Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Aumento de casos de Coronavírus na Itália; risco de novos bloqueios?

Se há necessidade de intervenções mais duras, faremos isso sem hesitação, alerta Ministro da Saúde | Foto: Ansa

Se há necessidade de intervenções mais duras, faremos isso sem hesitação, alerta Ministro da Saúde

Novos casos estão aumentando na Itália e há uma diminuição “substancial” nos testes realizados. Pela primeira vez desde o início de abril, houve aumento nas internações em terapia intensiva.

Segundo os dados divulgados pelo Ministério da Saúde da Itália, houve um aumento de 46% nos casos novos, entre os dias 4 a 11 de agosto: 2.818 positivos contra 1.931 na semana de 29 de julho a 4 de agosto. 

Aumento também no número de pacientes hospitalizados com sintomas (801 contra 761) e também daqueles em terapia intensiva (49 contra 41). Estes são os dados que emergem do último acompanhamento da Fundação Gimbe, referente ao período de 4 a 11 de agosto. 

É a comparação com a semana anterior que revela uma tendência preocupante da epidemia. 

Nino Cartabellotta, presidente da fundação, fala de uma “tendência crescente de novos casos”. E adverte: se o curso não for revertido, “o risco de novos bloqueios se aproxima do início do ano letivo”, que (a princípio) começa na segunda semana de setembro.

Menos testes

Uma grande preocupação é o “crescimento líquido” de novos casos em comparação com o que a Gimbe define como uma “diminuição significativa dos testes diagnosticados”: 174.671 aqueles realizados entre 4 e 11 de agosto, contra 187.316 da semana anterior. 

“Se nas primeiras três semanas de julho os novos casos eram estáveis ​​(cerca de 1.400 por semana), nas duas últimas eles aumentaram progressivamente de: 1.736 na semana de 22-28 de julho para 1.931 na semana de 29 de julho-4 de agosto e 2.818 na semana 5-11 de agosto, comenta Cartabellotta. 

Em resumo, “é evidente o aumento progressivo de novos casos, sejam eles nativos, importados (estrangeiros) ou retornados de italianos que viajaram de férias para o exterior”. 

Aviso de Cartabellotta

O presidente da Fundação comenta os dados desse último monitoramento expressando preocupação. 

E aponta uma contradição: “Se por um lado o governo e as regiões tentam implementar novas ações para conter o aumento das infecções, a comunicação pública continua a ser influenciada por mensagens que minimizem os riscos, ignorando totalmente a dinâmica e o timing que condicionam o aumento da curva epidemiológica e contando com o analfabetismo científico de uma parte da população”. 

Para tal, Gimbé convida os italianos a “não baixarem a guarda” e a “manterem um grande sentido de responsabilidade individual e coletiva”, continuando a respeitar as regras do distanciamento social e do cuidado higiênico, desde a lavagem frequente das mãos ao uso de máscaras. 

Em seguida, “convida as autoridades sanitárias a fortalecerem a vigilância epidemiológica, tanto para identificar e limitar os surtos, como para identificar prontamente os casos de importação do exterior”. 

Por fim, dirige-se a “todos os especialistas”, pedindo-lhes que “forneçam dados públicos equilibrados e objetivos e, na incerteza, sigam o princípio da precaução”. “Do contrário”, é a última advertência de Cartabellotta, “o espectro de novos bloqueios paira sobre o início do ano escolar”.

A palavra oficial

Palavras que fazem estremecer toda a Itália, mas que não surpreendem, sobretudo quando se observa a tendência epidemiológica, que não é particularmente crítica, mas que corre o risco de ser nas próximas semanas e meses. 

Os italianos nos últimos meses têm sido extraordinários, tiveram um comportamento muito correto: devemos continuar neste caminho. Se percebermos que há necessidade de intervenções ainda mais duras em algumas áreas, faremos isso sem hesitação. As escolas são um ponto fundamental, agora temos que reabri-las com toda a segurança ”, disse o ministro da Saúde Roberto Speranza, nesta quinta-feira (14).

Com informações do Corriere

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Destaque do Editor

O ranking mostra o posicionamento, o número de famílias e o número de municípios em que os sobrenomes italianos estão espalhados.

Destaque do Editor

A transmissão da cidadania italiana jure sanguinis pode ser comprovada por qualquer meio, diz a Corte de Cassação da Itália

Cotidiano

Prefeito perde batalha contra ítalo-brasileiros: A lei falou mais alto. Parece que o jogo virou, não é mesmo, senhor prefeito?

Cidadania Italiana

Ao contratar um advogado para processo de cidadania italiana, opte por um que mantenha representante no Brasil.

Cidadania Italiana

Cidadania italiana irregular: 92 cidades da província de Nápoles entram em investigação.

Cidadania Italiana

Silmara Fabotti, líder de esquema de cidadania italiana falsa, planejava fugir da Itália, relata juiz.

Cidadania Italiana

Descaso com o Codice Fiscale: Conselheiro do CGIE denuncia "Gaming the System" nos consulados.

Cidadania Italiana

A crescente diáspora italiana: Migração em massa em busca de melhores oportunidades e realização pessoal.

Cidadania Italiana

Passaporte em todo lugar: A partir de julho, correios italianos facilitam renovação e emissão

Itália no Brasil

Um voo histórico de solidariedade: A ajuda humanitária da Itália ao Rio Grande do Sul.

Itália no Brasil

Aviso por correio convoca os eleitores para participarem das eleições do Parlamento Europeu de 2024.

Cidadania Italiana

Investigação revela esquema de corrupção envolvendo falsos certificados de residência em troca de dinheiro e favores sexuais.