Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo
Italianos poderão
Italianos poderão "ir ao mar e montanhas" neste verão, diz premiê | Foto: lettoquotidiano

Turismo

Italianos poderão “ir ao mar e montanhas” neste verão, diz premiê

Em entrevista, primeiro-ministro diz que italianos poderão desfrutar as belezas da Itália no próximo verão, que começa em junho

A Itália não passará este verão em quarentena, por causa da pandemia do covid-19, e os italianos poderão ir para as praias e montanhas, anunciou neste domingo, 10 de maio, o primeiro-ministro, Giuseppe Conte.

Neste verão, não teremos de continuar nas varandas e a beleza de Itália não permanecerá em quarentena. Poderemos ir ao mar, às montanhas e desfrutar das nossas cidades“, disse Conte em uma entrevista publicada pelo jornal Corriere della Sera, hoje.

A Itália iniciou a sua fase de desconfinamento na segunda-feira passada com a reabertura de algumas atividades, depois de ter sido um dos países europeus mais afetado pela pandemia, com mais de 200 mil casos de contaminação e mais de 30 mil mortes.

Seria bom que os italianos passassem as suas férias na Itália, mesmo que tenhamos que fazer de maneira diferente, com regras e precauções. Aguardamos a evolução do quadro epidemiológico para fornecer indicações precisas sobre datas e horários”, explicou o primeiro-ministro.

LEIA TAMBÉM:

Bônus de férias de € 500 na Itália? Veja como vai funcionar

Possível fim das medidas de isolamento

Conte não descarta acelerar o fim das medidas de contenção da propagação do novo coronavírus em algumas regiões de Itália, onde a curva de contágio está mais controlada.

“Se o nível epidemiológico, a situação permanecer sob controle, podemos avançar com a reabertura mais rápida de algumas regiões. O importante é agir com base no controle contínuo, porque pagaríamos custos enormes se cometêssemos imprudências”, sublinhou o primeiro-ministro.

Nesse sentido, o presidente da região da Ligúria (no norte), Giovanni Toti, pediu ao Governo para poder gerir o fim do confinamento da sua área e, hoje, sugeriu que cabeleireiros e centros de beleza possam abrir em 18 de maio.

Volta às aulas em setembro

Conte também mencionou na entrevista ao jornal Corriere della Sera o retorno às escolas a partir de setembro, depois de a ministra da Educação italiana, Lucia Azzolina, propôr que metade dos estudantes comparecesse presencialmente às aulas, enquanto a outra metade seguisse as lições ‘online’, para evitar aglomeração.

“O regresso às salas de aula deve ser administrado de maneira uniforme em todo o território nacional. Estamos trabalhando com a ministra Azzolina em várias soluções para que todos os alunos regressem à escola em setembro, com segurança”, disse o primeiro-ministro.

* * * * *

Gostou do artigo? Então comente ou compartilhe nas suas redes sociais.

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Cotidiano

A Itália bateu nesta quinta-feira (6) um novo recorde de casos diários de Covid-19 e superou pela primeira vez a marca de 200 mil...

Destinos

Nápoles para a CNN é a única cidade italiana "a não perder" em 2022

Cotidiano

Recorde absoluto de novos contágios pelo terceiro dia consecutivo com recorde de testes feitos; 156 mortos

Turismo

Setor de turismo representa cerca de 13% do PIB da Itália

Cotidiano

Novo pico de casos: nunca tantos desde o início da emergência. Na Lombardia, são 16 mil

Cotidiano

A Itália registrou 36.293 novos casos de Covid-19, totalizando 5.472.469 contágios, informou o boletim diário do Ministério da Saúde. Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Nas últimas 24 horas, a Itália registrou mais 20.677 casos de covid-19 e outras 120 mortes, o maior número desde maio

Cotidiano

A multa para quem não respeitar a nova regra varia de 400 a 1.000 euros

Cotidiano

Edição de 2021 tem apenas um nome da Itália: o primeiro-ministro Mário Draghi. Ele está na categoria 'líderes' ao lado Biden e Trump

Destinos

Objetivo é tornar o turismo mais sustentável. Cidade recebe cerca de 25 milhões de turistas por ano

Turismo

Itália bateu recorde de turismo interno no verão europeu

Cotidiano

Itália ainda não explicou se o passe verde poderá ser usado por italianos residentes em países de risco, como o Brasil