Siga o Italianismo

Olá, o que deseja procurar?

ItalianismoItalianismo

Arte & Cultura

Duas irmãs italianas dizem ser as últimas descendentes de Mona Lisa

Natalia e Irina Strozzi; descendentes de Monalisa

“É nossa bisavó, temos o mesmo sangue correndo em nossas veias”

Natalia e Irina Strozzi, duas irmãs italianas, afirmam ser as últimas descendentes vivas da mulher representada no quadro mais famoso de Leonardo da Vinci, a Mona Lisa.

As irmãs dizem que são familiares da mulher pintada por Leonardo da Vinci, que, segundo estas, é Lisa Gherardini del Giocondo, casada com o empresário Francesco Giocondo.

À ‘NBC’, as duas contaram que a avó sempre lhes falou da ligação familiar com a mulher da pintura. A verdadeira curiosidade sobre o caso nasceu depois que Domenico Savini, um historiador italiano, decidir estudar a árvore genealógica daquela família. Depois de analisar as ligações familiares, o especialista garantiu ter provas da ligação familiar entre as mulheres e a mulher pintada no quadro.

Sobre o motivo pelo qual Mona Lisa terá sido pintada pelo mestre italiano, ela explicaram ao mesmo canal televisivo que o pai do pintor era um notário que trabalhava com Francesco, que pediu a Leonardo para pintar a mulher.

Natalia (esq) e Irina Strozzi posam para foto com Mona Lisa ao fundo. (Foto: GAMMA-RAPHO)

As declarações das duas irmãs são suportadas por Rab Hatfield, professor de História da Arte, da Universidade de Siracusa, em Florença. “Posso dizer, com toda a certeza, que a modelo da famosa pintora é Lisa Gherardini del Giocondo”, disse.

De acordo com o jornal britâncio ‘Dailyn Mail’, a prova foi descoberta há 20 anos numa biblioteca da Universidade de Heidelberg, na Alemanha, onde foi encontrado um livro que apresentava uma anotação referente a Da Vinci e uma pintura de Lisa Gherardini del Giocondo.

Apesar da nova revelação, o mistério de Mona Lisa parece longe de estar verdadeiramente resolvido.

Alguns especialistas acreditam que a mulher que aparece na pintura era casada com um comerciante de seda, enquanto que outro afirmam que era apenas um retrato de uma mulher que o pintor conheceu. Há, ainda, outra teoria que aponta para que o quadro é, na verdade, um auto-retrato do artista, nascido em Anchiano.

A pintura, que Da Vinci começou em 1503, agora está no Louvre, em Paris, e as irmãs Strozzi dizem que visitaram a avó muitas vezes. “É nossa bisavó, temos o mesmo sangue correndo em nossas veias”, disse Irina.

Siga o Italianismo no Instagram

Deixa o seu comentário:

Destaques do editor

Variedades

Iniciativa quer combater despovoamento de áreas montanhosas.

Cotidiano

CNH brasileira volta a valer na Itália: novo acordo facilita vida de milhares pessoas

Variedades

Cidade foi devastada pela erupção do Vesúvio, assim como Pompeia.

Arte & Cultura

Lançado no fim de outubro e exibido em preto e branco, foi o filme que mais faturou com bilheteria na Itália em 2023

Notícias

Grupo de 8 companhias participa de feira de fundição em SP.

Cotidiano

Imperia ocupa 1ª posição de ranking elaborado pelo iLMeteo.it

Turismo

Alta temporada no país vai de junho a setembro.

Arte & Cultura

Exposição 'Life as a Scientist' será aberta no dia 21 de junho.

Cultura

Mostra 'Oltreoceano' ocorre no Salão Negro do Congresso Nacional.

Gastronomia

Referência da gastronomia, TasteAtlas partilha os seus rankings com base na experiência do consumidor.

Esporte

O ítalo-brasileiro assumiu o cargo de técnico da Juventus, firmando um contrato de três temporadas, válido até meados de 2027.

Notícias

Atualmente, 15% da pesquisa colaborativa é realizada por cientistas paulistas e italianos.