Itália fecha 6 consulados honorários ‘fantasmas’ no Brasil 

Ministério das Relações Exteriores fecha escritórios inativos e ineficientes no Brasil e em outros países 

Ministério das Relações Exteriores fecha escritórios inativos e ineficientes no Brasil e em outros países 

Seis escritórios consulares honorários foram fechados pelo governo da Itália no Brasil. O decreto, assinado pela vice-diretora Geral de Recursos e Inovação do Ministério das Relações Exteriores, Patrizia Falcinelli, já foi publicado em Diário Oficial.

Foram fechados os escritórios de Aracaju (SE), Nova Friburgo (RJ), Araraquara (SP), Franca (SP), Chapecó (SC) e Limeira (SP).

O motivo para a decisão, segundo o próprio ministério, é que os escritórios eram inativos e ineficientes. Algumas unidades, desde a implantação – há 5 anos – funcionavam apenas no papel, e nunca contaram com a presença de um oficial responsável. 

Com quase nenhuma representatividade, os consulados honorários deveriam prestar serviços de assistência, emergencial ou não, aos ítalo-descendentes.

A lista escritórios fechados inclui ainda Finlândia, Lituânia, Reino Unido, Romênia, Suíça, Líbano, Estados Unidos, Costa do Marfim, Cuba, Japão México, Somália, Lesoto e Comores.