Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Volta às aulas na Itália: “haverá transtornos, mas estamos com vocês”, diz premiê

Na véspera do início do novo ano letivo, o premier se dirige a alunos, professores e pais | Foto: Remo Casilli / REUTERS

Algumas das medidas de segurança sanitária prometidas pelo governo italiano não foram cumpridas

“Haverá dificuldades e inconvenientes, sobretudo, no início”. A frase é de Giuseppe Conte, primeiro-ministro da Itália, que admitiu, em vídeo publicado no Facebook neste domingo (13), que existem incertezas com a retomada das aulas.

“Será um momento de intensa emoção. É uma emoção que também viverei como chefe de um governo que trabalhou para uma volta em segurança, mas também como pai”, completou Conte.

Na maior parte da Itália, o retorno à escola acontece nesta segunda-feira (14).

Para a retomada, o primeiro-ministro fez um apelo para que os estudantes respeitem as regras estipuladas para evitar a propagação do novo coronavírus, que provoca a Covid-19, dentro e fora das salas de aula.

Além disso, se dirigiu aos professores. “Aplaudo pelo esforço extraordinário nestes meses de confinamento, ao seguir ensinando a distância”, disse.

Entre as regiões da Itália, Friuli e Venezia Giulia retomarão aulas na quarta-feira; a Sardenha no dia 22 deste mês; Apulia, Calabria, Basilicata, Abruzzo e Campania em 24 de setembro, após as eleições regionais.

Logística falhou

O principal problema para a volta das aulas é que os assentos individuais para os estudantes, prometidos pelo governo, não chegaram, embora tenham sido prometidas 2,5 milhões de carteiras.

Até o momento, foram algumas milhares de unidades, apenas.

Também foi anunciado o envio de 11 milhões de máscaras diárias, que também não chegaram na quantidade necessária para todas as escolas.

Comunicados enviados às famílias, inclusive, pedem que as crianças levem a proteção facial de casa.

Os protocolos estabelecidos na Itália indicam que cada turma terá que entrar e sair em horários diferentes e, se possível, por portões distintos, para que se evitem as aglomerações. Serão organizados também os momentos de uso de banheiro, recreios e alimentação.

Caso um aluno manifeste na escola os sintomas compatíveis com a Covid-19, o governo decidiu que ele deve ser isolado e enviado para casa antes do possível, acompanhado dos pais.

As autoridades de saúde de cada município ficarão responsáveis por decidir se o estudante deverá ser testado para o novo coronavírus, se fará isolamento de 14 dias, assim como os contatos próximos, o que também significaria colegas de classe e professores.

* Com Agência EFE

E aí, gostou do artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais e traga seus amigos, colegas e seguidores para a discussão. Em caso de dúvidas a respeito do assunto, não hesite em deixar seu comentário.

Deixa o seu comentário:

Mais de Italianismo

Estudar na Itália

Obrigatória a apresentação de certificado sanitário para professores e funcionários escolares

Cotidiano

Itália ainda não explicou se o passe verde poderá ser usado por italianos residentes em países de risco, como o Brasil

Cotidiano

Proibição abre exceção para residentes no país europeu. Não há previsão para flexibilizar normas

Cotidiano

Uso de proteção ainda é necessário em locais onde haja aglomeração, como mercados, feiras, ou filas

Estudar na Itália

O prazo para se candidatar segue até o dia 31 de maio.

Cotidiano

A Itália deve iniciar a vacinação contra a Covid-19 de todas as pessoas acima dos 16 anos em 3 de junho. Deixa o seu...

Cotidiano

Mais de 9,85 milhões de pessoas já receberam as duas doses; Dois terços das vacinas foram destinados a maiores de 60 anos

Cotidiano

O Ministério da Universidade e da Pesquisa da Itália publicou o regulamento para quem quer estudar no país no próximo ano acadêmico. Deixa o...

Cotidiano

Mais de 25 milhões de doses aplicadas. Até o final do mês, a decisão de imunizar jovens entre 12 e 15 anos.

Cotidiano

Itália abre exceção para brasileiros entrarem no país em meio à pandemia de Covid-19.

Cotidiano

Os dados foram atualizados nesta sexta-feira e incluem também o fim de semana da Páscoa.

Cotidiano

Balanço da vacinação contra Covid-19 deste domingo (28), às 15h31, mostra que 9.258.640 pessoas já receberam pelo menos uma dose da vacina na Itália....