Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Vaticano diz que fala do papa sobre união gay foi tirada de contexto

vaticano família
Vaticano diz que fala do papa sobre união gay foi tirada de contexto

Vaticano diz que declaração do papa Francisco sobre união civil gay não muda posição da Igreja Católica

A Secretaria de Estado do Vaticano enviou para seus núncios apostólicos ao redor do mundo uma carta com esclarecimentos sobre a fala do papa Francisco no documentário “Francesco”, onde ele comenta as uniões civis entre pessoas do mesmo sexo, revelou o site “Avvenire” nesta segunda-feira (2).   

Ação Contra as filasAção Contra as filas

Segundo o portal, o documento foi enviado com o consentimento do Pontífice – apesar de não ter a assinatura do religioso – para “esclarecer” textualmente as palavras do líder católico “que suscitaram, nos últimos dias, diversas reações e interpretações”. O texto já teria sido distribuído para alguns países, como no caso do México, e lembra que a entrevista integral é mais ampla.   

“Há cerca de um ano, divulgando uma entrevista, o papa Francisco respondeu a duas perguntas distintas em dois momentos diferentes, que no documentário foram redigidas e publicadas como uma só resposta sem a devida contextualização, o que gerou confusão”.

A carta pontua que, naquela entrevista, Jorge Mario Bergoglio “tinha primeiro feito uma referência pastoral sobre a necessidade que, no interior da família, o filho ou a filha com orientação homossexual não sejam nunca discriminados”.

Segundo a nota, a fala foi: “As pessoas homossexuais têm o direito de estar em família; são filhos de Deus, têm o direito à família. Não se pode tirar ninguém da família, nem fazer a vida deles impossível por causa disso”. Conforme o “Avvenire”, a carta lembra que essa fala consta também na encíclica Amoris laetitia, de 2016.   

Incongruência

Depois dessa primeira pergunta, em entrevista veiculada na emissora mexicana “Televisa”, o chefe da Igreja Católica foi questionado sobre a legislação argentina que igualava os matrimônios heteros e homoafetivos e que, à época, teve amplas críticas da Igreja local.   

Sobre o tema, o Pontífice “afirmou que é uma incongruência falar de matrimônio homossexual, acrescentando que, naquele contexto específico, tinha falado do direito dessas pessoas de terem coberturas legais: ‘aquilo que precisamos fazer é uma lei de convivência civil, eles têm o direito de serem cobertos legalmente. Eu defendo isso’”.   

“Com isso, é evidente que o papa Francisco se referiu, determinantemente, às disposições estatais, não relacionada à doutrina da Igreja, que foi numerosas vezes mantida ao longo dos anos”, diz ainda o documento obtido pelo portal italiano.   

Filhos de Deus

A nova polêmica sobre o tema surgiu no dia 21 de outubro, quando o documentário de Evgeny Afineevsky foi exibido no Festival de Cinema de Roma.   

Na produção, foi destacada a frase: “Homossexuais têm o direito de ser parte de uma família. Eles são filhos de Deus e têm o direito a uma família. Ninguém deve ser expulso, ou se tornar miserável por causa disso. O que é preciso é criar a lei de união civil. Assim, eles são protegidos legalmente. Eu apoio isso”.   

No entanto, apesar da nota enviada pelo Vaticano, a postura de Bergoglio é diferente de seus antecessores, que condenavam até mesmo a união civil entre pessoas do mesmo sexo. Apesar de sempre ter defendido que o matrimônio, como sacramento católico, é apenas entre homem e mulher, o líder pregou, por diversas vezes, o respeito aos homossexuais.

Por Ansa   

200

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Destaques do editor

Arte & Cultura

Mary Rodrigues toca no Vaticano como convidada da Orquestra da Diocese de Roma

Cotidiano

A Igreja Católica beatificou o juiz italiano Rosario Livatino, assassinado em 1990 pela máfia em Agrigento, na Sicília, Itália. Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Papa defendeu que os católicos devem ser “testemunhas de misericórdia”, a partir da experiência de receber a misericórdia de Deus.

História

"Não se passe por português": qual é a sua origem, a sua história e o seu significado?

Cotidiano

A Esmolaria Apostólica do Vaticano confirmou nesta quinta-feira (14) que também os moradores de rua atendidos pela Igreja Católica serão vacinados contra a covid-19....

Cotidiano

Papa Francisco: "A vacina? É uma opção ética. Marquei e tem que ser feita"

Cotidiano

Vaticano investiga curtida. “Pelo menos eu vou para o céu” diz a modelo brasileira Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Trio vai apresentar as grandes trilhas sonoras criadas por Morricone para o cinema mundial Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Padre chama papa de herege por fala sobre casamento gay: “deve ser convertido” Deixa o seu comentário:

Cotidiano

‘São filhos de Deus e têm direito’, diz o Papa Francisco Deixa o seu comentário:

Vida & Estilo

Vaticano é o maior consumidor de vinho: 100 garrafas per capita Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Apesar dos casos positivos entre seus próprios guardas, papa foi visto sem máscara Deixa o seu comentário: