Connect with us

Hi, what are you looking for?

Negócios

616 mil empresas são administradas por imigrantes na Itália

empresas Itália imigrante
600 mil empresas são administradas por imigrantes na Itália

Número representa cerca de 10,1% do total de negócios no país

Se mudar para o bello paese e abrir uma pequena empresa é o sonho de muita gente. E os brasileiros não estão sozinhos. Existem 616 mil empresas administradas por imigrantes na Itália.

O número representa cerca de 10,1% do total de pequenas e médias empresas no país.

Os dados são do relatório “Imigração e Empreendedorismo 2019-2020” produzido pelo Centro de Estudos e Investigação IDOS, em colaboração com a Confederação Nacional do Artesanato e da Pequena e Média Empresa (CNA).

Entre 2011 e 2018, a Itália viu um crescimento de 32,6% no número de novos empresários estrangeiros – ao contrário das geridas por empresários italianos que diminuíram 2,8%.

A alta se manteve em 2019, com crescimento de 10,1%.

Marroquinos e chineses lideram

Essas empresas pertencem principalmente aos marroquinos (14,1%), chineses (11,5%) e romenos (10,7%). Seguidos por imigrantes da Albânia (6,9%) e Bangladesh (6,6%). Não há dados disponíveis sobre empresas administradas por brasileiros.

A empresas administradas por imigrantes na Itália vão do comércio à construção, da restauração à indústria, da logística aos serviços empresariais.

As iniciativas empreendedoras autônomas geridas pelos imigrantes alastraram-se para todas as regiões, estabelecendo-se definitivamente como um componente estrutural do tecido empresarial nacional.

Para a vice-presidente da CNA, Maria Fermanelli, “não há dúvida de que o movimento migratório representa uma das principais transformações” na Itália.

As empresas geridas por estrangeiros são majoritariamente de pequeno porte, concentradas principalmente no comércio varejista (35%) e na construção civil (22,4%).

Em todo o território nacional

As regiões Centro-Norte, por um lado, e as grandes áreas metropolitanas, por outro, representam as principais áreas de atuação dos imigrantes

Lombardia (19,4%) e Lácio (13,3%) confirmam-se como as regiões de maior integração, seguidas da Toscana (9,4%), que registra a maior incidência de empresas lideradas por imigrantes.

Segundo o estudo, a participação feminina continua baixa, gerindo pouco menos de um quarto das empresas analisadas (145 mil, ou 24,0%).

LEIA TAMBÉM

Deixa o seu comentário:

Leia também:

Negócios

Mini carro elétrico pode ser dirigido a partir dos 14 anos de idade e usa energia solar Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Rede de supermercados Lidl lançou sua linha de calçados e quebrou a internet Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Quais as tendências dos nomes italianos mais populares em 2021?  Deixa o seu comentário:

Negócios

Lego do Coliseu será o maior conjunto já feito pela empresa    Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Itália gasta cerca de R$ 934 milhões por ano para manter canis públicos Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Itália não registrava número de óbitos diário tão elevado desde abril Deixa o seu comentário:

Arte & Cultura

Uma viagem de norte a sul para descobrir os cinco patrimônios naturais da Unesco Deixa o seu comentário:

Arte & Cultura

O bonsai mais antigo do mundo não está no Japão, mas sim na Itália Deixa o seu comentário:

Copyright © 2020 Italianismo – Permitida a reprodução desde que citado o Italianismo.