Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Economia

616 mil empresas são administradas por imigrantes na Itália

empresas Itália imigrante
600 mil empresas são administradas por imigrantes na Itália

Número representa cerca de 10,1% do total de negócios no país

Se mudar para o bello paese e abrir uma pequena empresa é o sonho de muita gente. E os brasileiros não estão sozinhos. Existem 616 mil empresas administradas por imigrantes na Itália.

Ação Contra as filasAção Contra as filas

O número representa cerca de 10,1% do total de pequenas e médias empresas no país.

Os dados são do relatório “Imigração e Empreendedorismo 2019-2020” produzido pelo Centro de Estudos e Investigação IDOS, em colaboração com a Confederação Nacional do Artesanato e da Pequena e Média Empresa (CNA).

Entre 2011 e 2018, a Itália viu um crescimento de 32,6% no número de novos empresários estrangeiros – ao contrário das geridas por empresários italianos que diminuíram 2,8%.

A alta se manteve em 2019, com crescimento de 10,1%.

Marroquinos e chineses lideram

Essas empresas pertencem principalmente aos marroquinos (14,1%), chineses (11,5%) e romenos (10,7%). Seguidos por imigrantes da Albânia (6,9%) e Bangladesh (6,6%). Não há dados disponíveis sobre empresas administradas por brasileiros.

A empresas administradas por imigrantes na Itália vão do comércio à construção, da restauração à indústria, da logística aos serviços empresariais.

As iniciativas empreendedoras autônomas geridas pelos imigrantes alastraram-se para todas as regiões, estabelecendo-se definitivamente como um componente estrutural do tecido empresarial nacional.

Para a vice-presidente da CNA, Maria Fermanelli, “não há dúvida de que o movimento migratório representa uma das principais transformações” na Itália.

As empresas geridas por estrangeiros são majoritariamente de pequeno porte, concentradas principalmente no comércio varejista (35%) e na construção civil (22,4%).

Em todo o território nacional

As regiões Centro-Norte, por um lado, e as grandes áreas metropolitanas, por outro, representam as principais áreas de atuação dos imigrantes

Lombardia (19,4%) e Lácio (13,3%) confirmam-se como as regiões de maior integração, seguidas da Toscana (9,4%), que registra a maior incidência de empresas lideradas por imigrantes.

Segundo o estudo, a participação feminina continua baixa, gerindo pouco menos de um quarto das empresas analisadas (145 mil, ou 24,0%).

LEIA TAMBÉM
200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Cotidiano

Cinco regiões do norte de Itália estão em estado de emergência devido à seca

Cotidiano

Refugiados ucranianos na Itália são alojados em propriedades confiscadas da máfia

Economia

Cavargna é a cidade com os rendimentos mais baixos de toda a Itália

Cotidiano

Taxa de emprego dos estrangeiros na Itália sofreu uma queda significativa, passando de 61% em 2019 para 57,3% em 2020

Cotidiano

Vários monumentos italianos passaram a noite desta quinta-feira (10) às escuras em forma de protesto contra o aumento do preço da energia. Deixa o...

Una buona notizia!

Imigrante superou os preconceitos locais e agora está na lista das 50 melhores pizzas do país

Cotidiano

Terremoto em Milão, epicentro na província de Bergamo: magnitude estimada em 4,4

Cotidiano

Meteorologista alerta para tempestade de neve no Piemonte, Lombardia, Ligúria e Vêneto

Cotidiano

Cerca de 70 famílias moravam no local e tiveram tempo de fugir; 20 pessoas inalaram fumaça. Não há vítimas graves

Cotidiano

A Pesca Magnética ou Pesca com Ímã é um esporte que começou a se espalhar pela Itália. Mas do que se trata exatamente?

Arte & Cultura

Município deu nome ao tom rosa intenso após batalha sangrenta no século 19

Cotidiano

A partir desta quinta-feira (3), todos os italianos elegíveis poderão fazer o agendamento da vacinação anti-Covid. Deixa o seu comentário: