Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Destinos

Praias italianas implementam limites diários de banhistas neste verão

Vai de férias para Itália neste verão? As praias terão limite diário de banhistas.

praias italianas
Cala Mariolu, na Sardenha, é uma das várias praias italianas populares que está implementando um limite diário de visitantes este verão.

À medida que as temperaturas aumentam e o verão se aproxima, chega a época do ano em que os turistas de todo o mundo rumam à costa italiana.

Apesar da grande popularidade das duas maiores ilhas da Itália, a Sicília e a Sardenha, conhecidas pelas suas praias magníficas e águas azuis vívidas, a popularidade dessas ilhas tem causado danos ao meio ambiente local, com o acúmulo de lixo e o roubo de areia sendo os principais problemas.

No entanto, neste verão, as autoridades locais estão tomando medidas extras para preservar o meio ambiente, impondo limites diários rigorosos aos visitantes, com algumas das praias mais requisitadas das famosas ilhas na linha de frente.

Apesar de Baunei, uma pequena aldeia localizada numa região remota da Sardenha, ter estabelecido limites diários de visitantes em anos anteriores, as restrições ao número de banhistas autorizados a visitar algumas das mais belas praias ao longo dos seus 40 quilômetros de costa com vista para o Golfo de Orosei serão ainda mais severas este verão.

“A nossa terra é constituída principalmente por falésias altas e escarpadas onde vivem muflões [ovelhas selvagens] e falcões, e apenas uma dúzia de praias, portanto, todo mundo se aglomera nelas, enchendo-as de gente”, diz Stefano Monni, prefeito de Baunei, à CNN.

“Não podemos ter milhares de banhistas todos os dias num só lugar, como no passado, é insustentável”, fala Monni.

São quatro as praias que estão sendo afetadas. Cala dei Gabbiani e Cala Biriala têm 300 visitantes por dia, Cala Goloritze tem 250 e Cala Mariolu, a maior das praias, tem 700 pessoas.

A taxa de entrada para os visitantes da Cala Goloritze, que só é possível a pé ou de barco, será de seis euros.

Os banhistas devem reservar o seu lugar em todos esses locais pelo aplicativo Cuore di Sardegna (ou Coração da Sardenha), pelo menos 72 horas antes da visita. O pagamento da taxa de entrada para a Cala Goloritze pode ser feito pela internet ou em dinheiro na entrada da enseada.

Cala Goloritze, localizada na cidade de Baunei, em Ogliastra, Sardenha, só pode ser acessada a pé ou de barco | Foto: BROKER/Alamy Stock Photo

As autoridades locais afirmam que essa taxa é necessária para financiar a vigilância, um estacionamento e a manutenção dos caminhos e dos banheiros da praia.

“Todas essas praias, mesmo as de entrada livre, estão arrumadas e limpas”, acrescenta Monni. “Há vigilância, assistência aos banhistas e serviços de limpeza. Se as pessoas quiserem, podem deixar uma pequena contribuição.”

Em Cala Mariolu, uma das praias mais famosas da Sardenha, agora é aplicada uma taxa de um euro por passageiro a todos os barcos de turismo que desembarcam na praia.

Outra praia italiana que deve ser monitorada para evitar a superlotação é La Pelosa, que fica em Stintino, na Sardenha.

A partir de 1º de julho, somente 1.500 pessoas serão permitidas na praia, com os visitantes sendo obrigados a reservar o seu lugar com antecedência por meio de um site específico.

A reserva antecipada é gratuita, mas os visitantes terão que pagar uma taxa de 1,50 euros no local para ter acesso à praia.

A famosa praia de Isola dei Conigli, localizada na ilha de Lampedusa, na Sicília, também sofreu restrições turísticas. Com um limite diário de 1.500 visitantes, os banhistas devem reservar o seu lugar com antecedência através do site da reserva oficial da ilha.

Essas medidas procuram proteger as praias e o meio ambiente circundante, diminuindo o impacto do turismo em massa e garantindo a sustentabilidade a longo prazo.

Com a implementação de limites diários de visitantes, as autoridades italianas esperam evitar a superlotação nas praias e manter a beleza natural das áreas costeiras.

Se esta abordagem se mostrar bem-sucedida, poderá servir como um modelo para outras regiões turísticas que enfrentam desafios semelhantes em todo o mundo, promovendo um turismo mais sustentável e responsável. (Com informações da CNN / Foto: Depositphotos)

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Destaque do Editor

A transmissão da cidadania italiana jure sanguinis pode ser comprovada por qualquer meio, diz a Corte de Cassação da Itália

Cotidiano

Prefeito perde batalha contra ítalo-brasileiros: A lei falou mais alto. Parece que o jogo virou, não é mesmo, senhor prefeito?

Cidadania Italiana

Cidadania italiana irregular: 92 cidades da província de Nápoles entram em investigação.

Cidadania Italiana

Silmara Fabotti, líder de esquema de cidadania italiana falsa, planejava fugir da Itália, relata juiz.

Cidadania Italiana

A crescente diáspora italiana: Migração em massa em busca de melhores oportunidades e realização pessoal.

Itália no Brasil

Um voo histórico de solidariedade: A ajuda humanitária da Itália ao Rio Grande do Sul.

Cidadania Italiana

Investigação revela esquema de corrupção envolvendo falsos certificados de residência em troca de dinheiro e favores sexuais.

Cidadania Italiana

Rodrigo Faro se defende de acusações de envolvimento em esquema de falsificação de documentos para cidadania italiana

Cidadania Italiana

Apresentador de TV, empresários e jogadores de futebol têm processos de cidadania italiana cancelados na região de Nápoles.

Itália no Brasil

Diante do público cada vez maior, desafio é garantir boa estrutura para atender bem os visitantes.

Cotidiano

Meloni apresentou queixa antimáfia sobre fluxos migratórios.

Cidadania Italiana

Suspensão temporária das audiências durante o período eleitoral e possível greve dos juízes afeta ítalo-brasileiros.