Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

Italianismo

Cotidiano

Casa Fiat de Cultura celebra “Dia de Dante”

Dia de Dante
Casa Fiat de Cultura celebra “Dia de Dante”

Considerado o primeiro e maior poeta da língua italiana, Dante Alighieri é chamado de “il sommo poeta” (o sumo poeta).

Importante nome da cultura da Itália, ele passou a ser celebrado anualmente, em 25 de março, no Dia de Dante, ou “Dantedì”.

Para marcar essa data e celebrar sua obra, a Casa Fiat de Cultura, em parceria com a Fundação Torino e o Consulado da Itália, realiza hoje o bate-papo “Do Inferno ao Paraíso: uma conversa sobre A Divina Comédia”, com o professor de literatura e história da Fundação Torino, Riccardo Cassoli.

A palestra virtual homenageia o “Dia de Dante” no ano do sétimo centenário da morte do poeta.

O evento será realizado às 19 horas, com transmissão on-line ao vivo. A participação é gratuita, com inscrição pela Sympla.

Neste bate-papo, Cassoli vai explanar sobre a estrutura, os simbolismos e as alegorias presentes na obra-prima do poeta, “A Divina Comédia”.

Ele explica que, mesmo depois de 700 anos, ainda vale a pena embarcar na “aventura de viajar com Dante”, e ressalta, segundo palavras do próprio Alighieri, que uma obra sagrada deve ser lida em quatro níveis: o literal, o alegórico, o moral e o anagógico (místico).

“Muito comumente, nas escolas, limita-se a interpretar somente o texto dantesco e a alegoria (o sentido subentendido), sem se preocupar em entender o que Dante escreve para nossa felicidade (significado moral) e para nossa salvação (nível anagógico)”, frisa.

Composto por mais de 14 mil versos, o poema “A Divina Comédia” é dividido em três partes: o Inferno, o Purgatório e o Paraíso.

Foi escrito com viés épico e ideológico, e o próprio Dante é o protagonista desse enredo.

Ele realiza uma jornada por essas três instâncias e, ao longo do caminho, cruza com amigos, conhecidos e outras figuras, sempre debatendo diferentes assuntos.

A obra é uma alegoria sobre o caminho que um pecador precisa percorrer para encontrar a salvação e a felicidade eterna, mesmo sendo tentado pelo mal.

A obra explora diversas questões, como a associação entre beleza e felicidade, e até com a salvação.

O bate-papo “Do Inferno ao Paraíso: uma conversa sobre A Divina Comédia” é uma realização da Casa Fiat de Cultura em parceria com a Fundação Torino Escola Internacional e o Consulado da Itália em Belo Horizonte.

Deixa o seu comentário:

Mais de Italianismo

Itália no Brasil

O Dante Alighieri foi a primeira grande instituição de ensino dos imigrantes italianos no Brasil Deixa o seu comentário: