Connect with us

Hi, what are you looking for?

Vida & Estilo

“O coronavírus não existe”, diz ato em Roma e Milão

Atos em 30 cidades da Itália negam a existência da pandemia

Mais de 33 mil pessoas mortas e 233 mil pessoas contaminadas. Mas para o grupo “Marcha em Roma“, criado nas redes sociais, a pandemia do coronavírus não existe.

De Trento à Milão, passando por Bolonha, Florença, Turim até chegar em Roma. Milhares de manifestantes se reuniram neste sábado (30), em pelo menos 30 cidades, para protestar contra o governo e negar a existência da doença.

O vírus é um truque do governo para inventar a crise“, diziam os manifestantes.

Vestidos com coletes laranjas, o grupo gritava “liberdade, liberdade”.

“O vírus é um cavalo de Tróia, ele não existe e por esse motivo muitos hoje não usam máscara” – pronunciava um dos manifestantes usando um megafone – “eles estão nos fazendo falhar, não sei qual é o desenho político deles, eles querem refazer as regras sociais. Eles querem nos limitar e registrar todos nós”, dizia.

O vírus é o maior blefe da história organizada das finanças mundiais“, esbravejada outro manifestante.

Virologistas e especialistas em epidemias responderam nas mídias sociais dizendo que a manifestação era “um insulto às vítimas e aos médicos“.

Além de negar a existência do covid-19, os manifestantes pediam a renúncia do governo, a formação de uma nova assembleia constituinte e a saída da Itália do euro.

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Facebook

Leia também:

Destinos

Sem turistas, setor deixou de arrecadar cerca de 7,6 bilhões de euros, segundo associação de comerciantes Deixa o seu comentário:

Cidadania Italiana

Apesar da proibição, quem tem origem no país europeu é aceito Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Relatório comparou período da pandemia com meses pré-Covid Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Andrea Bocelli critica governo italiano por quarentena e diz que não acredita no coronavírus Deixa o seu comentário: