Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Estilo de vida

Receosa, Itália anuncia abandono gradual da quarentena

Ministro da Itália anuncia relaxamento gradual
Premier italiano Giuseppe Conte durante reunião por vídeo com líderes da União Europeia Foto: Filippo Attilio / pozzuoli21

Plano apresentado neste domingo prevê três datas para retorno das atividades

Itália anunciou neste domingo (26) que começará a relaxar a quarentena a partir do dia 4 de maio. As regras da chamada “fase dois” de contenção ao vírus foram explicadas pelo premier Giuseppe Conte, que agradeceu a colaboração da população, mas disse que o retorno lento e gradual à normalidade é fundamental para evitar um novo crescimento dos casos.

A fase dois do plano de contenção, segundo Conte, será de “convivência com o vírus”, e ocorrerá em três etapas, que começarão nos dias 4 de maio, 18 de maio e 1º de junho.

“Nós esperamos um desafio bastante complexo”, disse o premier sobre o plano, que levou semanas para ser elaborado, “Nós precisaremos viver com o vírus e adotar todas as precauções possíveis”, falou.

Nada de festa entre os familiares

A partir do dia 4 de maio será permitida a visita a familiares – “mas não festas privadas”, como advertiu o premier – e funerais com até 15 pessoas. Missas e cultos religiosos, no entanto, continuarão suspensos, algo que gerou críticas de organizações católicas. Parques e jardins serão reabertos para a prática de esportes individuais, desde que se respeite uma distância de 2 metros. Portanto, cabe ao município a decisão da abertura dos parques.

Ainda assim,  os motivos para sair não se ampliarão. O trânsito entre as regiões do país continuará suspenso e aqueles que saírem de casa deverão apresentar declarações justificando suas jornadas. Será ainda criada uma lei regulando que apenas aqueles com temperaturas corporais inferiores a 37,5 graus poderão sair de casa.

Nesta primeira etapa, boa parte da atividade industrial e da construção civil será retomada. Duas semanas depois, no dia 18, começará a reabertura do comércio. Além das lojas, museus, centros de exposição e bibliotecas poderão abrir novamente suas portas. O resto das indústrias também poderá voltar à normalidade. Livrarias, papelarias e lojas de roupas de bebês já estão abertas desde o dia 14 de abril.

Restaurantes e bares apenas em junho

Caso a curva de contágio permaneça sob controle, restaurantes e bares poderão voltar ao funcionamento normal a partir do dia 1º de junho, mas respeitando as regras de distanciamento social. Salões de beleza, barbearias e estabelecimentos de cuidados pessoais também poderão voltar a funcionar. As escolas, por sua vez, só serão reabertas com o início do novo ano letivo, em setembro.

“A reabertura será permitida sob a condição de que todas as companhias envolvidas respeitem estritamente os protocolos”, disse Conte.

A quarentena foi particularmente dura para a Itália, dona de uma das maiores dívidas públicas do planeta.

Em meio a previsões de que o país terá sua pior recessão desde a Segunda Guerra Mundial, empresários vêm pressionando o governo para que a retomada da economia ocorra com maior velocidade.

De acordo com Conte, restrições deverão continuar em vigor até que uma vacina contra a Covid-19 seja descoberta.

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Cotidiano

Pontremoli lança programa “Residentes do Futuro” para estimular novos moradores.

Cidadania Italiana

Congresso terá presença de figuras relevantes do judiciário italiano, do Ministério do Interior e da Procuradoria Geral do Estado

Cidadania Italiana

Especialistas se reúnem em Padova para discutir os desafios e implicações da cidadania italiana para descendentes.

Cidadania Italiana

Da Itália à Espanha: A jornada de Riccardo Consoli em busca de um futuro mais acolhedor.

Cidadania Italiana

Brasil destaca-se como o 4º país com mais cidadãos adquirindo nacionalidade italiana.

Cidadania Italiana

O ius soli é um problema falso, não é necessário: os números desconstroem a narrativa da esquerda, segundo jornalista.

Cotidiano

Enel mancha a reputação italiana no Brasil devido a constantes falhas no fornecimento de energia em São Paulo

Cotidiano

Porta critica atuação governamental na demora e ineficácia das negociações do Acordo de Conversão de CNH entre o Brasil e a Itália

Variedades

A idade média em que os italianos se tornam pais tem aumentado ao longo dos anos.

Economia

Tesla explora potencial da fabricação de veículos elétricos na Itália: Caminhões e vans na pauta, dizem jornais

Cidadania Italiana

Quase 214.000 pessoas tornaram-se cidadãos italianos em 2022, tornando a Itália o país da UE com o maior número de pedidos de cidadania concedidos.

Cotidiano

A União Europeia flexibilizará regras em torno do 'permissão única' para trabalhadores não pertencentes à UE