Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Vida & Estilo

Por que o coronavírus arrasou o Norte da Itália e poupou o Sul?

Jornal tenta desvendar o mistério: o clima mais quente pode interferir na propagação do vírus?

Jornal tenta desvendar o mistério das contaminações no Norte e no Sul da Itália
Jornal tenta desvendar o mistério: o clima mais quente pode interferir na propagação do vírus?

Cinquenta dias após a explosão da pandemia Covid 19 na Itália, os dados são claros: um verdadeiro tsunami epidêmico atingiu a Lombardia, o Vêneto, o Piemonte e a Emilia Romagna.

Mas por que apenas no Norte e não o Centro-Sul? Por que Milão e Bergamo e não Roma e Nápoles?

As enigmáticas perguntas foram feitas pelo jornal La Repubblica, que foi ouvir especialistas a respeito do tema.

A epidemia do Covid 19 realmente viajou em duas velocidades pelo país, reconhece o diário.

A hipótese mais instigante, contudo, é do epidemiologista Massimo Cicozzi, da Universidade de Roma. Poderia ser o clima mais quente no Sul? Ele não descarta.

“Pode ser, mas é somente uma hipótese, veja bem, que o vírus que circulava no Norte havia semanas (e foi transportado para o Sul) fosse já um pouco menos potente do que quando chegou à Lombardia. As suas mutações para adaptar-se ao homem podem tê-lo feito perder carga viral. Teoricamente isso é possível. O vírus muda para adaptar-se ao homem e, ao fazê-lo, pode diminuir a sua própria potência”, explica.

Esperava-se, por exemplo, que as milhares de pessoas que saíram de Milão em direção ao Sul, principalmente, para fugir do confinamento, propagassem o coronavírus de tal maneira que a doença fizesse ainda mais vítimas na parte menos rica da península. 

Não foi o que ocorreu até o momento. Enquanto a Lombardia, onde fica Milão, conta com 60,3 mil casos, o Lazio, onde fica Roma, tem 4,9 mil. A taxa de letalidade também é díspar. No Norte, supera os 14%; no Centro, é de 8,1%; no Sul, de 7,8%.

Roberto Cauda, do Hospital Policlínico Gemelli, também em Roma, acredita que Roma se preparou melhor do que Milão, inclusive porque teve mais tempo. “Mas pode ser que a grande maioria dos infectados que, seguramente, viajaram entre Milão e Roma, fossem assintomáticos e, assim, potencialmente um pouco menos contagiosos. A questão da menor contagiosidade dos assintomáticos não está estabelecida para a Covid-19, mas também não está excluída”, diz.

Indagado sobre essas hipóteses, o microbiologista Antonio Cassone, diretor do Instituto Superior de Saúde, afirmou: “Sempre teoricamente, tudo isso é plausível. Ao sofrer mutação, o vírus “erra” adaptando-se e não sabe “corrigir-se”. Em relação ao do Covid 19, ninguém ainda demonstrou que as mutações podem tê-lo “enfraquecido”. Mas se pode excluir essa possibilidade”.

A reportagem é assinada por Massimo Razzi.

E aí, gostou do artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais e traga seus amigos, colegas e seguidores para a discussão. Em caso de dúvidas a respeito do assunto, não hesite em deixar seu comentário.

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Mais de Italianismo

Itália no Brasil

Prefeito de Milão, Giuseppe Sala, defendeu parcerias entre Milão e Rio para políticas de transformação urbana

Cotidiano

Oxynotus Centrina habita a até 700 metros de profundidade, e foi encontrado por marinheiros na ilha de Elba

Cotidiano

Os próprios funcionários da tabacaria denunciaram o patrão, que roubou raspadinha vencedora

Cotidiano

A encantadora ilha do Golfo de Nápoles, uma das mais belas da Itália, é um tesouro de maravilhas e cultura

Esporte

Favorita contra a Suíça, a Itália ainda não perdeu em 4 jogos e soma 10 pontos.

Cotidiano

Cerca de 70 famílias moravam no local e tiveram tempo de fugir; 20 pessoas inalaram fumaça. Não há vítimas graves

Cotidiano

Europa se divide mais uma vez na ajuda a refugiados. Alguns países fecharam as fronteiras ao sofrimento afegão

Cotidiano

Autoridades buscam alternativas para estimular o público. Principalmente os Antivax

Cotidiano

A capital Roma, no centro da península, pode registrar até 38ºC ao longo da semana.   

Cotidiano

Ricardo Ferraz comanda gelateria em Foligno

Esporte

País tem 28 pódios confirmados e mais um já encaminhado

Esporte

A Itália terá atletas nascidos em outras nações em 13 modalidades ao longo das Olimpíadas de Tóquio