dos atletas olímpicos da Itália são ítalo-descendentes

Esporte

12% dos atletas olímpicos da Itália são ítalo-descendentes

A Itália terá atletas nascidos em outras nações em 13 modalidades ao longo das Olimpíadas de Tóquio

A delegação enviada pela Itália para os Jogos Olímpicos de Tóquio é formada por 384 atletas, sendo que 46 deles, 12% do total, nasceram no exterior.   

A lista de “oriundi”, termo utilizado para designar pessoas nascidas no exterior de ascendência italiana, que vão disputar as Olimpíadas sob a bandeira tricolor é liderada pelos Estados Unidos.

No total, 10 esportistas nascidos em solo norte-americano vão defender a nação europeia em Tóquio, com destaque para o softbol feminino, que possui seis jogadoras.   

Pietro Figlioli, capitão da equipe de polo aquático, é o unico ítalo-brasileiro na delegação Azurra em Tóquio

Na modalidade, que começou nesta quarta-feira (21), a Itália perdeu para os Estados Unidos por 2 a 0. Na segunda rodada da fase de grupos, a Azzurra irá encarar a Austrália.  

A Itália também tem nas Olimpíadas quatro competidores nascidos em Cuba, com dois representantes no wrestling, um no vôlei e outra no atletismo. O top 3 é fechado pelos três dominicanos que defenderão a Azzurra em Tóquio, todos no atletismo.   

A delegação italiana ainda conta com atletas nascidos na Alemanha (dois), Hungria (dois), Tunísia (dois), Marrocos (dois) e Brasil (um). O único brasileiro é Pietro Figlioli, capitão da equipe de polo aquático, e que irá disputar sua quinta Olimpíada, mas a terceira pela Azzurra.   

No geral, a delegação italiana será composta por “oriundi” de 28 países diferentes e de todos os continentes, sendo 18 das Américas do Norte e Central, 13 da Europa, 10 da África, três da América do Sul, um da Ásia e um da Oceania.   

Já entre as modalidades, a equipe italiana de atletismo está na ponta da tabela, com 20 “oriundi” representando a nação europeia. Na sequência, aparecem o softbol, que possui seis competidores, e o vôlei, que tem quatro. Os três esportes são seguidos por wrestling (dois), polo aquático (dois), vôlei de praia (dois), saltos ornamentais (dois) e ginástica olímpica (dois).   

A Itália terá atletas nascidos em outras nações em 13 modalidades ao longo das Olimpíadas de Tóquio. A cerimônia de abertura do megaevento será na próxima sexta-feira (23), a partir das 8h (Brasília). (ANSA). 

Leia também

* * * * *

Gostou do artigo? Então comente ou compartilhe nas suas redes sociais.

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Cotidiano

O “aventureiro” escolhido pode levar companhia e não paga aluguel por um ano

Cotidiano

Ômicron e Delta estão causando 'tsunami' de casos de covid na Europa

Turismo

Setor de turismo representa cerca de 13% do PIB da Itália

Cotidiano

A Itália registrou 36.293 novos casos de Covid-19, totalizando 5.472.469 contágios, informou o boletim diário do Ministério da Saúde. Deixa o seu comentário:

Destinos

Do Brasil não é possível entrar na Itália por motivos de turismo

Negócios

Comitê estima o fim da produção de carros a combustão no país em 2035 para veículos particulares

Cotidiano

Com o ítalo-brasileiro Jorginho, Fifa anuncia indicados ao prêmio de melhores do ano

Esporte

Dez seleções que terminaram em segundo lugar disputarão a repescagem em março do ano que vem

Cotidiano

As novas regras ainda não permitem viajantes provenientes do Brasil para turismo

Cotidiano

Oxynotus Centrina habita a até 700 metros de profundidade, e foi encontrado por marinheiros na ilha de Elba

Esporte

Favorita contra a Suíça, a Itália ainda não perdeu em 4 jogos e soma 10 pontos.

Cotidiano

Europa se divide mais uma vez na ajuda a refugiados. Alguns países fecharam as fronteiras ao sofrimento afegão