Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Comer e beber

Os 100 melhores chefs do mundo em 2021: 11 são italianos

O ranking dos 100 melhores chefs do mundo conta com 11 italianos presentes no ranking. Em 2019 eram 9

melhores chefs do mundo 2021
Massimo Bottura é o primeiro italiano na lista do melhores chefs do mundo em 2021 | Foto: Metro

The Best Chef é uma comunidade mundial de amantes da comida e bons profissionais da cozinha. Este projeto, nascido em 2015, a partir de uma ideia de Joanna Slusarczyk e Cristian Gadau, visa criar uma comunidade onde chefs de todo o mundo possam se encontrar e trocar ideias sobre diferentes experiências gastronômicas.

Em 2017, o The Best Chef apresentou o The Best Chef Awards, um ranking que tem como objetivo premiar os melhores chefs do mundo em diferentes categorias. 

O evento de premiação aconteceu em 2017 em Varsóvia, em 2018 em Milão, em 2019 em Barcelona e em 2020 com uma edição virtual, por causa da pandemia. Em 2021, por outro lado, a festa de premiação voltou e a quinta edição dos The Best Chef Awards foi organizada em Amsterdã sob o tema “Back to LIVE. Back to reality“.

O melhor pizzaiolo do mundo é italiano

O prêmio especial The Best Chef Pizza deste ano foi para Franco Pepe com a sua pizzaria Pepe em Grani di Caiazzo, na província de Caserta. Pepe conseguiu apresentar a nível internacional, sem nunca o banalizar, um dos pratos simbólicos da Itália: a pizza. 

Há gerações que a família de Pepe está ligada ao mundo dos restaurantes, mas Franco conseguiu criar uma abordagem nova e inovadora a este símbolo da cozinha italiana.

O ranking dos 100 melhores chefs do mundo

A lista de participantes deste ano contou com a participação de chefs de 29 países diferentes.

A premiação Best Chef Top100 criada por Perlage viu Dabiz Muñoz do restaurante DiverXo em Madrid ganhar o primeiro prêmio, seguido por Björn Frantzén de Frantzén de Estocolmo e Andoni Luis Aduriz de Mugaritz em San Sebastiá.

No ranking dos 100 melhores também estão 11 chefs italianos. Na posição 16 está Massimo Bottura da Osteria Francescana em Modena; na vigésima posição está Mauro Uliassi, do Uliassi, em Senigallia, enquanto que na 35ª posição está Niko Romito e seu restaurante Reale em Castel di Sangro e na 69ª posição aparece Floriano Pellegrino com o seu Irmãos de Lecce.

Aqui está a classificação dos 100 melhores chefs do mundo em 2021:

  • # 1 Dabiz Munoz – Espanha
  • # 2 Björn Frantzen – Suécia
  • # 3 Adonis Luiz Aduriz – Espanha
  • # 4 Joan Roca – Espanha
  • # 5 Rene Redzepi – Dinamarca
  • # 6 Disfrutar – Espanha
  • # 7 Ana Ros – Eslovênia
  • # 8 Alex Atala – Brasil
  • # 9 Vladimir Mukhin – Rússia
  • # 10 Mauro Colagreco – Argentina
  • # 11 Virgilio Martinez – Peru
  • # 12 Rasmus Kofoed – Dinamarca
  • # 13 Jonnie Boer – Holanda
  • Nº 14 Grant Achatz – EUA
  • # 15 Anne-Sophie Pic – França
  • # 16 Massimo Bottura – Itália
  • # 17 Julien Royer – França
  • # 18 Daniel Humm – Suíça
  • # 19 Andreas Caminada – Suíça
  • # 20 Mauro Uliassi – Itália
  • # 21 Manu Buffara – Brasil
  • # 22 Dan Barber – EUA
  • # 23 Dominique Crenn – França
  • # 24 Alain Passard – França
  • # 25 Pía León – Peru
  • # 26 Enrico Crippa – Itália
  • # 27 Clare Smyth – Grã-Bretanha
  • # 28 Martin Berasategui – Espanha
  • # 29 Rasmus Munk – Dinamarca
  • # 30 Christian Bau – Alemanha
  • # 31 Eneko Atxa – Espanha
  • # 32 Sven Elverfeld – Alemanha
  • # 33 Gaggan Anand – Tailândia
  • # 34 Yannick Alleno – França
  • # 35 Niko Romito – Itália
  • # 36 Heston Blumenthal – Grã-Bretanha
  • # 37 Paolo Casagrande – Itália
  • # 38 Henrique Sá Pessoa – Portugal
  • # 39 Antonia Klugmann – Itália
  • # 40 Nick Bril – Holanda
  • # 41 Yoshihiro Narisawa – Japão
  • # 42 Rodolfo Guzman – Chile
  • # 43 Peter Goossens – Bélgica
  • # 44 José Avillez – Portugal
  • # 45 Paco Roncero – Espanha
  • # 46 Joris Bijdendijk – Holanda
  • # 47 Jorge Vallejo – México
  • # 48 Ángel León – Espanha
  • # 49 Vicky Lau – Hong Kong
  • # 50 Hans Neuner – Áustria
  • # 51 Corey Lee – Coreia do Sul
  • # 52 Norbert Niederkofler – Itália
  • # 53 Eric Vildgaard – Dinamarca
  • # 54 Paco Morales – Espanha
  • # 55 Agustin Balbi – Argentina
  • # 56 Arnaud Donckele – França
  • # 57 Quique Dacosta – Espanha
  • # 58 Soenil Bahadoer – Holanda
  • # 59 Jordi Cruz – Espanha
  • # 60 Vicky Cheng – Hong Kong
  • # 61 Massimiliano Alajmo – Itália
  • # 62 Ivan & Sergey Berezutskiy – Rússia
  • # 63 Hiroyasu Kawate – Japão
  • # 64 Dennis Huwaë – Holanda
  • # 65 Tristin Farmer – Grã-Bretanha
  • # 66 Syrco Bakker – Holanda
  • # 67 Jacob Jan Boerma – Holanda
  • # 68 Nino Di Costanzo – Itália
  • # 69 Floriano Pellegrino – Itália
  • # 70 Jaime Pesaque – Peru
  • # 71 Emma Bengtsson – Suécia
  • # 72 Marco Müller – Alemanha
  • # 73 Thomas e Mathias Suhring – Alemanha
  • # 74 Michelangelo Mammoliti – Itália
  • # 75 Himanshu Saini – Índia
  • # 76 Alexandre Couillon – França
  • # 77 Gregoire Berger – França
  • # 78 Arnaud Lallement – França
  • # 79 Daniel Calvert – Grã-Bretanha
  • # 80 Sidney Schutte – Holanda
  • # 81 Adam Dahlberg & Albin Wessman – Suécia
  • # 82 Yusuke Takada – Japão
  • # 83 Helena Rizzo – Brasil
  • # 84 Mory Sacko – França
  • # 85 Karime Lopez – México
  • # 86 Dave Pynt – Austrália
  • # 87 Antonio Romero – Espanha
  • # 88 Przemysław Klima – Polônia
  • # 89 Diego Guerrero – Espanha
  • # 90 Anatoly Kazakov – Rússia
  • # 91 Guillaume Galliot – França
  • # 92 Jefferson Rueda – Brasil
  • # 93 Selassie Atadika – Gana
  • # 94 Dieuveil Malonga – Ruanda
  • # 95 Jonathan Zandbergen – Holanda
  • # 96 Rafa Costa e Silva – Brasil
  • # 97 Gert De Mangeleer – Bélgica
  • # 98 Leonor Espinosa – Colômbia
  • # 99 Jan Sobetsky – Holanda
  • # 100 Elena Reygadas – México.

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Destaque do Editor

O ranking mostra o posicionamento, o número de famílias e o número de municípios em que os sobrenomes italianos estão espalhados.

Destaque do Editor

Descubra como obter a cidadania italiana de forma segura e eficiente!

Estilo de vida

A Festa della Mamma foi introduzida no calendário na década de 1950

Cidadania Italiana

A cidadania italiana de Giovanna Ewbank: uma narrativa de rápido sucesso ou marketing disfarçado?

Cidadania Italiana

Senador Roberto Menia reforça críticas sobre reconhecimento da cidadania italiana no Brasil.

Cidadania Italiana

Cidadania negada: Quando a sobriedade é muito mais que uma questão de etiqueta.

Itália no Brasil

Consulado Geral da Itália em São Paulo: Uma pequena itália na maior metrópole brasileira.

História

Roma: a cidade imponente, erguida sobre os alicerces da história, celebra seu aniversário em 21 de abril

Economia

Consultoria fez estudo sobre taxa de sobrevivência de companhias.

Esporte

Eventos em memória do brasileiro vão durar até o início de junho.

Variedades

Homens avaliam melhor suas condições do que mulheres.

Variedades

Nova illy Art Collection será apresentada na Bienal de Veneza.