Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cidadania Italiana

Merlo: “um grande erro limitar a cidadania italiana”

cidadania italiana
Merlo: um 'grande erro' limitar a cidadania italiana | Foto: Fabio Frustaci/ANSA

Projeto em andamento prevê limitar o direito para os descendentes de italianos

O tema “cidadania italiana” voltou a gerar apreensão nos últimos dias.

Tudo porque um projeto de Lei – apresentado em novembro do ano passado, mas que veio a público somente agora para a comunidade italiana – prevê limitar o direito à cidadania para os descendentes de italianos.

O projeto é de Elisa Siragusa, do partido de esquerda “Movimento 5 Stelle“, e está na comissão de constitucionalidade desde abril.

A proposta tem assinaturas de outras 6 deputadas, do mesmo partido do comediante Beppe Grillo.

Segundo o projeto, que visa a modificar a Lei 91/1992, a transmissão da cidadania italiana passaria a valer apenas para a primeira geração, ou seja, apenas para filhos.

A motivação? Porque esses descendentes de terceira ou quarta gerações não têm ligação cultural ou linguística com a Itália.

O deputado Luis Roberto Lorenzato, da Lega, acredita que o partido de Siragusa e seus aliados têm votos suficientes para aprovar o texto.

Ele chegou a postar um texto bastante agressivo contra a proposta. “Um governo comunista que prefere africanos clandestinos, 99% homens, entre os 18- 30 anos, ‘bem dotados’, para integrar a cultura islâmica na Itália”, escreveu o parlamentar em sua página “Vote pela Cidadania“, no Facebook.

Entretanto, Ricardo Merlo, senador e subsecretário do Ministério das Relações Exteriores da Itália, acredita que é um grande erro limitar o “direito de sangue” e que a proposta não seguirá adiante.

“Cortar gerações de ius sanguinis significa causar incalculáveis ​​danos econômicos e culturais ao país. O reconhecimento do ius sanguinis não só é sustentável, ao contrário do que dizem alguns, mas gera enormes lucros para a economia italiana”, disse em entrevista ao portal “Italia chiama Italia“.

Segundo ele, os que se propõem a limitar a transmissão da cidadania italiana fazem porque obviamente não conhecem a realidade dos fatos. 

Eleito na América Latina, com votos principalmente da Argentina, ele prometeu lutar contra a proposta.

LEIA TAMBÉM:

Interesse por cidadania italiana via judicial dispara, indica Google

‘Reforma na cidadania italiana estava pronta, mas nos faria perder votos’, diz senadora

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Cotidiano

Pontremoli lança programa “Residentes do Futuro” para estimular novos moradores.

Cidadania Italiana

Congresso terá presença de figuras relevantes do judiciário italiano, do Ministério do Interior e da Procuradoria Geral do Estado

Cidadania Italiana

Especialistas se reúnem em Padova para discutir os desafios e implicações da cidadania italiana para descendentes.

Cidadania Italiana

Da Itália à Espanha: A jornada de Riccardo Consoli em busca de um futuro mais acolhedor.

Cotidiano

Porta critica atuação governamental na demora e ineficácia das negociações do Acordo de Conversão de CNH entre o Brasil e a Itália

Cotidiano

Enel mancha a reputação italiana no Brasil devido a constantes falhas no fornecimento de energia em São Paulo

Economia

Tesla explora potencial da fabricação de veículos elétricos na Itália: Caminhões e vans na pauta, dizem jornais

Cidadania Italiana

Quase 214.000 pessoas tornaram-se cidadãos italianos em 2022, tornando a Itália o país da UE com o maior número de pedidos de cidadania concedidos.

Cotidiano

Estudo assoalhar quantos estrangeiros vivem em Verona e nos municípios da província.

Viagem e Turismo

Prefeito também justificou nova taxa de acesso à cidade.

Arte & Cultura

Exposição traz 180 fotos de viagem por diversas facetas das ‘galáxias das migrações’

Cotidiano

O Ministério do Interior da Itália reforçou neste sábado (23) a segurança em diversos pontos do país.