Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Itália vai reabrir para turistas estrangeiros em 15/5

Serão liberados viajantes da UE, do Reino Unido e de Israel

Itália vai reabrir
Itália vai reabrir para turistas estrangeiros em 15/5

A partir do próximo sábado (15), viajantes da União Europeia, do Reino Unido e de Israel não precisarão mais fazer quarentena de cinco dias ao desembarcar em um dos países mais visitados do mundo.

Ação Contra as filasAção Contra as filas

Trata-se da primeira flexibilização nas regras para entrada de turistas estrangeiros na Itália – que vai manter restrições para viajantes de países de alto risco epidemiológico, como Brasil e Índia – em vista da alta temporada de verão na Europa.

Atualmente, viajantes da UE, do Reino Unido e de Israel precisam fazer exame para o novo coronavírus 48 horas antes da chegada, cumprir quarentena de cinco dias após o desembarque e realizar um novo teste antes de sair do isolamento.

No entanto, com a flexibilização, turistas desses países só precisarão apresentar um certificado de vacinação contra a Covid-19 (com as duas doses, caso não seja o imunizante da Janssen), comprovante de cura da doença ou exame PCR ou de antígeno com resultado negativo. A quarentena não será mais necessária.

Para as semanas seguintes, o objetivo do governo italiano é reabrir para todos os países estrangeiros que tiverem alcançado um “alto nível” de vacinação, mas esse patamar ainda não foi estabelecido.

O chamado “passe verde nacional” da Itália vai entrar em vigor cerca de um mês antes do passaporte sanitário da União Europeia, previsto para junho e que terá regras semelhantes.

Com isso, o setor de turismo, um dos pilares da economia italiana, espera voltar a funcionar a pleno vapor na alta temporada de verão no Hemisfério Norte, entre junho e agosto.

Após o premiê Mario Draghi ter anunciado em 4 de maio que o passe verde nacional entraria em vigor na segunda quinzena deste mês, agências turísticas de Roma já registraram um aumento nas reservas por parte de turistas de países como Alemanha e Portugal.

Mas os viajantes que geralmente gastam mais dinheiro na Itália são americanos, chineses e russos, então o setor vive a expectativa de novas flexibilizações – com a vacinação avançada, os Estados Unidos são os próximos da fila.

Em relação a viajantes do Brasil, a Itália só permite a entrada em alguns casos excepcionais – e mediante quarentena -, como de cidadãos com residência fixa no país europeu ou cônjuges de quem se enquadra nessa categoria, e não há previsão de relaxamento nas próximas semanas.

Recentemente, a Comissão Europeia propôs autorização para entrada de turistas provenientes de países com índice inferior a 100 novos casos de Covid em 14 dias para cada 100 mil habitantes, mas a taxa do Brasil nas últimas duas semanas é quase quatro vezes maior. (Ansa)

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Cotidiano

A emergência da seca é uma questão muito delicada neste período de altas temperaturas e chuvas escassas

Turismo

A Itália colocou fim às restrições de entrada de visitantes remanescentes da pandemia nesta quarta-feira (1º). Deixa o seu comentário:

Turismo

Relatório da WTTC revela ainda que o setor de viagens e turismo crescerá a uma taxa média anual de 2,5% nos próximos 10 anos

Cotidiano

Mario Draghi decidiu que o estado de emergência, cujo fim está marcado para 31 de março de 2022, não será prorrogado

Destinos

A regra vale para passageiros que tenham recebidos duas doses ou a dose de reforço

Turismo

Petição foi lançada após o governo italiano determinar a prorrogação do veto da entrada de turistas brasileiros na Itália até 15 de março

Itália no Brasil

A Embratur será parceira dos eventos relacionados à comemoração dos 145 anos da imigração italiana no Sul de Santa Catarina

Destinos

Nápoles para a CNN é a única cidade italiana "a não perder" em 2022

Cotidiano

Ômicron e Delta estão causando 'tsunami' de casos de covid na Europa

Turismo

Setor de turismo representa cerca de 13% do PIB da Itália

Economia

Pela primeira vez, a Itália pode estar arrastando a economia do continente

Cotidiano

Comissão Europeia vai avançar com nova recomendação sobre viagens entre os Estados-membros