Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

Italianismo

Destinos

Não é apenas Veneza: a Itália das cidades dos canais

cidades canais italia
A Itália das cidades dos canais: Navigli, em Milão

Com seu incrível charme, Veneza conquistou o mundo inteiro, mas sabia que a Itália é repleta de outras cidades com belos canais?

Milhões de visitantes vão à lagoa de Veneza todos os anos para admirar seu panorama de conto de fadas. Mas muitos desconhecem outras pérolas, que com certeza vão te emocionar.

São dezenas de cidades – sem falar nos pequenos vilarejos – cortadas por canais que lhes conferem um aspecto verdadeiramente sugestivo

Vamos descobrir juntos as pérolas da Itália?

A colorida Burano, a poucos passos de Veneza

Burano | Foto: iStock

Já que falamos de Veneza, não podemos deixar de começar a nossa viagem pelas “cidades cortadas por canais na Itália” com Burano.

A pequena cidade, caracterizada por encantadoras casas coloridas, foi erguida sobre quatro ilhas, e suas águas refletem uma paisagem que parece sair de um cartão-postal.

Comacchio e suas esplêndidas pontes

Comacchio | Foto: iStock

É no Delta do Pó, onde o rio deságua no Mar Adriático, que encontramos a cidade de Comacchio

Ela foi construída sobre treze ilhotas ligadas entre si por esplêndidas pontes. Verdadeiras obras-primas arquitetônicas que ainda hoje representam uma das atrações mais bonitas e apreciadas pelos turistas.

Mântua, a cidade cercada por lagos

Mântua | Foto: iStock

Mântua é uma cidade que tem uma ligação profunda com a água: nasceu como uma pequena ilha rodeada de quatro lagos. Que por sua vez se originaram do caminho sinuoso do rio Mincio.

Cresceu exponencialmente, mas não perdeu as suas raízes mais antigas. E nos canais que cortam o centro histórico de Mantova (em italiano) é possível encontrar a sua alma mais fascinante.

O charme de Navigli, em Milão

Navigli, Milão | Foto: iStock

Até Milão tem seus canais, que dão à cidade um aspecto mágico. É claro que estamos falando do Navigli, um complexo sistema que visa conectar as principais vias navegáveis ​​e lagos da região. 

Passear pelo Navigli, um importante centro da vida noturna milanesa, é sem dúvida uma emoção esplêndida.

Treviso, uma joia de rara beleza

Treviso | Foto: iStock

Alguns a chamam de “pequena Veneza do continente”, e para entender os motivos basta dar uma olhada em algumas fotos.

Treviso é cortada por alguns canais que se ramificam no rio Botteniga até entrar no Sile. Antigos edifícios históricos e esplêndidos parques exuberantes têm vista para suas águas esmeralda. Uma combinação perfeita de natureza e trabalho do homem.

Sacile, o jardim da Sereníssima

Sacile | Foto: iStock

Sacile, na região do Friuli-Venezia Giulia, tem um ambiente que lembra muito o veneziano. Tanto que ganhou o apelido de “jardim da Sereníssima“. 

Seu centro histórico fica em duas ilhas localizadas no coração do rio Livenza. No passado, o comércio próspero gerou riquezas, como evidenciado pela presença de edifícios encantadores refletidos na água.

Livorno e seu antigo bairro de Nova Veneza

Livorno | Foto: iStock

Imersa na evocativa paisagem da Toscana, a cidade de Livorno possui um distrito com um nome bastante exemplar: Venezia Nuova. Ela está localizada em uma área cortada por vários canais, que estão em comunicação direta com o porto e, portanto, são navegáveis. 

No verão acontece o Effetto Venezia, um evento que anima o bairro e atrai milhares de turistas, prontos para admirar uma paisagem maravilhosa.

Valeggio sul Mincio, entre canais fascinantes

Valeggio sul Mincio | Foto: iStock

Debruçada sobre as águas do rio de mesmo nome, a cidade de Valeggio sul Mincio é uma verdadeira joia a descobrir. 

Em seu núcleo mais antigo existem vários pequenos canais que dão à cidade um ambiente fascinante.

O canal Virgilio, por exemplo, atravessa o povoado de Borghetto e a encantadora ponte Visconti, uma das mais belas atrações do lugar, são os destaques.

Rasiglia, a terra dos riachos

Rasiglia, Folino | Foto: iStock

Para finalizar a nossa viagem pelas “cidades cortadas por canais na Itália”, aportamos em Rasiglia. Uma vila de Foligno, na província de Perúgia.

Um pequeno vilarejo da Úmbria, conhecida como a “vila dos ribeiros”. Ela é cortada por vários cursos de água impetuosos, numa paisagem que parece sair de um conto de fadas. 

Ao longo dos séculos, uma importante obra de canalização deu vida a um belo entrelaçamento de canais e cachoeiras, que tornaram a vila um destino turístico muito procurado.


Já que você chegou até aqui, queremos te pedir uma ajuda. Curta e compartilhe com seus amigos esse artigo que você acabou de ler. O Italianismo pode crescer ainda mais com você do nosso lado. O seu compartilhamento ou curtida vai nos levar ainda mais longe.

Deixa o seu comentário:

Mais de Italianismo

Destinos

O novo guia National Geographic homenageia a Lombardia incluindo 11 locais imperdíveis.

Vida & Estilo

Milão é a única italiana incluída no ranking das 25 cidades mais caras do mundo, de acordo com o índice.

Cotidiano

Golfinhos são flagrados nadando no Grande Canal de Veneza: "aparição foi muito incomum"

Cotidiano

A cidade de Veneza, joia turística e cultural da Itália, iniciará na próxima quinta-feira (25) um calendário de eventos para comemorar os 1600 anos...

Cotidiano

Água chegou a 55 centímetros de altura, impossibilitando o transporte por gôndolas e barcos

Cotidiano

Carnaval Virtual de Veneza 2021: sem desfiles de máscaras, sem multidões e danças nos palácios

Destinos

Conheça as cidades que inspiraram as obras dos mais ilustres escritores e poetas italianos

Cotidiano

Uma ciclovia suspensa e projetada para ser a mais bela da Itália: é o que promete Veneza, na Itália. Deixa o seu comentário: