Alitalia já consumiu cerca de R$ 45 bilhões em verbas públicas

TIS MEYER/PLANEPICS.ORG

Itália ameaça fechar empresa aérea Alitalia. Companhia declarou insolvência em 2017

A Itália não pretende injetar mais capital na Alitalia: se até meados de 2020 o ministro da Indústria Stefano Patuanelli não encontrar compradores para o abalado grupo de aviação, ele ameaça extingui-lo.

Na semana corrente seu ministério liberou mais 1 crédito, para permitir que os negócios sigam correndo, mas “esta é realmente a última intervenção do Estado pela Alitalia”, declarou Patuanelli ao jornal Il Messaggero no sábado (21.dez.2019).

Desde 2002 a firma não tem acusado lucro, e em maio de 2017 declarou insolvência. Neste meio tempo, recebeu de Roma diversos empréstimos de resgate: no início de dezembro foram 400 milhões de euros como crédito-ponte, para que se mantenha em funcionamento até 31 de maio de 2020, ou até uma eventual aquisição.

A Alitalia já teve que ser salva com verbas estatais em 2008 e 2014. Analistas calculam que já consumiu cerca de € 9 bilhões em verbas públicas – cerca de R$ 45 bilhões –, num ritmo atual de R$ 10 milhões por dia. No começo de dezembro, Giuseppe Leogrande foi designado seu “comissário extraordinário único”, e 1 consórcio de potenciais investidores se re tirou da administração.

Empresa pontual

A Alitalia fechou o ano de 2018 com ótimas posições nos rankings internacionais de pontualidade. Segundo a FlightStats – empresa americana responsável pelo monitoramento de voos e coleta de dados da aviação comercial –, a companhia aérea italiana foi a segunda mais pontual da Europa e a oitava mais pontual do mundo. No total, foram 83,2% dos voos decolando pontualmente.

O desempenho de pontualidade da Alitalia em todos os meses de 2018 foi superior ao índice médio das companhias aéreas europeias e mundiais. Como reconhecimento desta excelente performance, a FlightStats concedeu à Alitalia um certificado de excelência que atesta a qualidade de suas operações.

No Brasil, a Alitalia tem voos diários saindo do Rio de Janeiro e dois voos por dia saindo de São Paulo, todos com destino a Roma e conexões. A companhia voa para 26 destinos italianos e 68 internacionais, com uma frota de 118 aeronaves, realizando mais de 1.800 voos por semana.

Com informações da DEUTSCHE WELLE

Redação
Redação
O ITALIANISMO tem consolidado a sua posição como o portal com a maior audiência na comunidade italiana no Brasil. Todos os meses passam pelas nossos mídias mais de 2 milhões de visitantes. A sua colaboração é muito importante para que possamos crescer ainda mais. Compartilhe a reportagem que você acabou de ler.