Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Conheça 6 danças populares e tradicionais da Itália; vídeos

Dia Internacional da Dança será celebrado em 29 de abril. Conheça 6 danças populares e tradicionais da Itália

“Ballo della cordella” é uma das principais danças tradicionais da Itália | Reprodução
“Ballo della cordella” é uma das principais danças tradicionais da Itália | Reprodução

Do sbrando realizado no Piemonte à pizzica salentina da região da Púglia, a Itália tem uma série de danças folclóricas que, além de manterem vivas as tradições, ainda proporcionam um itinerário turístico divertido para conhecer o país.

Em ocasião do Dia Internacional da Dança, que será celebrado no próximo dia 29, o portal Campeggi selecionou seis das mais significativas para festejar a data.

Piemonte

O sbrando, a antiga dança da área montanhosa de Langhe – que vai da província de Cuneo a de Asti — reúne as pessoas em um círculo, de mãos dadas, com inúmeras variações coreográficas. Também chamada de brando, essa dança é originária do Roero, onde é dançada especialmente durante as festas populares e que envolvem a comunidade inteira.

Herdada do período medieval, quando era popular cortejar dançando, o sbrando acaba virando uma competição de resistência para os bailarinos, com uma crescente e constante aceleração da música.

Emilia-Romagna

A tradição da polca curvada, em italiano “chinata”, voltou ao auge recentemente com o “chinati”. A dança bolonhesa dos primeiros anos de 1900 era exclusivamente masculina e foi criada durante o período de migração à cidade.

O principal movimento é o “frullone”, uma passagem em que dois bailarinos abraçados e curvados giram em seu próprio eixo na maior velocidade possível.

Toscana

O trescone é uma dança antiga citada nas obras de Dante, Boccaccio e Collodi e trata-se de uma dança toscana de origem medieval e que tem uma etimologia controversa. O termo pode derivar das palavras alemãs thriskan (bater) ou dresken (trilhar), em referência aos movimentos dos pés executados pelos bailarinos.

Hoje é apresentada só em feriados especiais, como o Carnaval, e é dançada em pequenos grupos de homens e mulheres.

Lazio

A cidade de Amatrice, na alta Lazio, não só deu ao mundo um dos pratos mais conhecidos da Itália, mas também tem uma dança de origem pagã: o saltarello. Similar a um cortejo com homens e mulheres olhando-se nos olhos, traz o nome da saltatio, a mais reproduzida dança da Roma Antiga e que tem origens no século 13.

Púglia

O ritmo marcado, os tambores de pele e os pequenos repentes marcam a pizzica pizzica (ou apenas pizzica), em Salento, que faz parte da família das tarantelas. A melodia vem de outra dança similar antiga, a pizzica tarantata, que era feita com o objetivo de “curar” as mulheres que terem sido picadas por uma aranha (taranta ou tarantola).

No verão europeu, a cada ano, Salento se enche da música dando uma nova vida a essa tradição, incluindo as chamadas “Noites de Taranta”, que mistura a pizzica com música contemporânea.

Sicília

Nascida como um ritmo pagão para agradecer a natureza e adaptado com o advento do cristianismo, o “Ballo della cordella” (Dança da Corda), típico de Petralia Sottana, em Palermo, transformou-se em uma dança em honra à Nossa Senhora, especialmente, na celebração de 15 de agosto.

A dança é feita por 12 casais, um para cada mês do ano, que estão ao redor de um mastro de cerca de dois metros de altura, enfeitados com grãos e cordas de várias cores. Uma vez em posição, os dançarinos entrelaçam os fios uns com os outros, lembrando os movimentos do campo — da semeadura à colheita. (Ansa)

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Cotidiano

Pontremoli lança programa “Residentes do Futuro” para estimular novos moradores.

Cidadania Italiana

Congresso terá presença de figuras relevantes do judiciário italiano, do Ministério do Interior e da Procuradoria Geral do Estado

Cidadania Italiana

Especialistas se reúnem em Padova para discutir os desafios e implicações da cidadania italiana para descendentes.

Cidadania Italiana

Da Itália à Espanha: A jornada de Riccardo Consoli em busca de um futuro mais acolhedor.

Cidadania Italiana

Brasil destaca-se como o 4º país com mais cidadãos adquirindo nacionalidade italiana.

Cidadania Italiana

O ius soli é um problema falso, não é necessário: os números desconstroem a narrativa da esquerda, segundo jornalista.

Cotidiano

Enel mancha a reputação italiana no Brasil devido a constantes falhas no fornecimento de energia em São Paulo

Cotidiano

Porta critica atuação governamental na demora e ineficácia das negociações do Acordo de Conversão de CNH entre o Brasil e a Itália

Variedades

A idade média em que os italianos se tornam pais tem aumentado ao longo dos anos.

Economia

Tesla explora potencial da fabricação de veículos elétricos na Itália: Caminhões e vans na pauta, dizem jornais

Cidadania Italiana

Quase 214.000 pessoas tornaram-se cidadãos italianos em 2022, tornando a Itália o país da UE com o maior número de pedidos de cidadania concedidos.

Turismo

Destino da Europa: O encanto italiano continua a atrair multidões de viajantes estrangeiros.