Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Estilo de vida

Campanha “Milão não para” foi um erro, admite o prefeito de Milão

Prefeito de Milão admite que campanha #MilãoNãoPara foi um erro | REUTERS/Flavio Lo Scalzo

“Erramos”: um mês após campanha para não parar, a região tem 4,8 mil mortos

Entrevistado para o programa “Che tempo che fa”, exibido na RAI, a principal emissora italiana, o prefeito de Milão, Giuseppe Sala, reconheceu, nesta quinta-feira (26/3), que errou ao apoiar a campanha “Milão não para”.

Lançada há exatamente um mês, a campanha estimulava os moradores da cidade a continuarem as atividades econômicas e sociais, mesmo com a pandemia do novo coronavírus.

No início da divulgação da hashtag na internet, em 26 de fevereiro, a Lombardia, região setentrional da Itália, tinha 258 pessoas infectadas pelo vírus, e o país inteiro contabilizava 12 mortes. “Muitos se referem àquele vídeo que circulava com o título #MilãoNãoPara. Eram 27 de fevereiro, o vídeo estava explodindo nas redes, e todos o divulgaram, inclusive eu. Certo ou errado? Provavelmente errado”, reconheceu Sala.

“Ninguém ainda havia entendido a capacidade do vírus, e aquele era o espírito. Trabalho sete dias por semana para fazer minha parte, e aceito as críticas”, afirmou.

Hoje, Milão é uma das três províncias da Itália mais atingidas pela Covid-19, registrando 6.922 casos de pessoas contaminadas. A Lombardia é a região da Itália mais atingida pela Covid-19, registrando 34.889 casos de pessoas contaminadas e 4.861 óbitos, de acordo com balanço da Defesa Civil divulgado nesta quinta-feira, 26 de março, representando 59,2% das mortes no país.

Assista ao vídeo da campanha “Milano non si ferma”:

O vídeo da campanha viralizou na internet em meio aos inúmeros casos de contaminação do vírus no país e após o governo ter decidido confinar 11 cidades do norte italiano, onde haviam sido registrados os primeiros casos de transmissão interna da doença. A produção exibida exaltava os “milagres” feitos “todos os dias” pelos cidadãos de Milão e seus “ritmos impensáveis” e “resultados econômicos importantes”. “Porque, a cada dia, não temos medo. Milão não para”, afirmava o conteúdo expresso no vídeo.

Sala também lembrou que o convite para “não parar” vinha de vários partidos políticos e que até Matteo Salvini, líder da Liga, se opunha ao fechamento de escritórios e lojas.

Situação na Itália

A Defesa Civil da Itália anunciou nesta quinta-feira (26) que o número de mortos no país em decorrência do novo coronavírus (Sars-CoV-2) subiu para 8.215, um acréscimo de 722 vítimas em um dia.

Ao todo, o país soma 80.539 casos desde o início da pandemia.

Siga o Italianismo no Facebook e fique por dentro de tudo sobre a nossa Itália. Clique no botão “Curtir Página” abaixo:

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Cidadania Italiana

Consequências financeiras severas: Multas pesadas para não inscritos no AIRE.

Cidadania Italiana

Projeto de Lei no Senado Italiano gera debate sobre possíveis mudanças na cidadania italiana.

Cidadania Italiana

Desafios administrativos em Val di Zoldo: o protesto do prefeito diante do crescimento de pedidos de cidadania.

Cidadania Italiana

Val di Zoldo: Desafios administrativos, protestos e o embate com a cidadania ítalo-brasileira.

Cidadania Italiana

Presidente vê pedidos com base em laço sanguíneo como ameaça democrática, desafiando a imparcialidade e a lógica jurídica.

Cotidiano

Na cidade de Pádua, artista pintou mural em sua homenagem, onde é representado com um radar em uma mão e espada na outro.

Destinos

Preparando o terreno: estratégias inteligentes para economizar nas reservas de voos para a Itália.

Arte & Cultura

Russell Crowe revela orgulho por suas raízes italianas durante o Festival de Sanremo.

Cidadania Italiana

As regras para obtenção de cidadania italiana por meio de ascendência vão mudar em 2024? O que dizem os profetas do medo?

Cidadania Italiana

A italianidade que corre nas veias: por que limitar o direito à cidadania?

Turismo

Número de turistas da Itália no Brasil cresceu quase 50% em 2023, segundo a Embratur.

Cidadania Italiana

Anusca responde ao aumento de pedidos de cidadania: Investigação em curso para compreender desafios municipais.