Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cidadania Italiana

A outra Itália dos italianos no Exterior: ‘Em busca de melhores oportunidades’

A crescente diáspora italiana: Migração em massa em busca de melhores oportunidades e realização pessoal.

italianos no Exterior
Quase 6 milhões vivem no exterior em busca de melhores oportunidades e realização pessoal | Foto: Depositphotos

A migração é um fenômeno antigo que continua a moldar a identidade italiana. Hoje, cerca de 6 milhões de italianos vivem fora das fronteiras nacionais, um aumento impressionante de 91% desde 2006, com um crescimento particularmente acentuado entre os maiores de 65 anos.

A mobilidade não é apenas uma questão de buscar novas oportunidades, mas também uma questão de direitos — o direito de migrar, de permanecer e de retornar.

O fenômeno da migração italiana

Segundo o relatório da Fondazione Migrantes, o número de italianos no exterior passou de pouco mais de 3 milhões para quase 6 milhões desde 2006.

Este aumento reflete não apenas uma busca por melhores oportunidades econômicas, mas também uma tentativa de alcançar um bem-estar pessoal e familiar que muitos sentem ser impossível na Itália.

A Sicília, com mais de 815 mil emigrantes, é a região com a maior diáspora italiana.

A composição demográfica dos emigrantes

As estatísticas mostram que a composição demográfica dos italianos no exterior é diversa e em transformação.

Aproximadamente 48,2% dos emigrantes são mulheres, e a faixa etária predominantemente jovem sugere que muitos estão buscando melhores condições de vida e oportunidades de carreira.

Cerca de 23,2% dos emigrantes têm entre 35 e 49 anos, e 21,7% estão na faixa de 18 a 34 anos.

Este rejuvenescimento da população emigrante contrasta com a tendência de envelhecimento da população residente na Itália.

Restaurante italiano em Nova Iorque é uma representação da presença italiana desde 1892 | Foto: Depositphotos

Mudanças nas motivações para migrar

Tradicionalmente, a emigração italiana era impulsionada pela necessidade econômica. Hoje, no entanto, a motivação inclui também a busca por realização pessoal e profissional.

Muitos emigrantes são jovens altamente qualificados que buscam ambientes com menos barreiras de gênero e melhores perspectivas de carreira.

Delfina Licata, socióloga e coordenadora da área de pesquisa da Fondazione Migrantes, ressalta que a nova onda de migração italiana está associada a um desejo de crescimento pessoal e profissional, ao invés de simplesmente escapar da pobreza.

“Das diversas entrevistas que fizemos, surge que a principal causa não é o trabalho, mas a realização do eu, uma questão existencial composta por vários elementos, entre os quais o trabalho, uma maior renda, mas também um caminho de planejamento pessoal, do casal ou da família que deseja se realizar, ou já se realizou, no exterior. O desejo de estar ao lado dos parentes existe, mas a falta de recursos e o receio inerentes aos territórios de origem os levam a realizar esse desejo no exterior”, diz ela. 

Impacto da emigração na Itália

A emigração tem um impacto significativo na Itália. Com uma perda de 132.405 residentes em um ano, o país enfrenta um desafio demográfico.

Além disso, a mobilidade continua a ser predominantemente unidirecional, com muitos emigrantes hesitando em retornar devido à falta de reconhecimento e valorização das suas experiências e competências adquiridas no exterior.

“Ao contrário do que se pensava há dezoito anos, a mobilidade dos italianos nunca terminou e a Itália nunca passou de país de emigração a país de imigração, mas sim continuou a ser um país de mobilidade tanto que hoje, na era da migração, a Itália está plenamente incluída como país de mobilidade, com fluxos de entrada e saída”, explica Licata.

Presença atual de italianos no exterior é predominantemente europeia

A Europa acolhe mais de 3,2 milhões de italianos (54,7% do total), enquanto o continente americano segue com mais de 2,3 milhões (40,1%).

Hoje, as comunidades italianas mais numerosas estão na Argentina, com mais de 921 mil inscritos (15,5% do total), na Alemanha, com mais de 822 mil (13,9%), Brasil, com mais de 799 mil inscritos (13,3%), e Suíça, com mais de 639 mil (10,8%). Os dados referentes à Argentina, Alemanha e Suíça são de 2022, já os do Brasil foram atualizados em 2023.

EATALY, o maior centro gastronômico italiano de São Paulo | Foto: Depositphotos
EATALY, o maior centro gastronômico italiano de São Paulo | Foto: Depositphotos

Seguem França, Reino Unido e Estados Unidos. Nas primeiras dez posições, estão representados três continentes: América do Norte e Latina, Europa e Oceania, mas não é preciso passar da 27ª posição para que todos os continentes estejam representados.

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Destaque do Editor

A transmissão da cidadania italiana jure sanguinis pode ser comprovada por qualquer meio, diz a Corte de Cassação da Itália

Cotidiano

Prefeito perde batalha contra ítalo-brasileiros: A lei falou mais alto. Parece que o jogo virou, não é mesmo, senhor prefeito?

Cidadania Italiana

Ao contratar um advogado para processo de cidadania italiana, opte por um que mantenha representante no Brasil.

Cidadania Italiana

Cidadania italiana irregular: 92 cidades da província de Nápoles entram em investigação.

Cidadania Italiana

Silmara Fabotti, líder de esquema de cidadania italiana falsa, planejava fugir da Itália, relata juiz.

Cidadania Italiana

Passaporte em todo lugar: A partir de julho, correios italianos facilitam renovação e emissão

Cidadania Italiana

Descaso com o Codice Fiscale: Conselheiro do CGIE denuncia "Gaming the System" nos consulados.

Itália no Brasil

Aviso por correio convoca os eleitores para participarem das eleições do Parlamento Europeu de 2024.

Itália no Brasil

Um voo histórico de solidariedade: A ajuda humanitária da Itália ao Rio Grande do Sul.

Cidadania Italiana

Investigação revela esquema de corrupção envolvendo falsos certificados de residência em troca de dinheiro e favores sexuais.

Cidadania Italiana

Rodrigo Faro se defende de acusações de envolvimento em esquema de falsificação de documentos para cidadania italiana

Cidadania Italiana

Apresentador de TV, empresários e jogadores de futebol têm processos de cidadania italiana cancelados na região de Nápoles.