Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cidadania Italiana

Aquisições de cidadania italiana crescem quase 10% em 2022

Dados da Fondazione ISMU revelam aumento no número de novos cidadãos italianos.

cidadania italiana 2022
Uma turista italiana segura seu passaporte em sua mão enquanto espera na estação de ônibus | Depositphotos

Segundo os últimos dados divulgados pela Fondazione ISMU, o número de aquisições de cidadania italiana teve um crescimento de quase 10% em 2022.

No total, aproximadamente 133 mil pessoas se tornaram cidadãs italianas, sendo 50,9% mulheres e 49,1% homens. Esses números representam um aumento de 9,7% em relação ao ano anterior, quando foram registrados 121.457 novos cidadãos.

Os dados foram elaborados com base nas informações do Istituto Nazionale di Statistica (Istat) e do Eurostat. Em média, durante o ano de 2022, uma pessoa se tornou italiana a cada 38 estrangeiros residentes no país.

Aquisições de cidadania italiana – Anos 2012-2022

Fonte: ISMU ETS / Eurostat

Nos últimos dez anos, observou-se uma variação, partindo dos valores mínimos de 65.383 em 2012, atingindo os picos de 178.035 em 2015 e 201.591 em 2016, para depois diminuir para 146.605 no ano seguinte (2017) e 112.523 em 2018, e, por fim, apresentar uma tendência de crescimento nos últimos quatro anos, embora em menor proporção.

Dentre os países da União Europeia, os dados mais recentes do Eurostat, referentes a 2021, revelam que a Suécia é o país com a maior taxa anual de aquisição de cidadania (uma a cada 10 estrangeiros residentes), seguida pelos Países Baixos (uma a cada 19) e pela Romênia (uma a cada 22).

A Itália ocupa o nono lugar nessa classificação. É interessante notar que, de 2014 a 2021, a Itália manteve-se entre a quinta e a décima posição na lista.

No ano de 2021, os principais grupos que obtiveram a cidadania italiana foram:

  1. Albaneses (22.493)
  2. Marroquinos (16.588)
  3. Romenos (9.435)
  4. Brasileiros (5.460)
  5. Bengalis (5.116)
  6. Indianos (4.489)
  7. Paquistaneses (4.410)
  8. Argentinos (3.669)
  9. Moldavos (3.633)
  10. Egípcios (3.531)

O alto número de aquisições por parte de brasileiros e argentinos se deve à possibilidade de reconhecimento por meio do ius sanguinis, ou seja, graças à presença de ancestrais italianos. (Foto: Depositphotos)

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Destaque do Editor

Descubra como obter a cidadania italiana de forma segura e eficiente!

Estilo de vida

A Festa della Mamma foi introduzida no calendário na década de 1950

Cidadania Italiana

A cidadania italiana de Giovanna Ewbank: uma narrativa de rápido sucesso ou marketing disfarçado?

Cidadania Italiana

Senador Roberto Menia reforça críticas sobre reconhecimento da cidadania italiana no Brasil.

Cidadania Italiana

Cidadania negada: Quando a sobriedade é muito mais que uma questão de etiqueta.

Itália no Brasil

Consulado Geral da Itália em São Paulo: Uma pequena itália na maior metrópole brasileira.

História

Roma: a cidade imponente, erguida sobre os alicerces da história, celebra seu aniversário em 21 de abril

Economia

Consultoria fez estudo sobre taxa de sobrevivência de companhias.

Turismo

Viajantes vão desfrutar de 266 milhões de pernoites.

Cultura

Ranking foi divulgado pela versão espanhola da revista People

Variedades

Mario Parlato afirmou que ficou feliz com a aquisição.

Cultura

Exposição curada por brasileiro Adriano Pedrosa começa em 20/4