Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Cotidiano

Mistério na Itália: 30 mil mortes não atribuídas a Covid

Istat: um aumento de 85.624 mortes em 2020. Mas “apenas” 55.576 para o vírus

italia morte covid
Mistério na Itália: 30 mil mortes não atribuídas a Covid

A Itália ainda não achou explicação para outras 30.048 mortes registradas em 2020. Um número que não é atribuído ao Covid-19. 

Por que? E o que aconteceu exatamente? Nos últimos dias de 2020, o Istat, o instituto de estatística italiano, divulgou os dados de uma contabilidade muito triste: o número de mortes na Itália entre março e novembro, em comparação com as médias dos 5 anos anteriores. 

Segundo publicação do jornal Corriere, nestes 9 meses decisivos da pandemia, houve um acréscimo de 85.624 mortes nas tendências entre 2015 e 2019. No entanto, apenas dois terços delas são explicadas oficialmente pela Covid-19

Com base no painel do Ministério da Saúde, 55.576 óbitos estavam relacionados ao novo coronavírus até o final de novembro passado. Portanto, durante o dramático ano de 2020, houve pelo menos trinta mil mortes a mais.

Mortalidade aumentou 19% em 2020

Essas vítimas também são Covid, mas não foram diagnosticadas? Ou os sistemas de saúde, oprimidos pela pandemia pararam de tratar o câncer ou as doenças cardíacas com a mesma atenção de antes? 

Os números analisados por sí só não dizem nada. Eles não nos permitem responder a essas perguntas essenciais sobre o que realmente aconteceu no ano passado

Eles não devolvem a verdade sobre esses trinta mil mortos. No entanto, é possível subdividi-los territorialmente, para se ter uma ideia. 

A primeira resposta é que a mortalidade na Itália aumentou 19% no ano passado – pouco mais de meio milhão de pessoas ao todo – mas atrás dessa média existem enormes diferenças territoriais.

Há províncias onde as mortes nunca aumentaram (Cagliari, Caltanissetta, Rieti) ou muito pouco (Agrigento, Messina, Reggio Calabria, Vibo Valentia, Matera, Chieti, Salerno, Benevento, Viterbo, Siena). 

Há outros onde o número de mortes quase duplicou ou explodiu: mais 86% em Bergamo, mais 76% em Cremona, mais 62% em Lodi, mais 57% em Brescia, mais 41% em Milão. 

Só na província mais importante da Lombardia, há um excesso de quase dez mil mortes em relação à normalidade dos últimos anos. 

Pavia, Lecco, Parma e Piacenza também foram duramente atingidas.

Com informações do Corriere

E aí, gostou do artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais e traga seus amigos, colegas e seguidores para a discussão. Em caso de dúvidas a respeito do assunto, não hesite em deixar seu comentário.

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Mais de Italianismo

Itália no Brasil

Prefeito de Milão, Giuseppe Sala, defendeu parcerias entre Milão e Rio para políticas de transformação urbana

Cotidiano

Cerca de 70 famílias moravam no local e tiveram tempo de fugir; 20 pessoas inalaram fumaça. Não há vítimas graves

Cotidiano

98,8% das mortes desde fevereiro não haviam concluído o ciclo de vacinação

Cotidiano

Itália tem menor número de mortes por Covid em quase 11 meses

Cotidiano

A difusão da rede móvel de nova geração está em constante evolução e as ofertas tornam-se cada vez mais atraentes na Itália

Cotidiano

A consultoria Mercer traçou o ranking das cidades mais caras para se viver: nenhuma italiana entre as 10 primeiras, duas entre as 50 primeiras

História

Pesquisadores querem entender quais produtos foram usados para mumificar corpo

Cotidiano

Os dados foram contabilizados até 7 de junho, quando 38.178.684 doses haviam sido administradas no país.

Cotidiano

A partir desta quinta-feira (3), todos os italianos elegíveis poderão fazer o agendamento da vacinação anti-Covid. Deixa o seu comentário:

Cotidiano

O ex-primeiro Ministro da Itália pagou mais de 220 milhões de reais para manter mansões.

Cotidiano

O café no bar é um ritual para muitos italianos: aqui estão as cidades onde uma xícara custa mais e aquelas onde o preço...

Cotidiano

O jornal britânico Financial Times compartilhou uma lista dos 50 melhores empórios gastronômicos do mundo. Neste ranking, 7 endereços estão na Itália