Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Meloni critica influencer Chiara Ferragni por publicidade enganosa

Ferragni foi multada em pouco mais de um milhão de euros por prática comercial desleal na promoção de um pandoro para beneficência

Meloni Ferragni
Meloni critica influencer Chiara Ferragni por publicidade enganosa

A primeira-ministra italiana, Giorgia Meloni, não poupou críticas no último domingo àqueles que lucram com declarações de caridade consideradas enganosas, fazendo uma clara referência à recente sanção aplicada a Chiara Ferragni, a principal influenciadora do país.

Na sexta-feira, a Autoridade de Tutela das Comunicações e do Mercado (AGCOM) impôs uma multa de pouco mais de um milhão de euros às empresas controladas por Ferragni, como resultado de uma investigação sobre publicidade enganosa envolvendo panetones no Natal do ano passado.

Chiara Ferragni, empreendedora e influenciadora no cenário da moda, contando com quase 30 milhões de seguidores no Instagram, alinhada com a esquerda italiana e conhecida por suas críticas incisivas ao governo de Meloni, contestou vigorosamente a multa, alegando injustiça, e anunciou sua intenção de recorrer da decisão.

“Os verdadeiros modelos a seguir não são os influenciadores que ganham muito dinheiro vestindo roupas e mostrando bolsas… ou mesmo promovendo bolos caros que fazem as pessoas acreditarem que são caridosas”, declarou a primeira-ministra, sem mencionar explicitamente Ferragni.

Ma fé

A AGCOM também multou a fabricante Balocco em 420 mil euros, alegando que os consumidores foram induzidos a pensar que a compra do pandoro contribuiria para uma instituição de caridade para o câncer ósseo em um hospital em Turim, e que Ferragni estava fazendo doações pessoais.

O regulador afirmou que a Balocco havia feito um pagamento único de 50.000 euros ao hospital meses antes de lançar o bolo de Ferragni, e as vendas do produto não tiveram impacto nas doações à instituição. A Balocco discordou da decisão do regulador e afirmou que tomará medidas para proteger seus direitos.

A AGCOM ainda alegou que as empresas relacionadas a Ferragni não contribuíram financeiramente para o hospital, apesar de terem recebido mais de um milhão de euros para a iniciativa da marca e atividades promocionais correlatas.

“Temos que explicar aos jovens que criar produtos (Made in Italy) é muito mais extraordinário do que apenas exibi-los”, disse Giorgia Meloni em discurso no último dia do evento de seu partido de direita, Irmãos de Itália.

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Destaque do Editor

A transmissão da cidadania italiana jure sanguinis pode ser comprovada por qualquer meio, diz a Corte de Cassação da Itália

Cotidiano

Prefeito perde batalha contra ítalo-brasileiros: A lei falou mais alto. Parece que o jogo virou, não é mesmo, senhor prefeito?

Cidadania Italiana

Cidadania italiana irregular: 92 cidades da província de Nápoles entram em investigação.

Cidadania Italiana

Silmara Fabotti, líder de esquema de cidadania italiana falsa, planejava fugir da Itália, relata juiz.

Cidadania Italiana

A crescente diáspora italiana: Migração em massa em busca de melhores oportunidades e realização pessoal.

Itália no Brasil

Um voo histórico de solidariedade: A ajuda humanitária da Itália ao Rio Grande do Sul.

Cidadania Italiana

Investigação revela esquema de corrupção envolvendo falsos certificados de residência em troca de dinheiro e favores sexuais.

Cidadania Italiana

Rodrigo Faro se defende de acusações de envolvimento em esquema de falsificação de documentos para cidadania italiana

Cidadania Italiana

Apresentador de TV, empresários e jogadores de futebol têm processos de cidadania italiana cancelados na região de Nápoles.

Cotidiano

Meloni apresentou queixa antimáfia sobre fluxos migratórios.

Cidadania Italiana

Suspensão temporária das audiências durante o período eleitoral e possível greve dos juízes afeta ítalo-brasileiros.

Economia

Relatório Brand Finance Italy 100 de 2024 revela as marcas italianas de maior valor: Gucci lidera