Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Greve no transporte público italiano: As cidades mais afetadas?

Entenda como a greve afetará os serviços de transporte e quais cidades podem ser mais impactadas.

Greve transporte público italiano
Greve nacional do transporte público na Iiália afetará as Viagens nesta segunda-feira | Foto: Il Resto del Carlino

Os passageiros do transporte público podem enfrentar atrasos ou cancelamentos nesta segunda-feira, 18 de setembro, devido a uma greve de 24 horas que afetará os serviços em toda a Itália.

A greve (sciopero, em italiano) foi convocada no final de agosto por cinco dos principais sindicatos de trabalhadores do transporte na Itália para exigir um aumento salarial de 300 euros em meio à crise do custo de vida e melhores medidas de saúde e segurança no local de trabalho.

A paralisação desta segunda-feira afetará todos os tipos de transporte público local, desde serviços de superfície (ônibus, bondes, balsas, etc.) até linhas de metrô.

Como geralmente ocorre com greves na Itália, no entanto, o nível de problema variará conforme a região e a cidade.

De acordo com as últimas notícias nacionais, os passageiros em Milão, Roma, Veneza e Bolonha provavelmente enfrentarão algum tipo de perturbação na segunda-feira, embora a greve possa também ter impacto em outros lugares.

Em Roma, os serviços da Atac, Roma TPL e Cotral, que são as três principais operadoras de transporte na cidade, serão provavelmente afetados pela greve, conforme o balcão oficial de informações de mobilidade de Roma.

Em Bolonha, ônibus urbanos, suburbanos e extraurbanos operados pela Tper e o Marconi Express, que conecta o centro da cidade ao aeroporto Marconi próximo, podem ver atrasos ou cancelamentos durante o dia.

A principal operadora de transporte de Milão, ATM, informou que todas as suas linhas de superfície e metrô podem ser afetadas pela greve fora dos horários de ‘janelas de tempo protegidas’ programadas (veja mais adiante).

Em Veneza, a greve pode interromper as linhas de ônibus aquáticos de e para a ilha principal, bem como os serviços de ônibus no continente.

Vale ressaltar que as greves na Itália nem sempre significam uma parada completa de todos os serviços de transporte público. Por lei, as empresas de transporte na Itália são obrigadas a fornecer ‘serviços mínimos’ (servizi essenziali ou minimi em italiano) em determinados momentos do dia, conhecidos como ‘janelas de tempo protegidas’ (ou fasce protette), que normalmente coincidem com o horário de pico.

Os horários exatos de início e término dessas ‘fasce’ variarão mais uma vez de cidade para cidade. Confira abaixo uma visão geral das ‘janelas de tempo protegidas’ programadas em algumas das principais cidades italianas na segunda-feira:

  • Milão: do início do serviço até às 8h45; das 15h às 18h
  • Roma: do início do serviço até às 8h30; das 17h às 20h
  • Turim: das 6h às 9h; das 12h às 15h
  • Bolonha: do início do serviço até às 8h30; das 16h30 às 19h30
  • Veneza (apenas serviços de transporte terrestre): das 6h às 8h59; das 16h30 às 19h29
  • Florença: das 4h15 às 8h14; das 12h30 às 14h49

Se você planeja viajar em 18 de setembro, é altamente recomendável verificar os serviços mínimos planejados e as horas garantidas das empresas de transporte público em sua própria cidade. Essas informações geralmente podem ser encontradas na seção de notícias de seus sites.

Os passageiros também podem verificar o status ao vivo dos serviços locais no site da empresa de transporte ou nas contas de mídia social no dia da greve.

Como a greve envolve operadoras de transporte público locais, é improvável que afete serviços ferroviários de longa distância ou regionais. As viagens aéreas não serão diretamente afetadas pela paralisação, embora as linhas de traslado do aeroporto em todo o país possam operar em um horário reduzido.

Os serviços de táxi em todo o país não devem ser afetados pela greve na segunda-feira.

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Destaque do Editor

A transmissão da cidadania italiana jure sanguinis pode ser comprovada por qualquer meio, diz a Corte de Cassação da Itália

Cotidiano

Prefeito perde batalha contra ítalo-brasileiros: A lei falou mais alto. Parece que o jogo virou, não é mesmo, senhor prefeito?

Cidadania Italiana

Cidadania italiana irregular: 92 cidades da província de Nápoles entram em investigação.

Cidadania Italiana

Silmara Fabotti, líder de esquema de cidadania italiana falsa, planejava fugir da Itália, relata juiz.

Cidadania Italiana

A crescente diáspora italiana: Migração em massa em busca de melhores oportunidades e realização pessoal.

Itália no Brasil

Um voo histórico de solidariedade: A ajuda humanitária da Itália ao Rio Grande do Sul.

Cidadania Italiana

Investigação revela esquema de corrupção envolvendo falsos certificados de residência em troca de dinheiro e favores sexuais.

Cidadania Italiana

Rodrigo Faro se defende de acusações de envolvimento em esquema de falsificação de documentos para cidadania italiana

Cidadania Italiana

Apresentador de TV, empresários e jogadores de futebol têm processos de cidadania italiana cancelados na região de Nápoles.

Cotidiano

Meloni apresentou queixa antimáfia sobre fluxos migratórios.

Cidadania Italiana

Suspensão temporária das audiências durante o período eleitoral e possível greve dos juízes afeta ítalo-brasileiros.

Economia

Relatório Brand Finance Italy 100 de 2024 revela as marcas italianas de maior valor: Gucci lidera