Itália lidera influência cultural no mundo, segundo ranking

Itália lidera influência cultural no mundo, segundo ranking | REUTERS/Tony Gentile

Referência na moda, na cultura e na indústria automotiva, Itália está no topo da lista

Os países influenciadores culturalmente são frequentemente sinônimos de boa comida, moda, industria respeitada e uma vida sofisticada. Eles são criadores de tendências. Seus produtos têm aquele “algo inexplicável” que nos faz correr um pouco mais rápido para as prateleiras.

E este é o caso da Itália. Celebrada por suas tradições culinárias, arte clássica, roupas de grife e carros esportivos, o país é mais uma vez o  maior influenciador cultural no mundo, segundo o ranking dos Melhores Países para 2020, divulgado nesta semana.

Formado em parceria com o BAV Group, uma unidade da empresa global de comunicações de marketing VMLY & R, e a Wharton School da Universidade da Pensilvânia, o ranking é baseado em uma pesquisa que ouviu mais de 20 mil pessoas de quatro regiões do mundo, de 73 países com características específicas.

França, Espanha, Estados Unidos e Reino Unido, nesta sequência, completam a lista dos cinco primeiros maiores influenciadores no mundo. O Brasil está na sétima posição.

Um exemplo curioso é o de Portugal. O país que já foi um grande império no mundo não conseguiu se manter como uma forte influência. Ele ocupa a  23º posição, atrás de Tailândia ou Coreia do Sul, por exemplo.