Quanto custam as casas e apartamentos na Itália?

Roma é o local onde o metro quadrado é mais caro: 3.150 euros

Roma é o local onde o metro quadrado é mais caro: 3.150 euros

Esqueça as fantasiosas ofertas de casas na Itália por € 1. O estudo “Imóveis na Itália”, que chega à sua 7ª edição e é publicado a cada dois anos, revela que o valor do metro quadrado para imóveis residenciais na Itália continua bem salgado.

De acordo com um relatório divulgado pelo Departamento de Finanças do Ministério da Economia, a média é 1.385 euros. Na prática, uma casa de 117 m² sairia por 162 mil euros (cerca de R$ 731 mil na cotação atual).

As casas mais caras ficam em Roma, com imóveis custando de 323 mil euros a 740 mil euros. Na capital italiana, o metro quadrado vale 3.150 euros. Em Milão, considerada a capital financeira da Itália, o metro quadrado custa 2.960 euros, e o valor médio dos imóveis é de 261 mil euros. Em Nápoles, ao sul, o preço do metro quadrado cai para 2.353 euros.

O estudo usou dados referentes ao mercado imobiliário de 2016. Na comparação com 2014/2015, o valor médio de uma propriedade na Itália caiu 1,8%.

Segundo o relatório, as regiões onde os imóveis sofreram uma desvalorização maior do que a média italiana – acima de 3% – foram Lazio, Ligúria e Marcas. Na Toscana, o preço das casas caiu 2,9% e, no Vêneto e em Abruzzo, 2,5%.

A exceções são a Lombardia, onde o valor dos imóveis permanece estável, e a região de Trentino-Alto Ádige, a única a registrar um aumento de 0,8% nos preços.

A Úmbria, Friuli-Venezia Giulia e o Vêneto são as áreas onde os imóveis costumam ser maiores na Itália – a média é de 130 metros quadrados. Já os menores, de 100 metros quadrados, são encontrados mais no Valle d’Aosta e na Ligúria. Em Roma, a média é de 103 metros quadrados.

Com informações da Agência Ansa