Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Vida & Estilo

Itália deve mudar horário pela última vez (depois de 54 anos)

Itália verão inverno
Itália deve mudar horário pela última vez (depois de 54 anos)

Até abril a Itália terá que decidir se extingue o horário de verão ou não

Duas coisas são certas por enquanto. A primeira é que dentro de alguns dias, na noite entre 24 e 25 de outubro, retorna o horário de inverno (os italianos vão dormir uma hora a mais).

A segunda é que será preciso esperar até abril para saber se em 2021 a Itália terá esse ritual temporal (a mudança de hora), que existe há 54 anos

Estima-se que haverá um caos de fusos horários na Europa.

Itália e o horário de verão

Entre julho e agosto de 2018, após consulta pública (84% dos votos à favor), o Parlamento Europeu aprovou a supressão da obrigação de os países membros mudarem de uma hora para a outra duas vezes por ano.

Cada país será, portanto, livre para decidir até abril de 2021 se adota o horário de verão, o horário solar (também chamado de horário de inverno) para sempre ou continua alternando, como é agora. A discussão originou-se da oposição entre “nortistas e sulistas”. 

A possibilidade de ter mais luz com o horário de verão beneficia os países do Sul da Europa, mas não os do Norte que, liderados pela Finlândia e pela Polônia, pressionam para o fim do horário de verão, enquanto os do Sul caminham na direção oposta. A França, por exemplo, com um voto popular se manifestou para mantê-lo mesmo durante todo o ano.

Em vez disso, a Itália se inclina para o status quo: seis meses legais e seis meses solares. 

O fator econômico desempenha um papel importante na escolha italiana: o horário de verão permite que os italianos acendam as luzes uma hora depois. De acordo com a Enea (Agência Nacional de Novas Tecnologias, Energia e Meio Ambiente), este sistema leva a uma economia de 0,2% do consumo total, um número baixo, mas segundo os especialistas, significativo nas políticas de economia de energia. 

De acordo com dados da Terna (empresa italiana que administra a rede de transmissão de energia elétrica), entre 2004 e 2017, o verão permitiu aos italianos economizar 1 bilhão e 435 milhões de euros.

A controvérsia

A divisão política na Europa abala o sono dos defensores do mercado livre irrestrito. Uma mudança de abordagem por parte de países europeus pode causar transtornos para quem viaja de um país para outro, até mesmo a trabalho, forçado a mover o ponteiro várias vezes. 

A isto poderia ser adicionado o custo mais elevado do comércio transfronteiriço, uma queda potencial na produtividade e problemas nos transportes e comunicações.

Já em relação ao Brasil, a diferença no fuso diminuiu das atuais 5 horas para 4 horas. Bom para quem tem familiares ou negócios nos dois países.

LEIA TAMBÉM

Os cinco melhores destinos da Itália para curtir o verão

E aí, gostou do artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais e traga seus amigos, colegas e seguidores para a discussão. Em caso de dúvidas a respeito do assunto, não hesite em deixar seu comentário.

Deixa o seu comentário:

Publicidade

Série

Rádio e TV italiana

Siga o Italianismo

Mais de Italianismo

Cotidiano

Europa se divide mais uma vez na ajuda a refugiados. Alguns países fecharam as fronteiras ao sofrimento afegão

Cotidiano

O verão na Itália, Espanha e Portugal será mais quente do que o habitual. Beirando os 40º

Cotidiano

Serão liberados viajantes da UE, do Reino Unido e de Israel

Destinos

Capital da Emília-Romanha foi eleita pelos leitores da Condé Nast Traveller uma das mais receptivas da Europa

Cotidiano

Em toda a Europa, o horário de verão entrará em vigor a partir deste domingo, 28 de março, às 2h.  Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Presidente da Comissão Europeia acredita que experiência de Draghi é recurso extraordinário para toda a Europa

Cotidiano

Por 321 a 259 votos, a Câmara dos Deputados da Itália decidiu nesta segunda-feira, 18, manter o primeiro-ministro Giuseppe Conte no cargo. Deixa o...

Cotidiano

Vamos falar das mulheres mais bonitas da política italiana? Porque ninguém merece ouvir falar de mais uma crise em Roma, em meio a pandemia....

Cotidiano

A Eurasia estima 55% de chance de o governo da Itália ser reformulado nos próximos dias. Deixa o seu comentário:

Cotidiano

A Itália é o segundo país na Europa, depois da Alemanha, com o maior número de vacinados contra o Covid-19. Deixa o seu comentário:

Cotidiano

Qual a diferença de fuso horário entre Roma e Brasília? Deixa o seu comentário:

Vida & Estilo

Atualizações do Coronavírus neste domingo, 11 de outubro. Na Itália e no mundo Deixa o seu comentário: