Connect with us

Hi, what are you looking for?

Cotidiano

Metade da população da italiana Bergamo têm anticorpos para Covid-19

57% tinham anticorpos que indicam que tiveram contato com o coronavírus

Uma pesquisa por amostragem revelou que mais da metade dos habitantes de Bergamo, cidade do norte da Itália, têm anticorpos para a Covid-19, disseram autoridades de saúde municipais nesta segunda-feira.

Dos 9.965 moradores que fizeram exames de sangue entre 23 de abril e 3 de junho, 57% tinham anticorpos que indicam que tiveram contato com o coronavírus, mostrou a pesquisa.

As autoridades de saúde municipais disseram que a amostragem foi “ampla o suficiente” para ser um indicador confiável de quantas pessoas foram infectadas em Bergamo, que se tornou o epicentro do surto italiano.

Anticorpos foram encontrados em pouco mais de 30% dos 10.404 profissionais de saúde examinados, mas em geral eles são considerados mais expostos ao risco do que outras pessoas.

Em relatório divulgado no início de maio, o instituto nacional de estatísticas Istat disse que o número de mortos em Bergamo cresceu 568% em março na comparação com a média de 2015-2019, o que fez dela a cidade italiana mais atingida em termos de óbitos.

Os hospitais logo ficaram sobrecarregados de pessoas infectadas. E como seus necrotérios não deram conta dos corpos, comboios de caminhões do Exército transportando os mortos se tornaram um símbolo arrepiante da pandemia global.

A província de Bergamo relatou 13.609 casos de coronavírus, mostraram dados oficiais nesta segunda-feira.

O Istat e o Ministério da Saúde lançaram uma campanha nacional de exames de sangue com a meta de examinar uma amostragem representativa de cerca de 150 mil pessoas para entender o alcance da epidemia de Covid-19 no país.

Por Reuters

Deixa o seu comentário:

Leia também:

Negócios

Número representa cerca de 10,1% do total de negócios no país Deixa o seu comentário:

Cotidiano

O índice de letalidade vem caindo de forma consistente desde o fim de junho Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Imunização deve começar em janeiro. Primeiras unidades serão para hospitais e asilos Deixa o seu comentário:

Cotidiano

“Devemos recomeçar a viver, há outros assuntos que perdemos além do Covid-19” Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Uma em cada 5 crianças é de famílias estrangeiras ou mistas, na Itália Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Itália não registrava número de óbitos diário tão elevado desde abril Deixa o seu comentário: