Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Neorrealismo italiano inspirou Arnaldo Jabor; Cineasta morreu hoje

O cineasta e jornalista brasileiro estava internado desde dezembro, em São Paulo, por conta de um acidente vascular cerebral

arnaldo jabor
Neorrealismo italiano inspirou Arnaldo Jabor; Cineasta morreu hoje

Morreu hoje (15), aos 81 anos, o cineasta, cronista e jornalista Arnaldo Jabor. Ele estava internado desde 17 de dezembro de 2021 no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, após sofrer um acidente vascular isquêmico (AVC).

Jabor participou do movimento do Cinema Novo na década de 1960, que procurou trazer uma nova estética ao cinema nacional, influenciado pela neorrealismo italiano e a nouvelle vague francesa.

O neorrealismo italiano foi um movimento cultural surgido na Itália ao final da segunda guerra mundial, cujas maiores expressões ocorreram no cinema.

O cinema neorrealista italiano caracterizou-se pelo uso de elementos da realidade numa peça de ficção, aproximando-se até certo ponto, em algumas cenas, das características do filme documentário. Ao contrário do cinema tradicional de ficção, o neo-realismo buscou representar a realidade social e econômica de uma época.

Em 1967 Jabor lança seu primeiro longa-metragem, A Opinião Pública, que traz trechos de entrevistas e cenas do cotidiano do Rio de Janeiro. Nos anos seguintes, lança Pindorama (1973) e Toda a Nudez Será Castigada (1973), uma adaptação da peça de Nelson Rodrigues. Darlene Glória, no papel da prostituta Geni, ganhou o Urso de Prata de melhor atriz no Festival de Berlim.

Em 1975, adapta para o cinema o romance O Casamento, de Nelson Rodrigues, que teve a atriz Camila Amado premiada no Festival de Gramado como melhor atriz coadjuvante.

Em 1978, começa a chamada Trilogia do Apartamento, lançando Tudo Bem, premiado como melhor filme no Festival de Brasília, que tinha no elenco Paulo Gracindo e Fernanda Montenegro.

Com Paulo César Pereio e Sônia Braga nos papeis principais, dirige o segundo filme da trilogia, em 1980, Eu Te Amo. No filme seguinte, Eu Sei que Vou Te Amar (1986), Fernanda Torres ganha o prêmio de melhor atriz, no Festival de Cannes.

Na década de 1990, com o desmonte das políticas de incentivo ao cinema brasileiro, Jabor retoma a carreira de jornalista. Foi colunista de jornais como O Globo e a Folha de S. Paulo. Chegou a ter quadros fixos de opinião também na TV Globo e na rádio CBN.

Nos anos 2000 lançou os livros Amor é ProsaSexo é Poesia (2004) e Pornopolítica (2006).

A Agência Nacional do Cinema (Ancine) soltou nota lamentando a morte de Jabor. A agência lembrou a trajetória do cineasta e jornalista e enviou condolências aos familiares e amigos. (Agência Brasil)

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Estilo de vida

Por que não adotar o sobrenome do seu marido na Itália: Entenda os motivos.

Cotidiano

Pontremoli lança programa “Residentes do Futuro” para estimular novos moradores.

Cidadania Italiana

Congresso terá presença de figuras relevantes do judiciário italiano, do Ministério do Interior e da Procuradoria Geral do Estado

Comer e beber

Verdade ou mito: Os italianos realmente comem pasta todos os dias?

Cidadania Italiana

Da Itália à Espanha: A jornada de Riccardo Consoli em busca de um futuro mais acolhedor.

Cidadania Italiana

Brasil destaca-se como o 4º país com mais cidadãos adquirindo nacionalidade italiana.

Turismo

Iniciativa conta com 28 municípios divididos em 10 regiões

Cidadania Italiana

O ius soli é um problema falso, não é necessário: os números desconstroem a narrativa da esquerda, segundo jornalista.

Cotidiano

Enel mancha a reputação italiana no Brasil devido a constantes falhas no fornecimento de energia em São Paulo

Cotidiano

Porta critica atuação governamental na demora e ineficácia das negociações do Acordo de Conversão de CNH entre o Brasil e a Itália

Variedades

A idade média em que os italianos se tornam pais tem aumentado ao longo dos anos.

Cidadania Italiana

Evento na Universidade de Padova discute a cidadania dos descendentes de italianos.